VAGINITE.

Imagem relacionada

Tem quase sete anos que eu não via uma amiga, e a penúltima vez, coincidência ou não, foi quando ela foi parar no hospital sem conseguir andar direito de tanta dor por uma infecção urinária que estava quase chegando nos seus rins.

Esse episódio reflete bem uma época da sua vida que a cada mês e meio lá estava ela, ligando chorando implorando pedindo pelo amor de jesus cristo pra eu marcar uma consulta de urgência com a ginecologista.

Era só dar uma descuidada da saúde, beber álcool demais, água de menos, ter um baque emocional mais forte… que atacava ou a infecção urinária, ou a cândida. Ou vinha uma, e logo depois a outra.

Quando a infecção urinária atacava e os métodos naturais não davam jeito ela tinha que apelar pro antibiótico, já sabia de antemão que logo em seguida a cândida viria.

A razão pra isso é muito simples. Na vagina há toda uma flora de fungos e bactérias que naturalmente a compõe. Inclusive, a cândida é um fungo que toda mulher tem. De vez em quando, quando sua imunidade abaixa, ou quando esse equilíbrio microbiótico é afetado… passam pelo inferno dessas crises e infecções.

Seus quadros eram tão recorrentes que a ginecologista lhe mandou prum alergista, que detectou que ela tinha alergia ao fungo da cândida, e lhe receitou uma série de vacinas caríssimas e semanais que teoricamente dariam um jeito na alergia.

Pão durice ou hippongagem, ela não animou entrar nesse tratamento.

Tratamentos naturais

Bom, nessa época, depois de tantos quadros, ela já era uma especialista em tratamentos naturais tanto pra infecção urinária quanto pra cândida.

Também já estava ligada que não existe nada pior para a saúde de uma perereca do que esses sabonetes íntimos industriais tipo Dermacyd (ainda que na embalagem venha escrito que é recomendado por ginecologistas) que alteram drasticamente o PH da vagina e são um prato cheio para o surgimento de infecções e desequilíbrios.

Então começou a usar um sabonete íntimo líquido de uma marca muito massa de Belo Horizonte chamada Pachamama (não estou ganhando um centavo por isso, eu juro).Essa marca é feita por mulheres para mulheres, e todos seus produtos são à base de extratos naturais e óleos essenciais.

Pois bem, o sabonete íntimo delas, que parece um shampoo bem escuro, leva extrato de barbatimão e óleos essenciais de tea tree e ylang ylang. Uma gotinha dele é o suficiente para deixar sua perereca fresca como se tivesse acabado de escovar os dentes.

Usou por meses (anos?) esse sabonete íntimo natureba (não muito barato), e se sentia muito bem com ele, pra ser sincero. Até que um dia conversando com sua cabeleireira sobre cândida e etc, ela lhe deu a dica de um milhão de dólares: que lavava sua perereca apenas com água e que nunca mais tinha tido nenhum tipo de cândida ou infecção desde então.

“Mas Liza, e o cheiro, como fica?”
“Miga, não aumenta o cheiro em nada”
“Como assim, cê é doida?”
“Confia em mim, faz o teste e depois me conta”

E sim, ela fez o teste. Não só não mudou em nada nem o cheiro nem o gosto (posso garantir, namorado da época) como milagrosamente ela nunca mais teve uma crise nem de infecção urinária, nem de cândida. Sim, ela, a garota que estava na fila de espera da ginecologista a cada mês e meio.

Tudo isso graças à… água. E nada mais que água.

A perereca é um órgão auto-limpante, quanto menos produtos químicos você colocar nela, melhor.

Pra lavar ela tudo que você precisa é água abundante… e dedos. Lava por dentro, tira qualquer excesso que tiver por dentro, delicadamente. Durante o banho eu pude até provar pra ver com que gosto estava. Eu tenho certeza que o gosto só melhorou ao longo do processo.

Pras garoutas que não conseguem pensar em ficar sem passar nada na perereca, uma outra dica, que ela fazia muito na época que sofria com cândida: passar óleo de côco na sua menina, durante ou depois do banho.

Outros métodos para controlar a cândida

A cândida é um fungo que se alimenta de açúcar (e consequentemente de lactose, o açúcar do leite). Então, quando sentir que ela tá tentando aproximar corta o açúcar e os laticínios. O café e a bebida também, para dar um grau na imunidade.

Uma gotinha de óleo essencial de tea tree na calcinha quando a candidíase tá pensando em se aproximar também salvam vidas.

Eu não sou ginecologista, mas, recomendo muitos banhos de assento com bicarbonato de sódio, mas, pra ser sincero, tem que ter muita paciência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *