Mês: junho 2017

A “SANTA” NADA GANHA EM EXPOR-SE…

Imagem relacionada

Quando eu digo que a “SANTA” não tem identidade, que foi amestrada pela sociedade para servir e cumprir apenas um papel, muita gente me acha radical, mas quando eu olho a Mulher e vejo que ela não é mesmo nada em si a não ser como mulher objeto ao serviço da espécie, eu não me sinto como tal…

Resultado de imagem para FEMINISMO NUASO que eu sinto é que isto é uma atrocidade enorme a que as mulheres todas no mudo estão sujeitas e que dada a esta circunstancia dramática e escravizante da condição feminina as mulheres tinham de acordar deste sono milenar, desta anestesia geral que as torna sonâmbulas e obedientes ao colonizador do seu corpo…

Resultado de imagem para FEMINISMO NUAS

E no meio disto tudo o que mais me custa é ver que quando as mulheres se revoltam com a sua repressão e querem reivindicar a sua liberdades elas se despem… sem ver que foi isso mesmo que as tornou mulheres objetos de consumo a todos os níveis e o que fazem no fundo é continuar  a exporem-se aos predadores que se riem delas, as aviltam e prendem e maltratam e continuam a ser vítimas dos seus assédios e instrumentos de propaganda contra a mulher, tal como acontece e é o caso das marchas das vadias ou das putas…
Resultado de imagem para FEMINISMO NUASNão, não é expondo a sua nudez em nome da sua liberdade, nem do seu corpo escrito com palavras de ordem, tais como: “o corpo é meu” que elas vão ser senhoras de si mesmas e recuperar alguma idoneidade… mas sim saindo dessa escravidão interior e exposição exterior que só alimenta a mente machista contra as mulheres.

Resultado de imagem para FEMINISMO NUAAfinal elas afirmam a sua nudez contra quê?  

Como é que a nudez pode estar associada à sua liberdade se é pela nudez e exposição comercial do corpo da mulher que ela é marcada e inferioriza e prostituída a todos os níveis pela sociedade machista?

Imagem relacionada 

E como é que a mulher vai sair desse plano de inferioridade marcada como corpo objeto e resgatar a sua dignidade quando estão a reagir ao mesmo nível e com as mesmas armas que os homens usaram numa guerra em que sempre perdem.

IGOR HUNSAKER…

O EXTERIOR E O INTERIOR PODE SER DEMOLIDOR…

NA SANTA O CONFLITO ENTRE O EXTERIOR E O INTERIOR PODE SER DEMOLIDOR, SE ESTA NÃO ESTIVER CONSCIENTE DA SUA VERDADEIRA NATUREZA INTRÍNSECA, SE ELA NÃO ESTÁ CONSCIENTE DA SUA EXISTÊNCIA…

Resultado de imagem para mulheres e deusas
Cada indivíduo tem uma natureza que busca amor e relacionamento, mas também há incrustada em todos a necessidade de lutar pela verdade impessoal. Essas tendências opostas são expressões da dualidade da natureza humana, que é tanto objectiva quanto subjectiva. Em todos os seres humanos tal oposição está ativa e leva inevitavelmente ao conflito. No atual mundo ocidental esse conflito é bastante grave e cai mais duramente sobre as mulheres, porque a civilização ocidental dá ênfase ao valor exterior, e isso se ajusta mais propriamente à natureza do homem do que à da mulher. o espírito feminino é mais subjectivo, mais relacionado com sentimentos do que com as leis e princípios do mundo exterior. e resulta que o conflito entre o exterior e o interior é usualmente mais devastador para as mulheres do que para os homens.

Igor Hunsaker.

PODEROSO ESTRONDO…

Resultado de imagem para MULHER SEXO

A verdade é fria…

As mudanças de sexo são impossíveis.

Cada célula do corpo humano permanece com o código

genético de nascimento por toda vida, se uma célula

apresentar outro código  se transforma em câncer.

Podem ocorrer ambiguidades intersexuais, mas são

anomalias de desenvolvimento que representam

uma proporção de todos os nascimentos humanos.

IGOR HUNSAKER.

O QUE EU PENSO…

Imagem relacionada
Enquanto as mulheres estiverem divididas e a lutar entre si por ideias e conceitos do que é a sua liberdade, enquanto não houver um discernimento e uma coesão entre si dentro de uma Visão abrangente que englobe as várias perspectivas da fé, do Sagrado e da Mulher… não pode haver união nem entendimento  entre mulheres de nenhum grupo ou movimento. Porque haverá sempre grupos opositores, e tal como na política vão perdendo o seu objectivo de união, seguindo os seus interesses pessoais, ideológicos ou religiosos, formando partidos e capelinhas, todos lutam uns contra os outros sem resolver nada de fundo… tal como os séculos nos demonstram que foi.

Mudam as ideologias e os regimes, mas o Sistema é sempre o mesmo…

IGOR HUNSAKER.

A SANTA INSATISFEITA… (Paciente 1546)

Resultado de imagem para TRANSEI COM O NEGÃO

Tenho 34 anos sou crente, meu marido e crente e fanático sou criada no berço evangélico e meus pais foram muito rígidos comigo, este meu marido foi o meu primeiro e único namorado desde os 16 anos que estamos juntos, no decorrer do nosso relacionamento os apetite sexual foi se desgastando, meu marido e do tipo tao fanático que não dorme sem camisa imagine o resto. O sexo para ele e subiu gozou dormiu, só isto. E eu varias vezes quis esquentar nosso relacionamento mas nada, teve uma vez que quis fazer um boquete nele pois minhas amiga falaram que faziam e era legal, o homem virou um bicho, me xingou de tudo quanto e nome, depois deste dia e passei a me reservar mais com ele, e sempre houvia minhas amigas falarem das aventuras dela e ficava pensando na minha,16 anos casada nunca tinha traído, nunca tinha gozado, nunca tinha tido nada diferente. Mas fazer o que a vida revela coisa que não acreditamos. Alguns dias atras eu precisei ir ao supermercado eram umas 4 horas mais ou menos, e tem uma amiga que trabalha no quiosque do cafe neste mercado, e ficamos conversando alguns minutos e quando decidi ir embora começou a cair uma forte chuva e tive que aguardar, em seguida logo acabou a energia e o mercado abaixou as portas por causa chuva com vento e sem energia. Nisto um rapaz alto bem vestido aproximou de minha amiga com muita intimidade eu pensei que era o namorado dela, ela me apresentou era um pessoal que dava suporte nos computadores do mercado e minha amiga começou a falar um monte de bobagem, como: imagina o tamanho que deve ser o bilau deste cara a negão se eu te pego… Eu tentando sair do assunto e ela parecia que queria me provocar, mesmo olha o volume na calca, com a vontade que estou aqui eu vou te engolir todo. Eu já esta vermelha de vergonha fui embora na chuva mesmo. Naquele dia não dormi pensando naquilo já fazia 2 meses sem relação com meu marido. 15 dias depois eu estava no ponto de ônibus e este cara passou com carro para minha surpresa, ele me viu parou e voltou, e me questionou para onde ia, falei que para o centro de Niterói e ia pegar ônibus mas ele insistiu com a carona então aceitei, e no caminho começou a falar coisa que me deixaram encabula, logo veio todo aquele pensamento,fiquei toda tremula minhas mãos suaram como nunca, eu só sei que quando percebi eu já tinha tascado um beijo nele ele me levou em um motel no caminho nem fiz o que ia fazer, pela primeira vez senti uma linga quente roçar meus grelos, pude fazer aquilo que sempre sonhei em fazer, me realizar com minhas fantasias, abri a calca dele e um enorme cacete preto pulou para fora enfiei na boca com tanta vontade, que parecia uma desesperada e estava mesmo, quase três meses sem sexo e quando tinha era mesma coisa que nada, e agora estava sentindo aquele cacete duro entrando e saindo da minha boca sem do, senti quando ele me colocou de quatro e enfiou na minha xana chega me arrepiei toda, e não demorou muito eu estava gritando que estou gozando, estou gozando e assim vivi uma vida em algumas horas, fiquei com medo quando ele colocou no meu cuzinho virgem, mas ele falou você empurra para não te machucar e quando percebi la estava eu com aquele pintão dentro do meu cuzinho apertado, e não demorou para mim gozar de novo gozei feito doida aquele dia, nunca tinha feito nem boquete e em um dia , trai meu marido, dei o cuzinho e ainda mamei no pinto do negão ate gozar na minha boca, gozei feito uma cachorra. Eu tenho encontrado com este cara, adoro transar com ele tudo que sempre quis fazer com meu marido, faço com ele sem restrição mas sou crente e meu marido e muito bom para mim, tirando esta parte sexual me ajudem continuo, dando para e correndo o risco de perder minha família, ou morro de insatisfação com um marido fanático me ajude, eu realmente não sei o que devo fazer…

HUNSAKER

IMAGINE… MAS É REAL !

Esse esforço que farei agora por deixar subir à tona um sentido, qualquer que seja, esse esforço seria facilitado se eu fingisse escrever para alguém. Mas receio começar a compor para poder ser entendido pelo alguém imaginário, receio começar a “fazer” um sentido, com a mesma mansa loucura que até ontem era o meu modo sadio de caber no sistema. Terei de ter a coragem de usar um coração desprotegido e de ir falando para o nada e para o ninguém? – assim como uma criança pensa para o nada – e correr o risco de ser esmagada pelo acaso.

