VERNISSAGEM II

A Magia Das Fotos…

Falar sobre LUZ é um assunto bem extenso e complexo, mas hoje, vou falar um pouco de LUZ Natural como fonte principal.

Para quem não sabe eu quase sempre opto pela LUZ natural nos meus ensaios, mas na mala do meu carro mora: meu kit de estúdio com 2 tochas da maço, um rebatedor 4 em um (dourado- prata- branco e difusor),de uns tempos pra cá uma luz de LED, e, levo ainda, pelo menos dois flashes dedicados no meu case, que já me salvaram de situações incríveis!!

Aprendi a criar opções muito cedo, pois a coisa mais importante para um fotógrafo é entender os aspectos da luz, como são os efeitos e como ela funciona.

Quando você compreende a luz e a sombra, passa a não precisar de todos os equipamentos de luz, pois aprende-se a ter domínio e criatividade.

Não sai investindo fortunas em luz.. E penso que ninguém precisa fazer isso no início de sua carreira.

Fotografar pessoas, é meu principal foco, assim sendo, é preciso ter em mente como a luz e a sombra irão atuar sobre o meu assunto.

Em geral meus ensaios são feitos em locações que eu conheço, quando se trata de local desconhecido, sempre dou uma volta sozinha para observar os cantos, a iluminação e tudo que pode me ajudar ou atrapalhar.

Gosto da luz suave, que não provoca sombras duras, adoro dias nublados, diferente de muita gente, pois ele deixa a luz difusa e acho lindo para trazer a delicadeza e sensualidade a foto.
Luzes vindas de janelas, e até o contraluz que estoura o fundo, tem todo seu valor.

Sempre que posso iniciar cedo as fotos nas locações que possuem uma janela com entrada forte de luz eu aproveito, adoro o resultado, percebe a idéia do frescor da manhã?!

Explore sempre as opções que o local te proporciona, use a criatividade, assim você não se joga no impulso de investir em muita coisa e começa de fato a saber explorar bem as ferramentas que tem.

Quando estamos fotografando antes do pôr do sol, podemos aproveitar alguns instantes da GOLDEN HOUR (hora de ouro), queridinha de muitos fotógrafos, luz é suave, com sombras também suaves, sem falar que a cor da luz é linda.

A melhor luz vai depender do seu propósito, e por isso é importante conhecer os tipos de luz, logo depois do sol se pôr, existe a Blue hour (hora azul) essa tem tons mais azulados, mas mistura-se laranja ainda e é bem suave… segue um exemplo abaixo:

Saiba usar os elementos na sua fotografia e enfatizá-los com a iluminação certa para o que você deseja, fotografar com luz natural exige paciência, muitas vezes você consegue um resultado lindo, rebatendo o flash em um rebatedor dourado, costumo dizer que é brincar de fazer sol, aquece a foto. Perceber transições e contrastes, também é importante pois esses muitas vezes oferecem uma apelo profundo a imagem.

Brinque com o contraluz, principalmente próximo a hora mágica, enfatiza o elemento em primeiro plano que fica contornado pela luz linda dessa hora.

Preste sempre atenção nas entradas de luz que existem no seu ambiente, caso necessite usar alguma outra fonte de luz cuide sempre de justificá-la!

Lembre-se que o sol nos dá apenas uma sombra, se sua janela é a direita cuidado com uma Luz muito forte a esquerda.. Entende? Observe as entradas de Luz e como elas se comportam.

Fica a dica: observe a fotografia no cinema, novelas… tudo isso servirá para te inspirar.

A sua participação é MEGAAA bem vinda, eu respondo todos os directs, todos os emails e vocês me motivam a continuar com esse canal aberto, fazendo amigos, aumentando a audiência e ajudando de alguma forma esse blog a crescer.

Gratidão a todos que mandaram mensagem e participaram de alguma forma com o conteúdo de hoje!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *