Olá tudo bem, este fato aconteceu ano passado, quando vendi o meu carro e tive que ir para o trabalho de transporte coletivo.

PACIENTE 8420.3 Todos os dias, as 6: 40 da manhã eu pegava o ônibus e retornava para casa as 8: 40, também utilizando o mesmo ônibus. Os motoristas eram diferentes nos turnos que eu pegava. O da manhã de chamava Kleber, um branquinho, que aparentava ter seus 30 a 35 anos. E o da noite Leia mais… »

No meu último ano letivo, conheci o professor Gomes, um homem sério, tatuado , alto, um verdadeiro Deus grego.

PACIENTE 8420.1 A primeira vista me interessei assim como todas as garotas da minha sala. Já sabia que não daria em nada , mas dei umas investidas. Procurava sempre um jeito de ficar próxima dele. Nas primeiras semanas ele nem ligava, mas logo fui percebendo os olhares para meu bumbum , os elogios que se Leia mais… »

Sempre gostei de me masturbar (aconselho) quem nunca tentou, experimente!

PACIENTE 1420.3 Eu gosto do contato, com meu corpo, ninguém conhece melhor do eu, sei onde e como fazer para me satisfazer, essa sempre foi minha brincadeira preferida desde muito cedo, porém, até então nunca tinha testado algo além dos meus dedos. Adoro ir em sexy shops e comprar algo que possa apimentar minha relação, Leia mais… »

Sou uma mulher madura, divorciada, sem filhos, tenho 49 anos, moro e trabalho na zona oeste do Rio de Janeiro.

PACIENTE 1420.2 Adoro beber vinho branco chileno gelado e também gosto de assistir filme porno. Tenho uma coleção deles. Em alguns destes filmes aparecem mulheres dominadoras que submetem homens a verdadeiras torturas sexuais. Elas ficam um tempo enorme deixando os homens alucinados de tesão, mas não permitem a penetração anal ou vaginal. Normalmente os homens Leia mais… »

Estamos namorando e inovamos toda vez que transamos.

PACIENTE 25320.2 Bom, meu melhor amigo, Pedro tem cabelos claros e cacheados, olhos verdes, magro, corpo bem definido e alto, um verdadeiro tesão. Sempre tivemos um relacionamento bem aberto, falávamos sobre tudo um com o outro. E em uma dessas conversas, estávamos falando sobre sexo. Ambos eramos virgens e ele me perguntou: ‘ Dani, com Leia mais… »

Então tenho 20 anos, perdi minha virgindade há pouco tempo, e tinha decidido que ia transar e transar muito, todas minhas amigas transam e eu me sinto meio alone nesse papo….

PACIENTE 25320 Baixei uns app de relacionamento e tals, e como sempre vários caras mandavam mensagens, foto de pênis, isso e aquilo outro, confesso que eu não achava muita graça em ver fotos de pênis rs Eu pensava : Oque que uma foto pode fazer ? Nada Conheci um carinha, 25 anos, todos os dentes, Leia mais… »

RELATO PESSOAL 232 (Complementar).

Para você Cristine… Desejo primeiro que você ame,E que amando, também seja amada.E que se não for, seja breve em esquecer.E que esquecendo, não guarde mágoa.Desejo, pois, que não seja assim,Mas se for, saiba ser sem desesperar. Desejo também que tenha amigos,Que mesmo maus e inconseqüentes,Sejam corajosos e fiéis,E que pelo menos num delesVocê possa Leia mais… »

Feminilidade x Sensualidade

Parece-me que os conceitos sobre feminilidade e sensualidade estão misturando-se de tal forma em nossa sociedade que levam as pessoas a encontrarem dificuldades para diferenciá-las. Fui pesquisar, em primeiro lugar, como estão definidos no dicionário Aurélio e encontrei o seguinte: Feminilidade = s.f. Qualidade, caráter, modo de ser, de viver, de pensar, próprio da mulher.Sensualidade = s.f. Leia mais… »

Desde que me separei as coisas pra mim foram acontecendo muito rápida…

PACIENTE 18320-5 … fiquei sócia num novo empreendimento logo em seguida comecei a namorar mas não durou nem 3 meses. Meu ex-namorado no começo me dava muita atenção e tinha muito tesão acompanhado de muito sexo mas aos poucos ele foi achando desculpa pra tudo e começou com ciúmes sem noção então cheguei nele e Leia mais… »

Eu estava matriculada em uma academia próximo a minha casa, ia e voltava a pé todos os dias.

PACIENTE 18320 Uma tarde, voltando do treino, passou um cara numa moto esportiva, empinando a moto ao passar por mim. Achei graça. No dia seguinte a cena se repetiu. E no outro dia também. Quase todos os dias ele passava por mim, e sempre que passava empinava a moto. Eu me divertia com aquilo: uma Leia mais… »