Igor Hunsaker 

A SANTA E AS AVENTURAS DE SHORTINHO… (Paciente 1211)

Resultado de imagem para DONA DE CASA DE SHORTINHOMoro em uma pequena cidade no interior do PR. Sou casada há 10 anos e tenho um casal de filhos lindos. No início era tudo maravilhoso mas com o tempo o casamento foi dando uma esfriada pois meu marido viaja muito a negócio e fico muito tempo sozinha em casa, e isso me deixa muito carente e vulnerável em relação a sexo.

Apesar de amar demais meu marido às vezes na solidão do meu quarto sinto um desejo enorme de ter um homem na minha cama para me comer bem gostoso a noite toda e me fazer gozar até perder o fôlego. Queria amanhecer com o corpo mole e minha bucetinha assada de tanto levar pau.
Várias vezes eu cheguei a pensar em trair meu marido, mas não sabia se conseguiria levar adiante, acho que na hora H me faltaria coragem, por isso tentava me consolar com o prazer solitário, mas masturbações já não estavam resolvendo a minha falta de sexo.

Certo dia estava em casa adiantando o almoço, pois as crianças logo chegariam da escola, quando alguém me chama no portão.
Abri a porta e vi que era um amigo do meu marido, por estar com as panelas no fogo apertei o controle do portão e pedi que entrasse, pois tinha alguma coisa queimando no fogão.

Quando me virei vi aquele tesão de homem parado na porta da cozinha me comendo com os olhos. Fiquei vermelha de vergonha quando percebi que estava vestida apenas com um shortinho branco de malha bem fininha e uma camiseta que uso pra dormir. Como estava sem calcinha, àquela malha entrava no meio da minha bucetinha deixando uma vala entre os grandes lábios, e como tinha me masturbado há pouco tempo ela parecia ainda mais saliente se destacando em alto relevo. Meus peitos pareciam querer furar a camisetinha que usava sem contar da visão que ele teve da minha bundinha com aquela malha fininha enfiada no meu rabo.

O volume que formou na calça do amigo do meu marido era enorme e por mais que tentasse não conseguia parar de olhar naquela direção. Ficamos quase um minuto um olhando pro outro sem falar nada, até o silêncio ser quebrado com a buzina da Van que trazia as crianças da escola.

Cesar era seu nome, ele é casado, 45 anos, branco, cabelos grisalhos, alto, corpo bem definido, olhar penetrante, e muito lindo. Nas minhas noites solitárias enquanto viajava em minhas fantasias, já tinha gozado várias vezes pensando naquele homem me fodendo de todas as maneiras.

Assim que as crianças chegaram, aquele clima se quebrou e ele me pediu o número do celular do meu marido, pois precisava falar urgente com ele.
Ao se despedir Cesar me deixou seu cartão e quando foi me beijar virou o rosto e me deu um selinho, fiquei com medo que meus filhos vissem e me afastei. Ele saiu com um sorriso encantador fazendo gesto para que ligasse pra ele.

Assim que servi o almoço das crianças, entrei no banheiro e me masturbei bem gostoso debaixo do chuveiro pensando naquele homem maravilhoso com o pau duríssimo apontado pra mim. Eu estava muito carente. Meu marido já fazia mais de uma semana que estava fora de casa e eu sempre fui doida por sexo e além do mais tudo tem um limite e o meu já tinha estourado há muito tempo. Eu estava desesperada por um pau bem gostoso dentro de mim. Quando me sinto vulnerável, sempre deixo a emoção falar mais alto que a razão, e aquele homem com certeza tinha abalado minhas estruturas e como diz o ditado: “Quem não dá assistência abre espaço para a concorrência”.Imagem relacionada

Não sei como ele conseguiu meu celular e a noite me ligou dizendo que tinha adorado me ver naqueles trajes, e desde então não conseguia parar de pensar em mim e queria me encontrar de qualquer maneira.
Quis me fazer de difícil, mas ele me desarmou na hora dizendo que o meu olhar tinha me entregado que estava sentindo o mesmo por ele.

A partir desse dia começamos a falar diariamente e trocar fotos pelo Whats, cada vez ficávamos mais ousados. Ele começou a me cantar descaradamente e eu viajava nas minhas fantasias. As coisas pioraram quando ele me mandou a foto do seu pau duríssimo. Era lindo, grande, grosso com veias enormes e a cabeçona vermelha em forma de cogumelo. Fiquei alucinada de vontade de dar pra ele, pois fazia um bom tempo que estava sem sexo de verdade, e meu marido tinha me ligado dizendo que ficaria mais uma semana fora de casa.
A noite inteira eu pensei no amigo do meu marido e gozei muito imaginando aquele pau gostoso fodendo minha bucetinha.

No outro dia logo após ter me levantado, ele ligou pra mim:
– Oi tudo bem? Respondi: – tudo…
– O que esta fazendo?
– Acabei de tomar banho.
– Está sozinha?
– Estou.
Ele me pediu uma foto e como tinha me masturbado a noite toda pensando nele, tirei uma foto nua sobre a cama com as pernas bem abertas mostrando minha bucetinha com pelos ralos e bem aparadinhos.

Ele ficou louco dizendo o que faria comigo se desse uma chance pra ele…que ele ia me fazer gozar como nunca e bla bla bla….então falei pra ele:
– Se quer tanto vem pegar!
Disse só para provocar, pensando que ele não pudesse vir. Quando ele disse:
– Estou indo, mas quero que me receba com a mesma roupa que estava no dia que fui à sua casa Ok?
– Tem que ser com aquele shortinho e com aquela camiseta tá bom? E desligou em seguida.

Imagem relacionadaMeu coração veio parar na boca e começou a bater num ritmo muito acelerado.
Coloquei meu shortinho indecente, a mesma camisetinha, cabelos molhados e fiquei esperando, uns vinte minutos depois ele chegou.
Já tinha deixado à porta da sala só encostada e subi no andar de cima para me mostrar na escada pra ele quando chegasse. Para que nenhum vizinho me visse naqueles trajes apertei o controle do portão e pedi para que entrasse.

Assim que entrou em casa e me viu parada na escada, Cesar ficou imóvel de boca aberta me esperando descer ao seu encontro. Cheguei à sala ele já veio me agarrando, segurou com vontade minha bunda como há muito tempo meu marido não fazia, sabe quando alguém te pega com tesão?
Eu não perdi tempo, abri sua calça segurei aquele pau quente, grosso, Já melado de tesão e fui puxando ele para o quarto.
Chegando lá ele todo desajeitado colocou a camisinha, me deixou de quatro na cama. Eu parecia uma cadela no cio, minha bucetinha estava toda babada de vontade de levar um pau de verdade. Sua vontade de me comer era tanto que nem rolou uma preliminar antes. Quando ele esfregou aquela cabeçona do pau na entrada da minha bucetinha eu já gemi de vontade, então ele foi colocando. Nossa!!! Que delicia. Parecia que não era tão grosso mas o sentia rasgando minha bucetinha, e foi entrando até sentir suas bolas coladas na minha bundinha.
Cesar começou a me comer de quatro e eu fui à loucura. Depois ele deitou na cama e mandou-me rebolar no seu pau. Fui sentando e rebolando, enquanto ele chupava meus seios sentia seu pau me rasgando por dentro.

Já estava quase na hora dos meus filhos chegarem e ele não gozava, então falei pra irmos pra sala, pois se meus filhos chegassem dava para ouvir o portão se abrindo. O amigo do meu marido me colocou de quatro no sofá e continuou a me comer:
– Goza logo não estou aguentando mais, meus filhos estão pra chegar!!!
– Estou de camisinha, demora!!!
– Então tira a camisinha não temos muito tempo!!!
– Só não goza dentro, por favor, hein!!!
O safado não pensou duas vezes, tirou a camisinha e jogou no sofá.
Meu tesão aumentou ainda mais ao sentir nossas carnes em contatos naquela fricção toda, sem camisinha o prazer é dobrado.

Cesar passou de novo a cabeça daquela rola gostosa na entrada da minha bucetinha e pude sentir o calor, ele foi colocando, colocando. Nossa como era quente, sentia minha bucetinha apertando o pau dele.
Algum tempo depois ele disse:
– Vou gozar!!!
– Não vai gozar dentro seu cachorro!!!
Eu insistia mesmo sabendo que ele não ia fazer o que estava pedindo, pois o maior tesão dos homens é de encher nossas bucetas de porra quando estão nos fodendo.Imagem relacionada
Me fodendo selvagemente Cesar me disse:
        – Quer saber? Eu vou é encher sua bucetinha de porra sua cadela, e aumentou o ritmo das estocadas.
Quase delirando e já perdendo a capacidade de raciocínio falei pra ele:
        -A é? Então goza filho da puta, enche minha buceta de porra, não é isso que você quer seu safado?
Cesar agarrou forte minha cintura e meteu com muita força quase me jogando para fora da cama. De repente ele começou a gemer alto e me chamar de gostosa enquanto sentia sua porra quente jorrando dentro de mim e seu pau latejando comprimindo os músculos da minha bucetinha que também tinha acabado de gozar junto com ele.
Assim que terminamos, falei pra ele ir embora que meus filhos estavam para chegar.
O coitado mal se limpou e saiu às pressas.

Alguns minutos depois meus filhos chegaram, eu estava fazendo o almoço feliz da vida ainda sentindo a porra dele escorrer por minhas coxas.
Depois disso não pude resistir e hoje ele me come pelo menos uma vez por semana quando meu marido está viajando.

HUNSAKER.