Mês: fevereiro 2018

TEMA DE HOJE: A CONTAMINAÇÃO DA SEXUALIDADE PELA MÍDIA COMERCIALIZADORA…

Resultado de imagem para PROSTITUTA DIGITAL GIFA confusão mental das mulheres e dos homens, cerca conceitos

do feminismo e do machismo e toda esta miscelânea

de informações e mistura de culturas e tradições

e agora minado todo o campo do

pensamento-informação pela ideologia digital, 

pela direita e pela esquerda, defrontamo-nos de um lado

com os velhos conceitos de uma sexualidade prazerosa 

e do outro de uma sexualidade comercial, 

um consumismo exacerbado e o consumo doentio,

e todo este culto do vulgar e do medíocre,

da ignorância disfarçada de novas ideias,

sem pés nem cabeça…

toda esta propaganda contagiante disseminada

nas redes sociais dá um Cocktail Molotov letal

para qualquer reserva de sanidade humana

que ainda reste na humanidade…

A DESCARACTERIZAÇÃO DO SEXO COM O PRAZER…

UM OUTRO LADO DA PROSTITUIÇÃO FEMININA…

. SEXO SEM VONTADE…

. O QUE OS FREGUESES BUSCAM NÃO É O SEXO EM SI,

MAS SIM UM PSEUDO PODER…

. A HUMILHAÇÃO ….

. A DOR PSÍQUICA MUITAS VEZES ASSOCIADA A FÍSICA…

. FINANCEIRAMENTE É MUITO RARO SE LUCRATIVO !!!

EX-PACIENTE 01…

Oi, quero deixar registrado aqui uns momentos picantes e marcantes.

Adoro um sexo louco, aqueles que fervem.

Tbm gosto muito de ver o homem louco para me comer.

Conheço um cara da mesma idade que eu, moreno, forte e que me olha louco para me comer.

Todos os dias eu invento uma desculpa para ficar do seu lado.

Chegamos ao ponto de assistir filme bem juntinhos.

Sempre na amizade.

Até que um dia me vi pegando no pau dele.

Eu queria muito aquele pau, já estava um tempo sem transar.

Ele logo pegou na minha buceta e mostrou que sabe dar prazer para uma putinha como eu.

Logo caiu de boca nela, nooooossa, que tesão.

Quando gozando puxei ele, queria sentir o seu pau quente e latejando, tbm curiosa pra ver se me preenchia.

Minha buceta é mto apertada, preencheu perfeitamente .

Ele deixou eu trabalhar primeiro, de ladinho eu ia penetrando e encharcando o pai dele.

Já dava pra ver que ele tava se segurando para não gozar.

Mudamos de posição, ele me queria de quatro, o tesão era tão grande que ele penetrou e não aguentamos e juntos gozamos.

Imagina estava há meses me querendo, quando me viu de quatro enlouqueceu.

Já ficamos outras vezes, ele chupa como ninguém, eu fico como se estivesse no cio com ele me chupando.

Eu adoro chupar gostoso um pau, mas ele ainda não sabe, imagina quando descobrir, vai gozar tudinho na minha boca, e eu vou mamar a mamadeira até ele pedir pra parar. 

EX-PACIENTE 05…

Eu Ana Paula, telho 35 anos, sou casada, tenho dois filhos, mais ainda acho que to bem. Ainda mais depois de tanto elogios que meu vizinho me disse!
Eu sou baixa 1,68 , tenho os cabelos curtinhos, tenho as coxas bem grossas bunda grande , eu gosto de cuidar bem da minha buceta deixo sempre lisinha, e tenho os seios grande e bonitos; Pois sou Italiana, ai ja viu!
Meu vizinho. Na verdade o nome dele é …, não importa!
O ele é alto, tem … anos, 1,98, forte, um adomem de enlouquecer, coxas grossas e fortes, uma bundinha de deixar meu tesão lá em cima e nossa! Que pau lindo e grande ele tem!
Ele sempre me atendia em seu consultório e acabamos ficando todos amigos. Eu sempre olhei e olho com outros olhos, mais passando uns dias eu também percebi que ele me cumprimentava com um beijo no rosto mais carinhoso e segurava sempre na minha cintura, mesmo perto do meu marido.
Um dia ele veio aqui em casa ver uns exames do meu marido, e eu estava sem sutiã e com um vestido soltinho; Eu fiquei muito tarada com ele e acabamos nos beijando mais eu sai fora, pois nunca tinha traído meu marido. Mais eu não parava mais de pensar nele! Naquele beijo e naquela pegada gostosa que ele me deu!
No fim de semana, a gente fez um churrasco e meu marido convidou o ele ! Nossa eu sabia que não ia aguentar!
Ele, meu marido e as crianças entraram na piscina! Nossa ele de sunga e com aquele corpo de dar agua na boca, eu ja fui la dentro e coloquei o biquini menor que eu tinha, e fui pra agua e com algumas brincadeiras a gente tirava uma “casquinha” um do outro.
Uma certa hora , eu deitei um pouco no sol me mostrando pra ele, e meu marido foi ao banheiro que é atraz da cozinha. Nossa ele veio e me beijou e amassou meus seios que foi uma delicia!
Ai tomei a decisão de transar com ele!
Passando uns dias , meu marido foi viajar pra casa dos pais dele que moram longe, e levou as crianças.
Quando chegou a noite eu liguei pro ele e já disse o que eu queria!
Ele veio todo perfumado e eu louca de tesão! Mal ele chegou e já começamos nos beijar muito! Eu já percebi aquele pau duro e já abaixei o shorts dele e comecei a chupar aquele pau delicioso. Tirei minhas roupas e ele fez uma espanhola entre meus seios.
Depois ele me colocou no sofá de pervas aberta e ele chupou meus seios e foi descendo e chupou muito minha bucete, aí veio subindo e chupando meus seios ele enfiou aquele pau delicioso bem funda na minha buceta que estava lambusada! Nossa! Gozei rapidinho!
Depois ele me pegou de quatro bem firme ! Eu gemia Muito enquanto ele me comia e amassava meus seios! E logo senti aquele jato de porra quentinha dentro da minha buceta!
Acabamos de gozar e eu já subi em cima dele esfregando meus seios na boca dele e eu cavalgava muito fundo e atoladinho no pau dele! Eu socava bem fundo e rebolava enquanto ele chupava meus seios! Nossa eu perdi ate a noção e gritava de tesão!
Depois eu chupei o pau dele até ele gozar. Senti o gostinho do leitinho dele e logo ele meteu na minha buceta de novo; Só que dessa vez de lado ate nos dois gozarmos!
Aí eu deitei ele em baixo de mim e esfreguei bem delicada a minha buceta na boca dele, e eu chupava aquele pau lindo!
Quando já estávamos meio cansados eu pedi pra ele comer meu cuzinho! Passamos bastante gel e ele meteu bem delicado! Não doeu! Ele soube fazer.
Ate umas 4 da manhã gozamos umas 8 vezes e a maioria sem ele ficar de pau mole!
Nossa Foi o cara com mais tesão que eu já dei!

Não sei quando!

Mais quero meter muito pelo menos mais uma vez com VOCÊ!

ALGUMAS SANTAS ME PEDIRAM UM RELATO MEU, POIS BEM, 2004 NITERÓI…

Resultado de imagem para WOMEN Pool GIF

Era um sábado ensolarado e resolvi nadar pela manhã. Encontrei o clube vazio, com exceção de uma morena que estava bronzeando um corpão maravilhoso. Dei uns mergulhos e deitei numa das cadeiras (estrategicamente, de frente para ela) e comecei a secá-la: seios lindos fugindo da parte de cima do biquíni, coxas grossas, barriguinha definida… De repente, ela vira e deita de bruços: nossa, que bunda!

Depois de um tempo, ela virou, olhou pra mim e começou a rir. Quando percebi, notei que, de tanto ficar secando a morena, tive uma ereção daquelas! A gostosa se levantou, sentou do meu lado, olhou para o meu pênis duro e perguntou: “Isso tudo é pra mim?”. Nem respondi e ela disse: “Vou tomar uma ducha”. Fiquei meio sem entender se era para eu ir atrás ou se ela estava me dispensando. Na dúvida, resolvi arriscar.

Entrei no vestiário. Entreabri a porta do box e lá estava ela, nua, se banhando! Ela se virou e me chamou com o dedo. Entrei com tudo, já agarrando, beijando e pegando naqueles peitos lindos e escorregadios pelos óleos de banho que tinha passado. Ela tirou minha sunga e desceu até meu pau duro, me deixando louco de tesão. Puxei-a para cima, encostei-a na parede e, desta vez, foi eu quem ajoelhou, buscando sentir seu gostinho, misturado ao delicioso cheiro de protetor solar e dos óleos aromáticos.

Ela começou a gemer baixinho e, com medo de nos descobrirem e cortarem o nosso barato, subi de volta, abrindo bem as suas pernas. Penetrei. Ela se contorcia de prazer, me xingava e pedia mais! Eu fazia mais rápido, com mais força e ela gemia mais alto. Gozamos. Terminei a ducha e voltei para a piscina rapidinho.Resultado de imagem para Sex in the shower at the CLUB GIF

A morena não voltou para a piscina, e eu também não a vi mais no clube nas outras vezes que fui.

Ainda sinto o gosto e o cheiro do protetor solar quando me lembro disso…

ULTIMAS FOTOGRAFIAS RECEBIDAS POR E-MAIL…

LINDA… MAS PORQUE NO CHÃO ???

LINDA… AS FOTOS DA PAREDE SÃO SUAS ???

LINDA… GOSTEI DOS SEUS COMENTARIOS…

LINDA… O CALÇADO TAMBÉM…

SÃO GONÇALO… A CIDADE DOS COMÉRCIOS POPULARES DO RIO…

CHARMOSA…

OLA…

O BIQUINE SÓ NÃO COMBINA COM O SAPATO…

OLHAR DE TRISTEZA…

OLA…

GRAMADO É LINDO… VOCÊ TAMBÉM…

ADOREI O SAPATO….

MODELO LINDA…

LEGAL…

HUMMMM…

LINDA…

LINDA…

BATOM NÃO COMBINA COM PISCINA…

INTERESSANTE…

ASSUNTO DE HOJE: “ELE BROXA”

Imagem relacionada

 

As verdadeiras causas do problema de ereção podem ser bem diferentes do que se imagina e em muitos casos, basta um pouco de bom senso…

É praticamente inevitável que algum dia o seu parceiro falhe na hora H. Algumas mulheres acabam se culpando quando isso acontece, pensando que não estão em forma ou não estão atraentes o suficiente para seu companheiro. Mas, geralmente, não é o que acontece. Mesmo com um clima quentíssimo, existem inúmeros fatores que podem influenciar no desempenho masculino. Em muitos casos, são fatores externos ou problemas dele que interferem na ereção. Pensar que o problema é você é o primeiro passo para se tornar menos atraente aos olhos de um homem. Portanto nada de reclamar do corpo e esperar que o homem te elogie, não em um momento como este.

Os verdadeiros culpados

Quando o homem falha na hora H, o grande causador disso pode ter sido um simples pensamento inoportuno. Lembrar dos problemas no trabalho, pensar na mãe ou na avó, ou ainda lembrar da ex-namorada podem ser fatores desanimadores para qualquer homem.

PUBLICIDADE

Alguns homens também tem um problema com a camisinha. Vários deles não conseguem se acostumar o preservativo e isso pode fazer com que ele broxe na hora do sexo. Mas mesmo nesse caso é importante que os dois conversem e tentem mais vezes até ele se acostumar, porque sexo sem camisinha deve sempre ser evitado.

Outro ponto que pode fazer com que o homem não consiga ter uma ereção é quando não se sente viril o suficiente. Por exemplo, em casais que a mulher tem salário maior que o homem, alguns homens sentem sua masculinidade ameaçada e isso pode resultar em problemas de ereção. Sem contar que quando isso acontece acaba se tornando uma bola de neve e o homem fica com a autoestima ainda mais baixa.

A mulher pode ajudar a evitar este problema

Se isso aconteceu ou está acontecendo com frequência com o seu parceiro, procure descobrir discretamente o porquê dessa situação. Então, você pode tentar incrementar a relação sexual de vocês com algumas dicas ou ainda fazer algo que ele sempre quis e você nunca topou. Usar uma lingerie legal e ser bastante carinhosa na cama também pode ajudar a alimentar a imaginação do rapaz e deixá-lo louco por você.

O que fazer quando ele broxa?

Se ele broxou, o ideal é manter a calma e tentar não dar muita atenção ao ocorrido. O problema de ereção não é o fim do universo e nenhum dos dois deve se desesperar. Se conseguirem lidar com a situação com paciência e descontração é possível que mais tarde, na mesma noite, o rapaz consiga terminar o que começou.

Seja como for, procure não se culpar ou culpar ele por esse pequeno incômodo. Pode ser apenas uma fase ruim e provavelmente seu relacionamento não precisa de discussões ou tensão a mais por causa de uma transa que não aconteceu. Porém, se for constante, talvez seja interessante procurar um Neuropsiquiatra e/ou ainda um urologista.

 

Igor você broxa ??? Meu namorado está broxando sempre!

 

“ Pois … Eu e meu namorado estamos juntos há dez meses. Temos uma química incrível no sexo, e eu sempre gosto de apimentar com fantasias e lingeries sensuais. Por morarmos longe, nos vemos pouco e quando nos encontramos estamos morrendo de desejo. Sempre transamos muito, duas ou três vezes por dia. O problema é que nos últimos dois meses ele tem broxa do com frequência, o que nunca havia acontecido antes. Nas preliminares ele até fica com o pênis ereto, mas é só começar a penetração para o pênis amolecer. Paramos por uns cinco ou dez minutos, ele se masturba ou eu faço sexo oral nele até o pênis endurecer de novo. E então voltamos ao ato até ele broxar novamente…. Já perguntei se ele estava preocupado com algo ou sem vontade, mas ele sempre diz que vem pra minha casa com tanto tesão que acaba broxando. Ele claro não quer falar sobre isso, creio que como a maioria dos homens, mas realmente não sei mais o que fazer pra ele não broxar mais. Corta todo o clima e eu me esforço para não mostrar que fiquei chateada.

O que posso fazer?”

ARRUME ALGUÉM QUE A SATISFAÇA…

MESMO QUE SEJA PARALELAMENTE…

OU

“MAGIA” (brincadeira).

 

 

EM RESPOSTA….

“Confesso que não sei mais o que fazer. Meu namorado fica muito nervoso na hora H e broxa direto, as vezes transamos e ele consegue, mas não temos uma vida sexual muito ativa. Transamos uma ou no máximo duas vezes por mês. Ele é maravilhoso comigo, me trata muitíssimo bem, mas na hora H deixa muito a desejar. Já tentei conversar, esperar o tempo dele.. enfim, já fiz de tudo e nada funcionou. O que devo fazer? não queria terminar, porque nos damos muito bem, e ele é perfeito, fora essa questão.”

NUM RELACIONAMENTO SEXO NÃO É TUDO… CONCORDO.

MAS FAZ UMA FALTA REAL E PREJUDICA BASTANTE. 

MASTURBAÇÃO PODE LHE SATISFAZER POR UM PERÍODO MUITO PEQUENO.

SE NÃO QUER CONDENAR SEU RELACIONAMENTO A RUÍNA…

SATISFAÇA-SE PARALELAMENTE.

OU IRA TERMINAR NO PERFIL DA DEPRESSÃO CIRCUNSTANCIAL….

TOMANDO REMÉDIO PARA PODER DORMIR E PARAR DE CHORAR.

EM RESPOSTA….

“Sou evangélica casei presentemente e nunca tinha tido relação com meu esposo só após o casamento estamos já a 6 meses juntos ele nunca me satisfaz porque descobri que ele é broxa diz ele que está procurando tratamento mas não vejo diferença nenhuma porque não o procuro para não me decepcionar mais ele também não me procura o que devo fazer me sinto lesada e frustrada devido ele tenha me enganado.”

Legalmente você tem o direito de anular o casamento. 

Ou… Pense bem…

Ele pode não ter rigidez no pênis… Mas e os dedos a linguá, etc. tudo é boxa ???

Ou… arrume alguém que a faça ter prazer.

Se o problema do casamento é apenas o sexo, voce pode resolver sem a separação e/ou anulação.

Converse com ele quem sabe ele lhe ajuda a decidir ? 

BROXAR…

Para começar, vamos equalizar nosso entendimento sobre o significado de broxar. No dicionário, broxar é descrito como perder, ocasional ou definitivamente, a potência sexual, e também pode ser empregado com o significado de perder o entusiasmo, desanimar. Para nós, homens, broxar está diretamente relacionado à impossibilidade de colocar em prática o maior símbolo da força masculina: a penetração. Por aí, dá para ter uma ideia de como a situação é incômoda.

Nossa intenção não é fazer nenhum tratado sobre as causas da disfunção erétil – apesar desse ser um problema médico. Nossa lista é dividida em duas partes: na primeira, apontamos as coisas relacionadas às mulheres e, na segunda, a nós mesmos.

 1.Mau hálito.

Definitivamente, bafo de leão não dá para encarar! Mulheres fumantes, fiquem espertas!

2. Mau cheiro.

Há partes no corpo que, ou por causa do suor ou porque ficam abafadas, sem contato com o ar – sim, é aquele lugar que você imaginou, podem exalar um cheiro desagradável. Se o cheiro for muito forte, a “coisa” pode não rolar!

3. Pelos.

Certa vez, namorei uma mulher que não tinha o hábito de se depilar. Desculpem-me, peludinhas, mas fica difícil para um homem encarar alguém com mais pelos que nós! Dependendo da quantidade e da “localidade”, pode até comprometer a higiene.

4. Bigodinho descolorido.

Pelos no buço? Pelo amor de Deus, depile-os. Nada de descolori-los, deixando-os loirinhos. A sensação de beijar alguém com bigodes não é exatamente o que costuma animar um homem heterossexual.

5. Pés descuidados.

Não precisa ter fetiche por pés para reparar neles. Por isso, meninas, cuidem muito bem de seus pezinhos. Joanete, olho de peixe, unha encravada são coisas que, realmente, chamam negativamente a atenção.

6. Stress.

Cansaço, preocupação… eis coisas que não combinam com sexo.

7. Depressão.

Quem está deprimido não tem vontade para nada!

8. Ansiedade.

Às vezes, podemos estar tão preocupados com nossa performance sexual que, ao invés de simplesmente partir para a curtição, acabamos encarando o sexo como uma tarefa que precisa atingir determinados resultados. Aí, não tem jeito: quando sexo vira obrigação, o caminho para a broxada é quase certo.

9. Medo de falhar.

Quanto maior o medo de broxar, maior a probabilidade de broxar. É como se a gente ficasse o tempo todo repetindo para nós mesmos: “não posso falhar, não posso falhar.” A pressão é inimiga mortal do tesão.

10.  Espaço reservado para você colocar sua opinião. Clique no titulo do artigo e em abrira o titulo “comentários” e escreva uma coisa que você acha que contribui para a broxada masculina

Em resposta….

“Casados há 15 anos. Eu 32, ele 37 anos. 3 filhos. O problema é o seguinte: ele está brochando! Transamos pouquíssimas vezes, por mês umas 3 ou 4x, e ainda assim nas poucas vezes ele brocha. Puta merda viu! Pergunto oq está acontecendo e a desculpa é sempre a mesma: cansaço. Começamos, me empolgo vou lá chupo faço tudo, ela lá paradão imóvel feito estátua, blz continuo mesmo assim, monto nele e quando vou ver morreu! Brocha, não goza e ainda pede pra parar! Aaah vá né. Sou bonita, me cuido, tenho um corpo legal (uma barriguinha por conta das 3 gravidez e os seios pequenos mas tudo no lugar nada caído, graças), sou paquerada na rua, tenho desejo por ele, não tenho frescura, sugiro até novas idéias pra apimentar o sexo, chamo pra ir a motel, mas nada muda. Tudo ele recusa e continua brochando. Não sei mais oq fazer, só sei que isso aos poucos tá acabando com meu juízo, não consigo mais fingir que nada acontece!

Oq pode ser? Será mesmo traição então? Será a idade? Oq será??!”

Bem…

Quanto a ele, de um tempo, mas quanto a você masturbasse a vontade e/ou faça “sexo paralelo” (arrume alguém apenas para suprir este problema), até ele se recuperar.

Não é justo você ficar em abstinência sexual.

Mas você não tem o direito de obrigá-lo a fazer o que ele não queira, ou não possa.

PACIENTE 18118…

Bem, não revele meu nome, sou branca, baixinha, gordinha, cabelo cacheado e preto, e olhos pretos, meu namorado, é alto, magro, tem cabelos lisos, e pretos, olhos castanhos claros, e Branquinho tbm, era num sábado, e já estávamos 14 dias sem transar, a última vez que transamos, ele gozou em 15 segundos, então, aquilo era o fim pra mim, pensei muitas coisas, com a possibilidade de ele contrair ejaculação precoce, fiquei dias pensando sobre o ocorrido, porém éramos um casal muito ativo sexualmente, transávamos 3 vezes por semana, na minha casa ou na dele.
Eu quando o conheci, minha mãe trabalhava das 7h00 as 18h00, ent, tínhamos bastante tempo livre, ate que ocorreu de eu estar com suspeita de gravidez, por eu ser a filha mais nova da minha mãe, e ele ser o do meio da família dele, veio o medo, pensamos em aborto, o que seria certeza se eu estivesse grávida, minha menstruação veio depois de dez dias atrasados… Enfim, como já faziam 14 dias(duas semana) que não transávamos, eu me sentia uma cadela no ciu, todas as noites queria dar pra ele, nossas conversas pela internet eram picantes, mais mesmo assim nada, então chegou sábado, tudo combinado, ele veio dormir na minha casa, minha mãe saiu, e eu e ele ficamos sozinhos (não tenho pai).. Por volta das 22h30 fui tomar banho, os colchões já estavam na sala, e ele me esperou, coloquei uma camiseta que era bem larga e ficava muito grande em mim, igual vestido, sem calcinha, olhei pra ele e falei :
– Eu : Qual vai ser? 
– Ele : me diz você !
– Eu : o que vc quer eu quero em dobro!
– Ele : então vamos!!
Começamos a se beijar, e ele que se excitava só com palavras, Estava de pau mole ainda, surtei :
– Eu : Nao acredito que vc esta de pau mole
– Ele : por isso que queria te beijar
– Eu : não vou ficar de beijinho não, quero dar pra vc
Fiz e fiz, ate que ele estava de pau duro, falei :
– Eu : vou mijar, poe a camisinha ai
Fui, quando voltei o pau dele estava mais mole que tudo, fiquei puta da vida, sentei no sofá, ele começou a ficar meio triste por eu estar brava, então comecei a mexer no cell, uns dois minutos depois ele começou a me chamar, eu não respondia, ele chamou pra deitar, eu disse que Não, então olhei pra ele e ele estava com o pau super duro, de camisinha.
Apaguei a luz, me joguei na cama e ele já veio por cima, e ficamos no papai e mamãe, mais eu pedi pra que ele me comesse na cama da minha mãe, mais resolvemos voltar pros colchões na sala, então, me joguei na cama e fiquei de quatro toda empinada, ele tentou encaixar mais não conseguiu devido a diferença de altura, voltamos ao papai e mamãe e ele gozou, então eu pedi pra sentar, ele nunca quis pq nunca tinha experimentado minha sentada, ele sentou e eu subi, coloquei o pau na portinha da minha bureta, e sentei bem devagarinho, então comecei a cavalgar com vontade, fui devagar e ele desesperado puxava meu corpo, então comecei a sentar em cima da pika dele bem rápido e eu estava gemendo então parei e comecei a ouvir ele gemendo, e cada rebolada na pica dele, ele gemia mais, entre comecei a quicar na pica dele, então ele pediu pra eu parar e começou a empurrar debaixo, bem fundo que eu sentia suas bolar roçando na entrada da minha vagina, eu estava gemendo muito alto, eu senti um prazer muito grande, comecei a tremer mais mesmo assim não cozeu, então comecei a sentar de frente, quicava e pulava naquela pica grossa que deve ter uns 18 cm, e ele dando tapas, então, voltamos ao papai e mamãe, e ele começou a meter muito forte, dizia que ia me arregaçar, até que gozou, então seu pau amoleceu e ele começou a me chupar, mais eu não estava com tanto prazer, fizemos um 69, mais eu quis parar, pois mesmo não tendo gozado, eu estava acabada, tínhamos atrasando por 3hrs.Paramos e fomos fazer um suco natural, depois fomos dormir, mais eu comecei a insistir pra ele me comer, mais ele duzia estar cansado, e que seu pau não subiria mais, fiquei passando a mão nele, e em cinco minutos seu pau estava super duro, ele colocou pra fora e dei algumas chupadas, mais parei, então pedi pra ele me chupar novamente, então resolvi sentar, mais não pomos camisinhas, eu sentei, e ele começou a empurrar por baixo, eu só gemia de olhos fechados, sentia suas bolas quase dentro de mim, mais entre depois de uns minutos ele senti o gozo vir, e me tirou de cima dele, mais não gozou, então ele falou pra fazermos um meia nove, ele nunca tinha feito eu gozar e parecia ser impossível, então “sentei” na sua cara, e mesmo assim não estava bom, pouco tempo falei pra ele onde chupar, e comecei a sentir um prazer, mais ouvi um barulho e paramos, não era nada e voltamos, eu comecei a chupar o pau dele, lambia tudo, enfia na boca ate quase a garganta, lambia a cabeça, enquanto masturbava ele, e como não estava sentindo prazer levantei o corpo, então ele pois a linguá no meu ponto fraco na buceta, senti um prazer imenso, fiquei como se estivesse de quatro bem aberta e toda empinada, encima da boquinha dele, parei de chupar e só fiquei gemendo, ele começou a mover meu corpo pra frente e pra trás, sua linguá percorria minha bucetinha inteira, então senti o gozo, e comecei a gozar na boca dele, sai de cima e fiquei morta na cama, depois de me recompôr comecei a chupar seu pau com vontade, ate ele gozar na minha boca… terminamos, e dormimos. 

PACIENTE 18116…

Me chamo Fátima, tenho 35 anos, meu marido e eu temos uma vida tranquila e confortável, vivemos em um bairro de classe média alta aqui em Niterói e não temos filhos. Esse fato que vou contar, aconteceu a cerca de um ano atrás, nunca tive coragem de contar isso a ninguém, nem demos parte na polícia para não ter que se tornar público. Nosso casamento não andava bem das pernas nessa época por conta de uma traição da parte dele que eu tinha descoberto, mas estava tentando perdoar. Num certo sábado nós estávamos voltando de uma festa de aniversário, era bem tarde, cerca de onze e meia da noite mais ou menos, quando fomos abordados por dois homens no portão de casa, eles estavam armados e nos renderam facilmente. Fomos amarrados e amordaçados dentro do nosso quarto enquanto eles faziam a limpa na casa, eu só pedia a Deus que aquele pesadelo acabasse logo e que eles fossem embora, mas o que eu não imaginava é o que eles fariam comigo antes de irem. Eles entraram no quarto e rasgaram toda minha roupa, me deixando totalmente nua em cima da cama, meu marido foi colocado sentado numa poltrona totalmente imobilizado sem poder fazer nada, teve que assistir a tudo sem poder se mover. Primeiro eles chuparam meus seios, cada um de um lado, enquanto passavam as mãos e dedos na minha buceta e no meu cú, senti uma mistura de raiva, ódio e humilhação no começo, mas depois que os dois começaram chupar e lamber minha xota e o cuzinho, eu não sei o que aconteceu mas comecei sentir mesmo sem querer um prazer, e um tesão imenso, aqueles homens brutos ali, cada um chupando de um lado, nossa, parece loucura, mais foi muito bom sentir uma língua na xota e outra no cú ao mesmo tempo. Foi tão bom que eu até gozei, mas tive que me segurar pro meu marido não perceber. Depois eles tiraram minha mordaça, e ameaçaram matar meu marido se eu gritasse, tive que mamar o cacete dos dois sem reclamar, e sem fazer cara de nojo, chupei e lambi até as bolas, aliás eram enormes e bem grossos como eu nunca tinha visto antes de perto, a final o do meu marido mede só 14cm duro. Eles se revezavam na minha boca e passavam o pau no meu rosto e seios, teve uma hora que eles queriam enfiar os dois de uma vez, mas não coube nem as cabeças na minha boca. Minha buceta nessa hora já tava pegando fogo e toda melada, sorte que não dava pro meu marido ver. O mais forte dos dois abriu minha pernas e foi o primeiro a meter na minha xana, primeiro ele pincelou bastante a cabeçona avermelhada na minha racha e no grelo, e depois meteu tudo de uma vez, quando entrou tudo, não aguentei, gozei e dei um suspiro alto, que meu marido deve ter até percebido que era de tesão, mas não podia fazer nada, só olhar e chorar. O pauzão entrava e saía da minha buceta enquanto eu era obrigada a chupar a tora do outro, depois eles trocaram, o mais magro comeu minha buceta e tive que chupar a rola do mais forte toda melada da minha buceta. Depois de alguns minutos, o mais forte mandou eu ficar de quatro e cuspiu no meu cuzinho, nessa hora senti até um frio na espinha de imaginar o que ia acontecer, senti o cabeção duro esfregando no meu buraquinho como se tivesse tentando amaciar o caminho, depois fui sentindo entrar devagar, primeiro passou a cabeça, ameacei gritar, e levei um tapa no rosto do outro, tive que aguentar quieta a piroca rasgando meu cú até entrar bem fundo. Quando já tava tudo enterrado, e ele começou bombar meu rabo, senti um tesão intenso como nunca jamais senti com meu marido, eu até gozei com a piroca no rabo, mas me contive pra não chamar atenção. Depois de muitas bombadas ele finalmente gozou, tirou de dentro e jorrou a porra nas minhas costas, deu pra sentir que era muita, fiquei bem lambuzada. Depois foi a vez do outro, dessa vez a pica entrou mais facíl, meu cú já estava bem arrombado e o caralho deslizou pra dentro de uma vez, eu sentia até as bolas batendo na minha bunda, tava torcendo pra ele gozar de uma vez e tirar aquele pauzão da minha bunda que já tava assada de tanto levar rola. Ele comia meu cú e passava os dedos no meu grelo me fazendo gozar mais uma vez. Senti a pica inchando dentro do cú e os jatos de porra inundaram meu buraquinho, quando ele tirou o pau de dentro, o leite escorreu feito cachoeira. Satisfeitos eles foram embora levando todas as minha jóias, objetos valiosos e dinheiro que puderam levar. Nunca pensei que sentiria um tesão tão grande assim na minha vida. Gozei várias vezes naqueles cacetões, meu marido não sabe é claro, até hoje ele pensa que eu tava sofrendo. Parece loucura, mas todos os dias eu me imagino sendo fodida por eles de novo, mas sem a presença do meu marido, pra eu poder fazer tudo que quiser sem ter que esconder meu tesão. E eles filmaram e fotografaram tudo… Peço que não me jugue, obrigada ! 

PACIENTE 18215…

Olá, me chamo Sandra mas todos me chamam de sany o que eu vou contar aqui é um relato verdadeiro que vem me acontecendo .
Moro em um conjunto de edifícios e meu quarto e de frente para outro bloco e sempre que chego do trabalho vou para meu quarto e abro a janela onde um senhor de meia idade que está no quarto dele e fica me observando sempre fecho a cortina mas um dia de muito calor eu cheguei e como não o vi deixei a cortina aberta e tirei minha roupa e meu sutiã ficando só de calcinha 
Não sou bonita e nem tenho corpo filé mágnon mas me acho gostosa meus seios são pequenos e cabem na boca minha bunda é normal mas é bem durinha o que mais acho sexy em mim é minha boca com lábios cheios e carnudos e sou cuidadosa com minha higiene tudo lisinho mas em fim deitei na cama e dobrei as pernas ficando em posição de frango e pensando na vida fiquei ali de repente percebo que estou sendo observada sem que ele veja dou uma olhada e o senhor que nem sei o nome está lá parado com uma bermuda sem camisa alisando seu membro e olhando eu deitada na cama de pernas abertas confesso que fiquei com tesão e passei a mão em minha bucetinha e alisei os bicos do meu seio… fiquei uns minutos me alisando ele se esfregava também foi quando sentei na cama e olhei diretamente pra ele que ficou sem jeito e saiu da janela… me levantei fechei as cortinas e me acabei numa siririca gostosa com o Tom …quem é tom ??? em outro consulta conto bjos…..

PACIENTE 18211…

Ir ao teu encontro, algo ansiosa.
Imaginar apenas o cenário dava-me uma excitação inquieta, ansiando por te ver. 
Vi-te atrás da porta, parando com um sorriso meio escondido feliz. 
Querias-me naquele momento. 
Não te resisto, sabes. Beijo-te e os nossos lábios aquecem-se e cumprimentam-se como se uma saudade caísse sobre eles. 
Não te quero, mas gosto das nossas saudades. Saudade de te sentir, de te ter e de te dar. 
Desejei para que tivesses as mãos sujas. “Não me toques”, disse excitada. Segurei-te os braços ligeiramente e pulos para trás de ti. Não queria que me tocasses com as mãos sujas de sangue. 
Todo aquele cenário. Permitimo-nos ao amor ali.
Beijámo-nos. Beijei o teu pescoço, descendo pelo teu peito, sentindo em ti a excitação a crescer..
Despi-te, nada tocava nas tuas mãos e as tuas mãos não tocavam em nada. O prazer instalava-se. As fantasias aqui não entram. Apenas o puro desejo do momento.
Desejava-te. Queria que me desejasses.
Beijei-te, duro. Sentias a minha boca a envolver-te, devagar. Aos poucos, envolvi-te, como se envolvesse todo o teu corpo na minha boca húmida e quente. Acariciava-te, excitada, como se as tuas mãos me tocassem.
Tinhas uma vontade louca de me tocar.
Dava-me prazer afastar os teus braços, queria que sentisses todo e apenas o meu toque naquele momento. 
Tudo se apagou, a minha boca era o teu maior objecto de desejo e nela saboreavas todos os emoções. 
Com movimentos a aumentar de tesão, agarrei-te com a mão, queria sentir-te mais, desejosa de te levar ao êxtase e nos meus lábios escorregavas, duro e quente.
Não resististe e agarraste-me o cabelo, com força e com movimentos mais rápidos fomos um orgasmo único, devolveste-me todo o teu prazer, gritaste e entregaste-te a mim, como o cenário o desejou. 
Na tua ausência, era igual.

PACIENTE 18207…

Meu nome é Ana! Tenho 36 anos, sou empresária no ramo de lingerie, sou casada, alta 1,76, loira, cabelos lisos na altura dos ombros, olhos azuis, seios grande, bunda media, e buceta pequena! Me considero gostosa!
Eu gosto muito de lanchas e navegar , eu e meu marido temos uma lancha em capitólio MG, e como moro em são Paulo, quase não temos tempo de ir pra lá navegar e cuidar da lancha!
Um certo dia estávamos em capitólio e conhecemos um rapaz ali de perto que trabalhava com náutica e resolvemos contratar ele pra pilotar e cuidar da lancha pra gente!
O nome desse rapaz é Vitor( nome fictício) Ele é alto, tem um corpo lindo, cabelos bem curtos , um rostinho lisinho do jeito que adoro, coxas fortes , uma bundinha linda e nossa! Um pau grande e lindo!
Meu marido é bem mais velho que eu, e fazia muito tempo que eu não dava uma trepada gostosa, e meu marido so com trabalho e esquece que eu tenho muito tesão.
Peguei um final de semana prolongado e fui pra capitólio sabendo que o Vitor estaria lá. Ao chegar já pedi pra ele me levar num lugar sossegado onde ele pescava porque eu queria nadar nua!
Nossa ele ficou todo contente e fomos! 
Chegamos nesse lugar ele colocou a sunga , e dava pra ver o volume daquele pau gostoso e aquele corpo lindo! Eu entrei no quarto da lancha e coloquei um biquíni minúsculo e sai la fora com ele!
Eu ficava me mostrando! Até fiz top less pra ele ver meus seios! Aí chamei ele pra nadar e pulei na agua e ele pulou junto!
Ficamos brincando e eu me esfregava nele, e então tirei a calcinha do biquíni.
Nossa! Eu estava meladinha e pedi pra ele tirar a sunga! Cheguei perto dele e senti aquele pau delicioso bem duro e não aguentei e o agarrei e nos beijamos gostoso!
Eu chamei ele pra irmos na lancha, e ao sairmos da agua, ele me beijava e chupava meus seios.
Logo começou a chover e entramos no quarto da lancha , eu fiquei de quatro e ele enfiava a cara na minha bunda e chupava minha buceta e meu cú! Nossa que delicia!
Depois chupei bastante aquele pau lindo! Eu engolia todinho e passava a lingua na cabecinha! Depois eu deitei na cama com as pernas abertas e depois de chupar minha buceta , ele enfiou vigorosamente ai que pau delicioso inteirinho na minha buceta e começou a mexer gostoso! Logo gozei!
Aí fiquei de quatro e ele esfregou o pau no meu cu e na minha buceta melada e enfiou mexendo e me puxando pela cintura! Logo senti a porra dele escorrendo na minha buceta!
Depois ele me comeu de lado, em pé! Eu cavalguei muito gozando no pau dele! Fizemos um 69 e quando ele foi gozar eu fui la e chupeitodo o leitinho!
Demos um tempinho e senti ele esfregando o pau no meu cu e lambendo meu pescoço! Nossa! Eu abri minha bunda e deixei ele meter no meu cu de ladinho, e senti ele gozar!
Foram 4 dias de muito sexo! Deu pra matar a vontade. 

FOTOS RECEBIDAS NO FINAL DE SEMANA…

ESTA CERVEJA É FORTE….

INTERESSANTE TATUAGEM…

OBRIGADO PELA FOTO…

GOSTO MUITO DE SEUS COMENTÁRIOS….

OLHAR CHARMOSO….

CORPO PERFEITO….

OUSADIA….

OUSADIA….

AMBA OUSADIA…

QUE CHARME…

SEM ROSTO… MAS GOSTEI DA FOTO.

LEGAL…

OUSADIA MESMO…

LINDA E PERFEITA….

LINDA…

BEM….

GOSTEI…

 

OLA…

TEMA DE HOJE : O DESEJO…

Sabe quando você se depara com uma vontade, quase que

incontrolável, de fazer sexo com alguém?

Quando você está longe do ideal, mas mesmo assim, você quer fazer e

percebe que o melhor seria não fazer e mesmo assim faz….

Ou simplesmente quer transar e não é isso que ele quer mas o fez fazer…

Pode gerar briga, um termino de relacionamento

ou qualquer coisa…

Apenas seu DESEJO produziu sem pensar em consequências….

 

 

PACIENTE 18194….

“Sou uma mulher de 38 anos e, frequentemente, tenho muita vontade de me masturbar durante o dia.

Posso estar no trabalho, em casa ou num bar com amigas que, de repente, vem aquela vontade, e tenho que ir para um banheiro.

Isso está atrapalhando a minha vida.

Como posso resolver?”

O comportamento sexual se torna um problema quando gera repetição, e começa a afetar a rotina de trabalho, os relacionamentos, as amizades e a vida do casal.

Isto não é sexualidade é um vicio e/ou compulsão.

PACIENTE 18164…

“Tenho muita vontade de transar. Não  posso ver meu marido que eu fico com aquele desejo todo, mas tenho vergonha de pedir para transarmos, pois a gente faz isso todos os dias, e eu sempre quero mais. Também não consigo chegar ao orgasmo em outra posição que não seja “mamãe e papai”, mas não quero fazer sempre a mesma coisa.

Como posso me soltar mais?”

Esse comportamento é um sintoma não do aumento exagerado do desejo sexual, mas sim de ausência de satisfação plena, dai a vontade de alcançar a plenitude do prazer buscando repetidamente .

D. 40a

Eu ainda não tive nenhum problema de desejos!!!

Agora queles desejos que a gente ve em filmes e novelas que  o marido tem que acordar na madrugada para me atender e fazer gozar de forma, incontrolável  acho ridículo.

Uma besteira!

Pois a hora que sinto esse desejo se ele(s) não estiver disponível ou disposto a me comer..

Me masturbo e me satisfação imediatamente…..

É minha opinião.

O que você acha Igor??????

Desejo sexual…

R. 35a

“Tenho 45 anos e há dois meses que ando com uma pessoa, com quem sinto a mais perfeita sintonia. Estamos muito apaixonados e damo-nos bem. Tive uma relação muito longa e outra mais breve, antes. Acontece que o meu desejo sexual é muito intenso e perturba-me. Fazemos amor sempre que podemos, 3/4 vezes por semana, mas isso parece não me chegar, acordo de manhã sempre com a libido muito excitada e ele não quer que eu me masturbe, para desfrutar em pleno. Como quando era mais jovem não sentia tanto desejo sexual, acho estranho este apetite agora. Será que há alguma disfuncionalidade ou isto é normal? Devo procurar apoio? Ele não se queixa nada e gosta que eu seja assim, mas eu começo a ficar perturbada.”

O desejo sexual é determinado por muitos fatores incluindo afeto, educação, qualidade e quantidade de estímulos, etc. O aumento da libido também pode estar relacionado com os níveis sanguíneos de testosterona livre em mulheres.

Se considera que o seu desejo sexual a perturba, pode procurar a orientação de um neuropsiquiatra, mas pelo que refere penso que isso não seja muito problema e no meu entender é melhor aproveitar a sua sexualidade em toda a plenitude.

Em minha opinião, o erro é ter que ter a autorização dele para ter prazer…

 

Desejo incontrolável ?????

Olhando à luz da razão, a maioria das vezes ele nem faz seu tipo.

Aliás, pensando bem, fica até longe disso.

Mas quando “o calor” aparece, você muda completamente de ideia.

Olhando de perto, é sim tudo o que você quer.

Afinal, o momento mexe com você de uma forma inexplicável.

O corpo fascina.

Paixão?

Talvez.

Mas essas sensações também fazem parte da atração sexual, que está ligada aos nossos instintos.

É um sentimento não racional, um fluxo de energia que acontece entre as pessoas.

Mas será possível identificar esse sentimento?

Uma simples vontade de se aproximar fisicamente, abraçar e beijar já indicaria uma atração.

Entretanto, ao contrário do que muita gente pensa, ela não se manifesta apenas no desejo de ter uma relação sexual.

Basta olhar para a pessoa e sentir-se bem, deixar o contato fluir…

 

PACIENTE 1869….

P. 18 anos

“Eu tinha 18 anos e fui fazer uma entrevista de trabalho em São Paulo, porque a sede da empresa era lá (eu morava no Rio). Estava muito empolgada, era a primeira vez que viajava de avião e havia a excitação normal de uma primeira vez e também pela expectativa do novo trabalho. 

Tudo correu bem, recebi resposta positiva já no fim da entrevista. Voltei muito mais motivada e, na fila para entrar no avião, reparei um homem de uns 40 anos, muito bonito, portando um terno impecável. Nós olhamos, mas ficou nisso. 

Naquela época havia divisão de classes na ponte aérea e mal o avião fechou as portas, a comissária se dirigiu a mim: “A senhora foi convidada a sentar-se na primeira classe, gostaria de me acompanhar?”. Nem hesitei e quando cheguei o homem charmoso me esperava com um flut de champanhe. 

Conversamos e ele me beijou. Ao descermos do avião ele perguntou se eu não gostaria de ter uma noite íntima com ele, expliquei que não podia dormir fora de casa (naquele tempo não havia celular e eu morava com meus pais). Ele me levou a um motel e lá pediu se eu poderia ‘beijar seu sexo’. 

Eu só tinha tido uma única experiência sexual na vida, com o namorado com o qual perdi a virgindade. Mas o namoradinho era tão jovem quanto eu e nunca fizemos sexo oral um no outro. Fui sincera e disse ao homem que eu jamais havia feito. 

Acho que aquilo o excitou mais ainda e ele me perguntou se eu gostaria de experimentar. Disse que sim e ele me deu uma verdadeira aula de como dar prazer a um homem com a boca. Até hoje acho que lhe devo o gosto por e a habilidade para este tipo de prática sexual” 

 

PACIENTE 18175…

A. 46 anos.

“Foi em uma viagem à Turquia. Começou a chover em Istambul e eu entrei correndo numa loja de doces. Um rapaz estava parado na porta e puxou assunto comigo. Como eu não falava a língua, ele puxou assunto em inglês. Não dei muito papo e fui pagar os doces que tinha comprado. O rapaz do caixa disse que já estavam pagos e eu quis saber por quem, mas não consegui saber. 

Saí da loja mesmo debaixo de chuva e quando estava numa rua um pouco deserta ouço uma voz perguntando se eu não iria lhe oferecer um doce. Fiquei muito assustada e ameacei gritar se ele não fosse embora. Ele fez uma cara de quase de choro e pediu muitas desculpas, disse que tinha apenas me achado bonita e gostaria de conversar comigo. Me convidou para um vinho mas não aceitei. 

Vi que havia uma delegacia na esquina onde me encontrava e relaxei. Continuei a conversar com ele por meia hora, abrigados debaixo de uma marquise. Até que a chuva parou e eu fui me despedir. Ao darmos um beijo no rosto, ele me beijou na boca. Estávamos molhados de chuva e senti uma excitação inexplicável.

Já estava quase transando com ele no meio da rua, por isso decidi levá-lo até o apartamento que eu alugara e, antes de subir, o revistei e tirei uma foto, enviando a um amigo por precaução. Ele achava tudo engraçado. O desconhecido me proporcionou orgasmos múltiplos e ele mesmo ejaculou cinco vezes em um período de 8 horas em que ficamos juntos. Nunca mais nos encontramos e não me arrependo nem um pouco de ter feito esta loucura”. 

PACIENTE 18185…

 

E. 41 anos.

“No bar do restaurante, aguardava por uma grupo para um almoço de negócios. Mas houvera um contratempo e o almoço foi cancelado. Como já estava lá e com fome, resolvi comer sozinha. Sentei-me a uma mesa e, ao lado, havia um homem sozinho. Me acomodei e quando estava olhando o cardápio ouço uma voz bonita e masculina ‘Belos muranos’. 

Eu estava usando um colar de pedras legítimas de cristais de Murano e achei surpreendente o comentário. Acabei sorrindo e perguntando como ele sabia que eram muranos. A conversa ia se desenvolvendo até que ele perguntou se eu não gostaria de mudar para sua mesa, já que ambos estávamos sozinhos. 

Eu aceitei e a atração mútua se fez evidente. Ele era médico, disse-me que seu consultório era ali perto e perguntou se eu não gostaria de conhecer os vasos de murano que acabara de adquirir para a decoração. Transamos na sua mesa de trabalho, mas tivemos o cuidado de tirar o vaso para não quebrar. 

Ambos éramos casados e por isso nunca mais nos vimos. Tenho o colar até hoje e sempre lembro desse encontro inusitado quando olho para a bijuteria”. 

FANTASIAS SEXUAIS “NUMÉRICAS”…

Quando a pergunta: qual é a maior fantasia sexual masculina, a resposta está na ponta da língua: transar com duas ao mesmo tempo.

E vós, mulheres, sonham com dois homens na sua cama?

Saibam que muitas garotas pensam, sim, em servir de recheio para esse picante ‘sanduíche’. Outras não só imaginam como realizam a fantasia conhecida como ménage masculino – dois homens e uma mulher.

A profissional liberal Patrícia, 29, já fantasiou estar com dois homens, mas na hora do vamos-ver, congelou.

“Eu estava saindo com um cara lindo, loiro, tudo de bom. O sexo era ótimo e tínhamos muita intimidade. Aí ele sugeriu que eu saísse com um amigo dele, que cheguei a conhecer”, lembra Patrícia, que achou o moreno de primeira linha. “O amigo era outro deus grego e tive fantasias com os dois ao mesmo tempo: o loiro e o moreno. Mas quando chegou perto de acontecer, fiquei com medo e amarelei”, conta ela, que não se arrepende. “Eu não saberia como agir depois, acho que me sentiria mal e resolvi deixar só na imaginação”, diz.

Entre amigos…

Para colocar certas fantasias em prática é preciso coragem. Principalmente, para assumir seus desejos mais íntimos. “Tem que ser bem resolvida e saber o que quer”, diz a assessora de imprensa Roberta, de 31 anos, que transou com dois homens ao mesmo tempo na época da faculdade. “A gente tinha uma banda de rock. Em um ensaio, na casa de um deles, a gente bebeu um pouquinho a mais e ficou meio bêbado”, conta ela, que resolveu tomar um banho de banheira. “Deixei a porta do banheiro aberta e toda hora um dos meninos entrava. O clima foi esquentando, até que alguém teve a ótima ideia de jogar strip poker”, lembra, dizendo que a brincadeira foi uma forma lúdica de mostrar as intenções de cada um.“Lá pelas tantas, todo mundo seminu. Éramos eu e três caras, só que um deles não conseguiu e saiu da sala. Entre nós três rolou de tudo”, revela ela, que continuou saindo com os dois por um tempo. “Era a maior zoeira. A gente se telefonava para marcar um chope e acabávamos na cama”, conta, sem arrependimentos ou culpa. “Realizei minha maior fantasia com dois amigos com quem me dou bem até hoje. Era um tesão, com muita intimidade e cumplicidade. A gente falava o que queria fazer e o outro embarcava na onda”, relata Roberta, que hoje é mulher de um homem só. “Acho que quando a gente aproveita muito a adolescência, fica mais velha e quer logo assentar o facho“, diz.

O advogado Daniel, 30 anos, estava na festa de final de ano da empresa quando uma de suas vizinhas de mesa virou-se para ele e disse “você é tão cheiroso” e, em seguida, “você não me escapa”. Nada demais, não fosse a tal mulher esposa do seu outro vizinho de mesa. “Ela me contou que o casamento deles era aberto e que tanto ele podia sair com quem quisesse, como ela também. E falou com todas as letras que queria transar comigo e com o marido ao mesmo tempo“, conta o advogado, que aceitou na hora. No fim de semana seguinte, ele foi passar a tarde na casa dela e rolou de tudo enquanto o marido estava fora. “Quando ele chegou, eu estava de cueca no sofá, com um copo de whisky na mão. A mulher dele, só de calcinha. Eu fiquei nervoso, mas ele tirou de letra. Disse que ia mudar de roupa e se juntar a nós”, lembra Daniel, que recomeçou os trabalhos, agora a três. “O marido ligou o som, tomou uma dose e a mulher dele veio pra cima de mim. Abaixou a minha cueca e começou. O marido ficou se masturbando, até que nós dois transamos com ela”, diz ele, deixando claro que não rolou homossexualismo. Para o advogado, esse modelo de casamento é um exemplo. “Acho que o mundo seria melhor se todo mundo fosse assim, porque eles são um casal incrível, super carinhoso. São dedicados um ao outro e tudo o que fazem é sabido, não tem traição. A mulher conta ao cara com quem quer transar e ele aprova ou não“, conta.

Segundo nossa opinião, fantasiar ter sexo com dois ou mais homens não é uma fantasia muito comum entre as mulheres. “Mas para aquelas em que isto é verdade, a motivação é bastante forte, afirma, lembrando que a fantasia tem que superar alguns entraves até ser realizada. “O primeiro deles é a moral em nossa cultura. Este entrave moral ocorre para que exista um controle sobre a possível prole de uma mulher. Ter relações sexuais com dois homens ao mesmo tempo pode conduzir a uma gravidez sem reconhecimento do pai pela dúvida que surgiria, explico , lembrando que a valorização dos contraceptivos e os exames de DNA amenizam esse entrave.

O segundo entrave é encontrar um homem que consiga viver bem com esta parceira sexual durante e depois do ato. “Continuará havendo respeito se o homem acreditar que a mulher tem o direito desta prática e que este sexo não a denigre nem a rebaixa moralmente, afirmo, explicando que o marido ou namorado que aceita tal situação é alguém que administra bem o ciúme e não se sentirá diminuído pela necessidade da mulher de ter contato sexual com outros homens.

Eu tenho a força…

Fantasiar ter sexo com dois homens pode dar a mulher a sensação de poder. “Pode condizer com ela sentir-se no controle da situação sobre dois homens, pode permitir experimentar condições sexuais diferentes, pode possibilitar sentir-se sob controle em submissão absoluta, explico acrescentando que devem existir mais mulheres fantasiando o sexo com dois homens do que as mulheres que executam estas atividades.

Quero realizar essa fantasia. E agora?

“O primeiro passo é individual. A mulher vai se encarar no espelho no dia seguinte de que maneira? O que significará para ela este ato? Se não surgirem pensamentos negativos e sentimentos destrutivos, este passo pode ser considerado seguro”, pondero, salientando que o segundo momento tem a ver com o namorado ou marido. “Ambos devem se questionar se esta prática mudará, ou como mudará o relacionamento e o futuro de ambos”, alerto.

Na hora agá, há a preocupação de como os homens vão se relacionar entre si. Para muitas mulheres a bissexualidade masculina é ruim. “Aliás, é voz comum de que um homem bissexual é, na verdade, homossexual. Isto significa que as mulheres não se sentem confortáveis com os homens se tocando, assim como uma grande parte de homens não gosta da possibilidade de se tocarem no ménage a trois”, explico .“Não é comum mulheres sozinhas procurarem situações sem envolvimento para experimentarem o ménage“, afirmo, salientando que a confiança é um dos fatores determinantes ao realizar esta fantasia. “O problema nos casais é que este assunto é tratado como um dos tabus do sexo, pois gera compreensões de que a outra pessoa pondera traições e infidelidades constantes. E quando um expõe diretamente o desejo de sexo variado está exatamente confiando ao verbalizar o desejo!”, explico .”O sexo entre dois homens e uma mulher é uma possibilidade que sempre existiu na espécie humana e que não deixará de ocorrer em nenhuma situação cultural e social”, concluo.

 

PACIENTE 18167…

Ainda que com a correria do dia a dia seja difícil conciliar o trabalho com um tempinho para cuidar da gente, não abro mão de ir toda semana à academia. Mantenho essa rotina há pelo menos dois anos porque é graças a ela que meu corpo fica muito mais bonito e sarado, e assim, qualquer vestido que eu use marca muito mais minhas curvas – o que eu sei que deixa os homens completamente loucos.

Além disso, na academia aparecem uns caras musculosos e suados que me deixam babando! Aqueles peitorais maravilhosos sempre me fizeram pensar mil loucuras, e mal imaginava eu que muito em breve esse sonhos acabariam virando uma das melhores transas que eu já tive na vida.

Ontem à tarde, um garotão de 18 anos, com corpão, músculos e jeito de macho alfa sentou em um dos aparelhos do meu lado. Logo de cara eu notei que ao sentar, o shorts agarradinho que ele estava usando deixava mostrar um volume bem recheado no meio das pernas.

Eu já estava preparada pra sonhar com aquele gato do pau grosso à noite, quando reparei que ele não tirava os olhos da minha bunda. De propósito, inclinei um pouquinho mais o aparelho, deixando ele com uma visão privilegiada do meu corpo. E não é que o safado não desgrudou mais os olhos de mim?!

Resolvi testar o limite do garoto e sentei na bicicleta, fazendo questão de roçar algumas vezes, com vigor, minha vagina no selim. Não deu outra: o menino ficou em chamas! Dava pra notar que ele estava me comendo com os olhos e desesperado para me atacar. Sem pensar muito, levantei da bicicleta e fui em direção à saída, passando por ele no caminho e sussurrando enquanto olhava na sua direção “No estacionamento”.

Achei um cantinho escuro em meio aos carros e não demorou nem dois minutos para o safado aparecer de mastro duro na minha frente. Ele já chegou me dando um beijo quente e molhado e colocando a mão por dentro do meu shorts, querendo me masturbar.

Mas eu estava tão desesperada por aquele pacote enorme que resolvi atacar antes: abaixei o shorts e a cueca dele, e abocanhei seu pau. E ele era enorme, ainda maior do que o shorts deixava imaginar!

Chupei várias e várias vezes, até ele não aguentar mais e me pegar de jeito: pela frente e depois por trás, em um ritmo louco em que eu não consegui nem respirar. De vez em quando alguém aparecia no estacionamento e nós precisávamos nos esconder ainda mais, abafando o som dos gemidos e ficando cada vez mais excitados com a situação. Depois que a pessoa ia embora, a gente recomeçava tudo de novo com vigor.

Chegamos ao orgasmo juntos, completamente cansados e extasiados, mais de uma vez. Foi tudo tão intenso e longo, que quando nos recompusemos e nos vestimos, já era noite. Dei então um beijo bem safado de despedida nele e fui embora, já sonhando acordada com os próximos dias na academia…