O corpo tem sua sabedoria própria.

Não é raro a gente encontrar homens que dizem que amam chupar uma perereca. Quando esses homens se deitam com uma mulher, eles só enxergam três coisas: peito, bunda e perereca. Eu poderia apostar que esse tipo quando chupa uma mulher é mais para que ela fique molhada rápido, do que pensando realmente no seu prazer. Provavelmente, o mesmo Leia mais… »

VAGINITE.

Tem quase sete anos que eu não via uma amiga, e a penúltima vez, coincidência ou não, foi quando ela foi parar no hospital sem conseguir andar direito de tanta dor por uma infecção urinária que estava quase chegando nos seus rins. Esse episódio reflete bem uma época da sua vida que a cada mês e meio Leia mais… »

Agora é para vocês HOMENS…

Nunca deixe uma “mulher moderna” insegura. Antigamente elas choravam. Hoje, elas simplesmente traem, sem dó nem piedade. Não ache que ela tem poderes “adivinhatórios”. Ela tem de saber – da sua boca – o quanto você gosta dela. Qualquer dúvida neste sentido poderá levar às conseqüências expostas acima. Não ache que é normal sair com Leia mais… »

AÍ TEM…

As coisas são como são. Se alguém diz que está calmo, é porque está calmo. Se alguém diz que te ama, é porque te ama. Se alguém diz que não vai poder sair à noite porque precisa estudar, está explicado. Mas vocês não escutam só as palavras: vocês ouvem também os sinais. Ele telefonou na Leia mais… »

Nova lembrança…

Dormes ou finges dormir. Procuro dormir mas não consigo. Procuro-te com o corpo e encontro-te. Consumo-te a boca que rapidamente responde e ficamos assim. Procuro-te por de baixo dos lençóis e sinto-te duro. Começo a descer. Beijo-te o peito, a barriga e sinto o teu sexo rijo a tocar nos meus lábios. Ele salta de Leia mais… »

Eu queria lhe dizer….

Que não me lembro como começou, pois isso não é importante. Tínhamos acabado de jantar, na sala. O quê, também já não me lembro. Levantei-me e fui até à janela, não sei ver o quê e tu viste atrás. Agarraste-me e começaste às “turrinhas”. Eu estava noutra, num mundo diferente, mas rapidamente percebi. Era a Leia mais… »

RELATO PESSOAL 35

Não sei se você ainda lembra de mim… Gostava quando me agarrava e me encostava ao teu corpo. Encostava a tua cabeça às minhas costas e apertas-me com força. Começava-me a descer e eu tirava as calças. Mordiscas-me as nádegas e começavas a tocar-me na ratinha. Como eu gostava do teu toque…  Viravas-me para ti Leia mais… »

A maior dor…

A maior dor na vida não é morrer, mas ser ignorado. É perder alguém que nos amava que depois deixou de se importar.  É sermos deixados de lado por quem tanto nos apoiava.  A maior dor na vida não é morrer, mas ser esquecido.  É ver a indiferença num rosto amigo ou familiar quando abrimos Leia mais… »

A LUZ…

No cinema, a luz é ideologia, sentimento, cor, tom, profundidade, atmosfera, história. Ela faz milagres, acrescenta, apaga, reduz, enriquece, anuvia, sublinha, alude, torna acreditável e aceitável o fantástico, o sonho, e ao contrário, pode sugerir transparências, vibrações, provocar uma miragem na realidade mais cinzenta, cotidiana. Com um refletor e dois celofanes, um rosto opaco, inexpressivo, Leia mais… »