Mês: Maio 2019

EU…

ME SINTO MUITO BEM…

Imagem relacionada
Por um momento, sinto que o tempo parou e sinto o quanto estou incrivelmente feliz. 
Estou vivenciando o momento mais lindo da minha vida, aprendendo sobre a diversidade de momentos, descobrindo lugares e conhecendo pessoas que tocam meu coração na primeira vez que os encontro. 
Eu experimentei e aprendi muito com a minha jornada até agora, e estou curioso para ver o que me espera na minha próxima aventura.

IGOR HUNSAKER

HOJE TENHO QUE COMENTAR…

ACHO QUE ESTOU UM POUCO ROMÂNTICO HOJE…

Imagem relacionada
Sinceramente, é muito mais bonito ver a foto de uma mulher de pijama, sem maquiagem, sem máscara, sem sorrisos falsos de balada e copos na mão rodeada de gente que nem sabe quem é de verdade… Pelo menos de pijama num sábado a noite, ela está sendo ela mesma, o sorriso da foto não tem fingimento e nem interesse. Pode sim postar foto na rede com as amigas indo dormir ao invés da falsa impressão de felicidade e vazio entalada num vestido tubinho… Demonstrar paz e alegria de viver não se resume somente a festas, mas sim de momentos singelos e verdadeiros, e pode ter certeza que neste local, ALGUÉM  estará presente. Poste sim fotos de sorrisos sinceros e se for de pijama, ALGUÉM colocará BEIJOS para embalar seu sono e no dia seguinte, você acordará com alegria e não uma ressaca que te estraga o dia todo. Viver em verdade é uma VIDA.
IGOR HUNSAKER.

AS SANTAS MOSTRANDO SUA VAIDADE….

MELHORES FOTOS RECEBIDAS ESTA SEMANA.

É mais difícil ferir a nossa vaidade justamente quando foi ferido o nosso orgulho.
A vaidade dos outros só vai contra o nosso gosto quando vai contra a nossa vaidade.
Para ser linda,
a mulher precisa ser;
Alma, Coração e Vaidade. 
Nada mais!
Não há graus de vaidade, apenas graus de habilidade em disfarçá-la.
Agradar a si mesmo é orgulho; aos demais, vaidade.
O ciúme pertence mais à vaidade do que ao amor.
A nossa vaidade gostaria que o que fazemos melhor fosse considerado como aquilo que mais nos custa.
Para explicar a origem de certas morais.
As mulheres que não são vaidosas na sua roupa de vestir são vaidosas de não serem vaidosas na sua roupa de vestir.
A falsa modéstia é o último requinte da vaidade.
Quem se entrega à vaidade e não se entrega à MORAL, com o tempo invejará aquele que se esforçou na MORALIDADE.
O que torna a dor do ciúme tão aguda é que a vaidade não pode ajudar-nos a suportá-la.
A maior parte dos homens do mundo, por vaidade, por desconfiança, por medo da infelicidade, só se entregam ao amor de uma mulher após a intimidade.
O que nos torna insuportável na vaidade dos outros é que ela colide com a nossa.
Agora eu compreendo que agitação não é vida. É vaidade.
Somos tão presunçosos que desejaríamos ser conhecidos em todo o mundo…
E tão vaidosos que a estima de cinco ou seis pessoas que nos rodeiam nos alegra e nos satisfaz.
As próprias mulheres, no fundo de toda a sua vaidade pessoal, têm sempre um desprezo impessoal – pela mulher.
Mulher não chora se olhando no espelho por vaidade mas pra se fazer DESEJÁVEL.
A mulher sabe explorar
A sensualidade feminina,
Seus encantos, natural vaidade.
A vaidade feminina é uma coisa interessante!

Sujaram sua vaidade ?
Colocaram você abaixo do seu valor?
Esbarraram em sua cara?
Mentiram sobre você?
Ok !ok!
A ação foram deles, a reação é toda sua.

Pedimos perdão a Deus…

PACIENTE 240519

Sou evangélica  e ninfeta, o meu pastor é ativo também  certo sua ele me trazendo pra casa no carro dele a gente começou a conversar sobre vários assuntos aleatórios, até que uma hora que ele disse “é o negócio na minha casa não tá fácil” óbvio que eu perguntei o porquê, ele disse que a mulher dele não estava mais dando pra ele, e ele já estava cansado de bater punheta pensando na ppk dela que é toda inchada!

Aí eu disse bem baixinho mas ele ouviu, “eu também estou cansada de tocar siririca” aí ele diminuiu a velocidade do carro e falou “você tá o que”? Sério isso?

Eu “sério, meu marido não tá dando conta”
Ele “estamos no mesmo barco, que tal a gente se jogar do barco” , eu já estava com a minha ppk toda molhada e com tesão,

Eu falei “só se for agora” e ele já fez um caminho pro motel mais próximo, logo na entrada do motel eu já comecei a chupar o pau dele e entramos, a gente tinha que ser rápidos porque da hora pra mulher dele não desconfiar! Ele já chegou me jogando na cama e arrancando minha roupa e foi me chupando (eu já estava pegando fogo) eu virei e joguei ele na cama tirei sua calça e o pau dele já estava duro (e bem grande e grosso por isso a mulher deve ter medo, eu não) chupei um pouco e sentei em cima.

Ele meteu com muita força igual aqueles cachorros no cio, ele já estava quase gozando de tanto que eu sentei, aí ele pediu pra eu rebolar quando rebolei ele gozou dentro, na hora eu nem liguei, e o pau dele continuava duro, então fiquei de 4 bem empinada e ele enfiou o pau sem dó e foi batendo siririca na minha buceta que estava pegando fogo, quando ele começou a bater a siririca eu gostei bem gostoso na pica dele e ele pediu pra comer meu cú eu deixei e ele gozou lá dentro, depois dessa transa não aconteceu mais nada (queria) sei que foi pecado mas eu não aguentava mais e nem ele!

Lembrando que ele tem 52 anos e eu tenho 22 anos, pedimos perdão a Deus e isso não se repetiu mais!

Nossa, que vingança gostosa.

PACIENTE 230519-03

Olá, meu nome é “Barbara”, sou branca, bunda grande e bem redonda, coxa grossa, bem torneadas, seios volumosos, que de tão branquinhos, chegam a ter os bicos rosados, cabelos negros cacheados e compridos, tenho 1,67 de altura. Vou contar uma história que aprontei com meu ex, que na época ainda era marido.

Eu era casada joão há pouco mais de 5 anos. A gente morava com minha mãe e minha avó, e nosso relacionamento não estava muito bem. Eu sempre fui mente aberta em relação a sexo. Sempre falei das minhas fantasias com ele e ás vezes conversava sobre elas com algumas amigas de confiança. Ele, por outro lado, era mais fechado, além de não realizar as minhas, ainda não se abria comigo sobre as dele. Com o passar do tempo, descobri que ele tinha me traído com alguém no trabalho dele. Fiquei com ódio, nos brigamos, quase nos separamos, más ele pediu perdão e disse que faria qualquer coisa. Opa! Deixei pra lá… ou fingi que deixei.

Meses se passaram, e fiquei pensando em como me vingar. Até que, minha família falou que ia passar uns dias fora, Estava aí minha chance. Já bolei um plano, e arrumei alguém, um amigo que morava perto (que vou chamar de Carlos) que era tão maluco quanto eu e de confiança. Falei pra ele minha intenção, ele topou na hora e chamei pra minha casa. Tomei um delicioso banho, lavei a cabeça, me perfumei toda, fiquei pronta. Eu estava usando uma saia bem curta e tão justa, que quase mostrava a minha bunda, uma blusa branca, leve, solta, que dava fácil acesso aos meus seios Convenci meu marido que tinha uma surpresa pra ele, e claro que ele me vendo daquele jeito, ficou empolgado, né. Então, mandei meu marido ficar nu e sentar na cadeira no quarto.

Depois que ele sentou, eu o amarrei,  eu sentia o tesão nos olhos dele, que brilhavam enquanto eu me esfregava no seu colo e o amarrava e amordaçava. Enquanto isso, meu amigo chegava e me chamava no portão. Botei uma música e fui receber ele. Quando entramos no quarto, meu marido com cara de espanto eu sorri e disse que ia descontar o chifre q ele me botou.

E em pé mesmo eu comecei,dando uns beijos no meu amigo, sentindo aquelas mãos me pegando firme, tarado, aquele sorriso de puto, cara de safado, me apertava, me engolia os lábios, e jogava na parede, tirando minha blusa e chupava meus seios, enquanto meu marido, meio irado, meio excitado, olhava sem poder fazer nada. A raiva na cara dele me dava ainda mais tesão. Me ajoelhei e tirei a calça de Carlos e senti o volume dele bem perto da minha cara. Aquela pica estava ereta, e quente. Tive que cair de boca naquele mastro enorme e delicioso. Tinha tempos que não chupava um pau diferente, e estava adorando.

Carlos sabia o que estava fazendo e dava umas socadas na minha boca com aquele membro. Depois ele me pegou pelos cabelos e me fez levantar, quase que me arrastando, me botou de quatro apoiada na cadeira, olhando pra João, e começou a me chupar, chupava minha xota, super molhada de tesão, passava a língua em volta dos lábios, e enfiava lá dentro, enquanto batia na minha bunda.

Era cada tapa, que eu dava pequenos pulos, mordendo os lábios e olhava nos olhos de João pra ver a reação dele. Até que entre uma chupada e outra, senti quando ele separou minhas nádegas com as duas mãos e começou a lambuzar meu cuzinho. Soltei um “haaaaiiii que delíiicia” sem perceber e quando ‘vi, tava tocando uma punheta em João.

Nesse momento, Carlos me pega e me joga na cama, de qualquer jeito, e vem logo por cima, me chupando, lambendo, apertando meus seios, mamando. Subia e descia, com a boca, com as mãos. Então enfiou os dedos na minha bct, e começou a deslizar eles pra dentro, fora, dentro, fora, gozei nos dedos dele, já quase tinha esquecido que João ainda estava preso na cadeira, de tão bom que estava. Ai eu pedi, “me come de quatro”. Ele obedeceu, e enfiou aquele pau suculento na minha xotinha gozada, e enquanto rebolava com o pau dentro de mim e puxava meus cabelos, e brincava com João dizendo “ta vendo o que você fez? Gostou de comer aquela puta? Agora ta gostando de ver sua mulher foder com outro?”

E nisso, Carlos se aproveitava, e aumentava cada vez mais o ritmo, e puxava mais forte meu cabelo me fazendo gozar outra vez. (Já eram duas). Quando ele ia gozar, eu virei, pro leite quente dele ser despejado todo na minha cara e nos meus peitos.

Nossa, que vingança gostosa. Depois que Carlos foi embora, eu soltei o João, e fui tomar outro banho. O que aconteceu depois, não sei se vou contar, más adianto que gozei 3 vezes naquela noite.

Ele se envolveu com drogas e outras coisas pesadas…

PACIENTE 230519-02

 Letícia Mendes, tenho 19 anos, sou morena e corpo malhado, pois curso Educação Física e me cuido muito bem. Essa historia aconteceu com meu amigo, Leonardo, moreno bem alto , ele desde criança foi meu amigo, ao contrario de mim que tinha uma família estruturada, ele já não tinha, logo se envolveu com drogas e outras coisas pesadas tbm, já tinha sido preso 3 vezes por roubo, mas minha família gostava dele e tinham ele como um filho.

Em um sábado eu estava assistindo filme no meu quarto e ele entrou, minha mãe não via problema, apesar de tudo ele sempre respeitou a minha casa, ele entrou e sentou na ponta da minha cama e começou assistir filme comigo, começou a passar cenas de sexo e eu comecei a ficar toda molhadinha e me deu vontade de da pra ele, resolvi provoca-lo pra fazer ele me foder, eu tava de shortinho folgado e abri mais as pernas para mostrar minha calcinha e fingi dormir, quando de repente escuto ele falar que minhas pernas estavam muito grossas e passou a mão deslizando por ela, ate chegar na minha virilha, meteu os dedos ate os lábios da minha buceta, que a essa altura tava ensopada de tesão, eu abri mais as pernas para ele meter mais os dedos, comecei a respirar ofegante e baixinho com medo de alguém escutar, ja que tinha gente na casa e a porta do quarto tava meia aberta, foi ai que ele tirou o pau dele enorme e grosso, deveria ter uns 25 cm, nunca imaginei.

Ele começou a bater punheta e a meter os dedos com força em mim, gozei os 2 dedos dele todinho. Mas eu queria mesmo era tomar pau na minha bucetinha. Eu não me importava mais se alguém pegasse, eu abaixei meu short e minha calcinha ate o joelho e empinei a bunda pra trás, ele ficou de lado e começou a esfregar a cabeça do pau dele nela, foi deslizando pra dentro devagar, sem camisinha mesmo, começou então a meter com vontade, eu ia pressionando ainda mais a bunda pra trás, roçando a bunda nele, gemia sem parar, ele colocou a mão por de baixo da minha blusa e foi apertando meus peitos…

Me chamando de putinha, que minha buceta lisinha tava muito apertada , que buceta de puta tinha que ser arrombada e foi socando com mais força,e eu gemendo baixinho e abafado, ja não me controlava mais, foi ai que mudei de posição e fiquei de quatro, pedi pra acabar com minha buceta de um jeito que eu não sentisse mais ela, nessa hora ele foi ate a porta, trancou e aumentou o volume da Tv, deu 4 tapas seguidos na minha bunda e disse que queria que eu o chupasse, assim eu fiz, coloquei a boca em volta do pau dele e comecei a mamar naquele pau grande e grosso, senti o pau dele tremer dentro da minha boca, ele suspirava bem forte, fiz garganta profunda e ele ficou logo, me engasguei mas não queria tirar aquele pau da boca.

Ele então pediu para que eu ficasse de 4 e meteu o dedo no meu cuzinho e disse que ia acabar com ele, eu tirei minha blusa, terminei de descer o short e a calcinha toda molhada e empinei muito pra ele, nisso ele abriu minha bunda e começou a passar a linguá em volta do meu cuzinho, começou a pulsar minha vagina e o cu ao mesmo tempo, comecei a gemer e a pedir pra ele me comer logo, arrombar logo tudo, ele ao invés disso ficou brincando na entrada do meu cuzinho, me deixando delirar…

Depois deu gozar na boca dele e de ser muito judiada, ele colocou os dois dedos no meu cuzinho e fazendo movimento vai e vem, cuspiu nele e passou o dedo em volta dele, lubrificando mais ainda, depois senti a cabeça do seu pau entrar,

Me contorci toda quando ele meteu tudo de uma vez, abafei o grito e comecei a rebolar com vontade, e ele socando sem pena, me chamando de puta e que eu ia ia deixar meu cuzinho só o buraco, agora, que ia me comer todo dia ate eu não sentar mais. Rebolei muito no pau dele, ate ele pedir pra eu sentar nele, fiquei quicando, fazia maior barulho e ele apertando minha bunda, minha buceta tinha fome daquele pau, pedi pra ele gozar em mim, assim ele fez, soltou um jato de porra dentro e o resto na minha barriguinha, comecei a me esfregar nele e ele mamou no meu peito por alguns minutos, ele saiu do quarto e eu continuei anestesiada la toda peladinha em cima da cama, com a vagina aberta e o cuzinho só o buraco… Repetimos sexo varias vezes depois disso, meu cuzinho vive arrombado,ninguém nunca nos flagrou …

Ele desmarcou embaixo e em cima….

PACIENTE 230519-1

Eu tenho 18 anos e ainda moro com meus pais e como eles passam bastante tempo fora de casa eles pediram para ficar esperando o eletricista para ver as fiações de casa, só que tinha esquecido completamente que ele vinha então fiquei na piscina pegando sol com meu biquíni PP.

Quando ele chegou , abri a porta e só aí me toquei que ele vinha. Um senhor de 58 anos de idade meio barbudo e gordinho, que ficou me analisando por inteira e não vou mentir, sou gostosa pra crlh.

Ele entrou e mostrei as coisas que ele tinha que ver perto da piscina e enquanto isso fui pegar sol, vez ou outra via ele me analisando , e não vou mentir comecei a ficar com muito tesão. Virei De costas e chamei ele.

– Seu Lucas tem como me ajudar a passar o bronzeador? – perguntei inocentemente e ele veio rápido sentou do meu lado – pode desamarrar o biquíni , não quero que fique a marquinha

Ele desmarcou embaixo e em cima, velho bem tarado , eu não disse nada , só entreguei o óleo para ele e fiquei lá dando uma boa vista pro velho

– a senhora é muito bonita sabia ?

– obrigada, o senhor também não é de se jogar fora

– pq você não me viu novinho , assim , da idade da senhora – ele começou a descer a mão para minha bunda descoberta

– o senhor era pegador eu aposto – ele desceu mais a mão e enfiou o dedo na minha buceta , não aguentei e soltei um leve gemido

– eu era, pegava as meninas e comia em qualquer lugar, mas você quer saber de uma que nunca me aconteceu ? – ele começou a socar com mais força e botou mais um dedo

– o que?

– transei com uma madame dessas que nem a senhora

– e vc quer??- perguntei me insinuando

– quero não , vou – não deu outra, como tava de costas eu nem tinha visto ele subiu em cima de mim e já foi metendo sem camisinha, eu nunca transei sem camisinha

– sai, bota a camisinha ! – falei tentando me levantar

– madame aqui não tem vez não, só tirou meu pai de ti se for para gozar nessa tua cara de puta

Ele ficou metendo em mim enquanto puxava meu cabelo, e cada tapa que dava na minha bunda era mais tesão que sentia, eu tava quase gozando quando ele saiu de dentro de mim

– onde é teu quarto piranha?

– oq? – não tinha entendido de começo , ele me puxou pelos cabelos me deixando em pé, qualquer vestígio do.meu biquini tinha ido embora agora.

– o teu quarto vadia, onde é , quero te comer lá – ele disse e deu um tapa na minha cara , começo fiquei até com medo mas o tesão tava voltando. Levei ele até lá , ele deitado na minha cama, só com o pau de fora, pequeno , cabeludo porém grosso – vai me chupar agora – obedeci ele , fiquei chupando o pau dele, adoro chupar , chupei bem gostoso , até que ele pegou minha cabeça e botou para chupar os ovos dele, não queria por que era cabeludo e nojento mas tive.

– fica de 4 para mim cachorra- ele me dá um tapa na cara e fico de 4 , ele se posicionou atrás de mim e ficou pincelando o pau na minha entrada – o que vc quer? Diz para mim

– me come por favor- dito isso ele enfiou tudo na minha buceta e ficou me comendo , quando ia gozando ele tirou o pau de dentro e virou frente , continuando se masturbando e gozou bem na minha cara, depois disso se ajeitou e saiu me deixando lá, sem gozar , com gozo na minha cara e nua.

A FELICIDADE…

Imagem relacionada

A felicidade e o direito de a tentarmos alcançar é um dos direitos consagrados pela VIDA, contudo, poucos de nós se considerariam felizes.

O estigma da insatisfação e do sofrimento perdura, embora toda a gente conheça alguém próximo (quando não o próprio) que sofre ou sofreu de desejos proibidos, de insatisfação com o que tem…

Neste texto faço uma incursão sem entrar no campo da saúde e da doença mental para dizer que o sofrimento não é nem uma anomalia, nem um obstáculo insuperável, e que quem precisa poder sempre encontrar soluções.

É PIOR TRAIR OU SER TRAÍDA???

Após a descoberta de uma traição, os sentimentos ficam desordenados. Os sentimentos de traição e de que foi enganada ficam pairando sobre a cabeça e surge a necessidade de fazer alguma coisa para se vingar.
Algumas pessoas conseguem agir por impulso no mesmo momento em que foram traídas, mas outras arquitetam durante meses para que saia tudo perfeito e a vingança jamais seja esquecida, quem nunca passou por essa situação de ser traição” Antes de qualquer coisa e sobre bom pensar em realizar coisas nocivas, que não atentem contra a vida do outro ou que não te façam ir parar na cadeia, e bom avaliar as conseqüências de suas atitudes para que no futuro não sofra e se arrependa do que fez.
Não é fácil controlar os sentimentos pós- traição, mas e preciso saber diferenciar o que é certo do errado para não cometer injustiças ou se prejudicar ainda mais com uma ação não pensada.
Se ele te traiu, nada melhor que dar o troco na mesma moeda escolha aquele amigo dele bonito e cheio de qualidades para iniciar uma amizade colorida, não que você vá usar o rapaz mas una o útil ao agradável e faça com que o traidor possa vê-los juntos.
Com certeza o amigo te elogiará para os outros e o traidor irá ficar bem chateado com a situação pois perceberá que perdeu alguém importante em troca de uma aventura. Essa vingança também se aplica a um primo ou parente já que isso fará com que o traidor fique bastante incomodado.
Evite qualquer tipo de contato com ele, coloque um final em qualquer conversa ou tentativa de explicação mostre a ele que você vai sair dessa e evite pelo menos durante algum tempo encontrar com ele para que isso não faça você se sentir ainda pior.
Encontre alguma maneira de deixá-lo com vergonha, seja contando pra toda a família dele que ele é um traidor ou o deixado no vácuo sempre que tentar falar com você, essa é uma maneira rápida e fácil pra ele entender que tomou uma decisão errada e que ainda vai se arrepender muito por isso.
Não há melhor resposta para uma traição quando a mulher passa por cima da dor e do sofrimento que a atitude do outro lhe causou e vai á luta, quando ela decide se arrumar e se amar mais mostrando que o fato de uma pessoa não ter lhe amado.
Não é motivo para que ela desista de ser feliz, isso vai fazer você superar o ocorrido e sentir ótima com a atitude que tomou. Você não precisa provar nada a ninguém, mas mostre que você e superior ao que todos esperavam e faça melhor, faça por você e para sua felicidade.
Vale a pena se vingar?
A vingança pode ser a primeira idéia que passe pela sua cabeça, e pode causar uma grande euforia em quem vai colocar o plano em prática, mas seria ótimo avaliar se e realmente preciso fazer isso para se sentir melhor realizar uma vingança pode ser triunfante no momento.
Mas depois pode se decepcionar consigo mesma percebendo que está se igualando ao traidor, mas é sempre necessário pensar na possibilidade de que outro não vai se importar com sua vingança e até poderá dizer que você está procurando motivos para se aproximar ou chamar sua atenção.
E válido pensar no que levou o outro a traição, que ele não te ame mais e ficou ao se lado por comodismo, devolver na mesma moeda fará você se sentir igual a ele magoando outra para tentar se sentir melhor, o que pode até acontecer no momento, mas quando parar e pensar nessa atitude poderá perceber que brincar com os sentimentos de outras pessoas é algo triste e devastador.
A traição faz com que a pessoa traição” traída adquira sentimentos destrutivos, de dor e sofrimento, serão muitas perguntas para tentar entender o que levou o companheiro a trair, mas isso é uma forma de se machucar cada vez mais e continuar revivendo o problema.
O melhor a se fazer e dar uma nova chance a si mesma, fazer o máximo possível para não pensar no ocorrido e continuar a viver, essa será uma maneira saudável de evitar maiores problemas e não se prender aos sentimentos que podem gerar conflitos irreparáveis.
E importante lembrar que não é fácil agradar os outros e se essa foi a melhor forma que ele escolheu para demonstra a você que a relação não estava bem, é ele quem tem que se sentir triste, pois foi quem cometeu o erro.
Pense que você não é a culpada pelo que aconteceu, mas use essa traição para reavaliar seus conceitos e suas decisões, entenda que em algum momento apareceram sinais de que seu relacionamento não era o que você idealizava e você mesma não percebeu.
Não fique pensando que se foi traição” traída uma vez será sempre, nenhuma pessoa é igual a outra e nem todos precisam agir da mesma maneira para terminar um relacionamento, vários serão os pensamentos que te farão pensar que você é a culpada por ter sido traída,mas isso é uma maneira de tentar de descobrir onde ou quem errou normalmente as pessoas traídas passam por um longo processo de luto para entenderem o momento certo de iniciar uma nova jornada.
E necessário sentir e não reprimir as emoções e tudo muito natural para pessoas que enfrentam essa situação emocional, tristeza e a raiva (um dos motivos que te fará pensar em se vingar) estarão sempre lado a lado para te fazer pensar e repensar em todo o acontecimento procurando uma resposta para a atitude do outro.
Não deixe que a emoção te faça esquecer a razão para tentar algo que te prejudique fortemente ou cause algum mal para o outro, em momentos de raiva às vezes não é possível ordenar os pensamentos e acabar cometendo algo que te faça se arrepender muito.

Aos finais de semana não podemos nos falar…

PACIENTE 160519-3

Estou passando por uma situação difícil, sou casada a 8 anos e temos uma filha linda de 3 anos. Um belo dia eu estava em casa sem fazer nada e conheci uma pessoa na internet, foi uma quimica inexplicavel, nos encontramos e nos demos bem em tudo, senti com ele algo inexplicável, desde que o vi (1 mês atrás), nos falamos todos os dias, exceto final de semana, pois ele tb é casado. A diferença é que ele nao tem filhos e eu sim. Gosto do meu marido mas não sei se amo mais, pois tive coragem de trair. Sinto que meu \”amante\” gosta da mulher dele, mas pelo que percebi ela não está dando conta do recado, e além disso não tem amizades e sufoca ele, ele não pode piscar sem ela, principais motivos que ele chutou o da barraca, segundo ele nunca tinha traído antes. Ele é uma pessoa maravilhosa, realmente continuamos saindo porque eu também quero, mas ele já disse varias vezes que irá respeitar minha decisão, se eu disser que não vamos mais nos encontrar, que ele irá respeitar, pois não quer me machucar, varias vezes ja me disse que só o fato de me conhecer que já valeu a pena porque se sente muito bem em conversar comigo, etc. 

Ele disse que já pensou em se separar anteriormente, antes de me conhecer, mas se arrependeu. E que agora comigo está muito confuso e por enquanto não sabe o que vai fazer, mas percebo que para ele está comodo sair comigo e ficar casado. Não conseguimos ficar sem se falar, e sempre que a gente fala, entramos no acordo e falamos, vamos parar não podemos continuar, pois está rolando sentimento, no final tudo vai por agua abaixo e nos encontramos novamente.

A quimica é tanta que as vezes nos encontramos so pra ser ver e dar uns beijos, pra gente isso já é maravilhoso, nem precisa chegar nos finalmentes.

Sinto que ele não está feliz 100% com a original. Quando nós conversamos por msn, sinto uma sensação maravilhosa, sei que são sintomas de paixão mesmo e ele diz sentir o mesmo, honestamente não sei se é verdade, pois o conheço a 1 mês somente.

Aos finais de semana não podemos nos falar, pq ambos somos casados, mas na semana está impossível evitar, antes mesmo de encontrar ele, meu casamento não estava bom, meu marido é excelente companheiro, excelente pai, mas não me satisfaz 100% na cama, sei que nao sou perfeita, mas segundo ele meus defeitos que o incomodam, ele consegue conviver, e não precisa pensar em separação ou traição, porém o que me incomoda nele não irá mudar, aguentei até hoje porque existia varias outras qualidades que superava, hoje em dia com a rotina está pesando muito, e como casei muita nova (22 e ele com 26) não vou mentir que senti vontade de ficar com outra pessoa, até mesmo por curiosidade. Até então tinha sido meu unico homem, perdi minha virgindade com ele, e sei que fui a unica mulher dele também. Nao sei se ele tem a mesma necessidade que eu tive porque ele é mais tranquilo.

Está difícil dizer NÃO para o amante porque ele é bom em tudo, me realiza 100%, sinto que existe um envolvimento de ambos os lados, claro que menor da parte dele, mas existe. Honestamente não sei o que fazer, pois como todos sabem, mulheres se elvolvem mais. O ruim de tudo isso que pelo fato da mulher se envolver mais, não consego separar toda essa confusão na minha cabeça e está me machucando muito, sou muito emocional e sempre me entreguei nos relacionamentos que tive quando era solteira, esta afetando profundamente a minha vida em casa, tudo eu comparo, tenho relação com meu marido, pq nao quero jamais que ele perceba, mas muitas vezes não sinto vontade, e quando faço sempre vejo flash do outro. Estou tentando amadurecer minha decisão, já que não quero me arrepender, até mesmo porque não posso pensar nesta decisão achando que meu amante ficará comigo porque ele não me deu nenhuma segurança disso. Ele está sendo somente o PIVOT.

Meu esposo é pessoa maravilhosa e não merece sofrer. Como são as coisas né? Tenho uma vida financeiramente estável com meu marido, temos de uma certa forma uma estabilidade no emprego, ele é super liberal, deixa eu sair com meu amigos, faço happy hour, saio com pessoal da empresa, ele não me cobra e não fica com ciumes bobos,mas eu estou FELIZ???? NÃO. Casamento não é somente SEXO é um conjunto como companheirismo, cumplicidade, amizade, mas eu digo que SEXO é o principal fator que move o casamento e quem fala que NÃO, está mentindo. 

Por favor, alguem passou por uma situação parecida e pode me dar uma luz????

Eu confesso…

PACIENTE 160519-2

Eu confesso que traí meu marido e gostei. Saí com um colega de trabalho que já me estimulava fazia tempo e foi maravilhoso. Sou casa a 4 anos e sinceramente não me arrependo. Meu marido é um cara bom, mas ser desejada por outro foi uma das melhores sensações que já tive. Sei que errei, mas não consigo ter sentimento de culpa. O outro cara é totalmente diferente do meu marido e me fez senti coisas que ha muito não sentia. O pior é que quero continuar a sair com ele escondido, mas tenho medo. O que eu faço? Essa aventura tá me deixando muito mais feliz, me sinto mais mulher quando estou com ele. Sei que é só sexo e nada mais, mas não consigo evitar. O tesão fala mais alto e está ficando incontrolável.

Nunca senti atração por ele…

PACIENTE 160519

JMesmo casada e tendo um bom relacionamento com meu marido, às vezes parecemos mais amigos que amantes. Ficamos dias sem sexo, o que me deixa carente. 
Nunca o traí, já tive muitas oportunidades e já senti atração/tesão por outros homens, mas nunca consumei o fato por questão de respeito. Acontece que nesse sábado eu viajei a trabalho e na volta meu chefe (18 anos mais velho e casado) me beijou. Nunca senti atração por ele, mas gostei da situação, pois fazia tempo que ninguém me pegava assim de surpresa e me dava um beijo tão gostoso. Ele disse que sente tesão por mim, mas eu respondi dizendo que não pretendia ter um caso, afinal, somos casados e que nossos companheiros não mereciam… ele me beijou de novo antes que eu conseguisse terminar de falar. Não chegamos aos finalmentes, mas desde aquele dia não consigo dormir direito. Temos uma relação de amizade muito boa, e sei que nada vai mudar a visão dele em relação ao meu trabalho, o problema são meus sentimentos em relação a isso e ao meu marido.

Pensem um pouco no texto abaixo e continuaremos semana que vem…

Imagem relacionada

Muitas vezes ouço historias nada alegres de pacientes que estão totalmente descontentes, mais fico estarrecidos pois saem do consultório e
tiram fotografias para publicar nas redes sociais (ou nos mandam), que não correspondem à realidade da situação que querem mostrar aos outros, que estão a viver.

E eu pergunto-me: porquê?

Serão essas pessoas mais felizes por viverem de aparências?

Por enganarem os outros? Por se enganarem a si mesmas?

Vale assim tanto a aprovação dos outros para se sentirem bem consigo mesmas?

Quantos sorrisos valem cada “like”, cada “reacção”, cada “seguidor”, cada “comentário” que, a longo prazo, não se convertam em tristeza, ou pena, por nada daquilo ser verdade?

Por estarem a passar a imagem e um vida de mentiras?

Bye

Meu casamento chegou ao fim.

PACIENTE 100519

Cíntia, sou divorciada a 2 meses, meu casamento sempre foi frio,já eu sempre tive sangue quente, intensa, adoro fazer amor, mas não era correspondida e por essas e outras meu casamento chegou ao fim.

Passou um tempo Comecei a abrir os olhos e para o mundo e tentar ser feliz, me realizar sexualmente, porque eu tenho um tesão enorme, algo fora do comum se pudesse treparia, meteria gostoso todos os dias, no início foi difícil aceitar que uma das opções era encontrar um outro homem, alguém que pensasse parecido a mim, que fosse cheio de tesão, intenso, gostoso, para minha surpresa e Felicidade o encontrei Nereu foi meu professor da época da faculdade, e tbm se estava separado a um tempo, fomos conversando perdemos que tínhamos muita afinidade e o mesmo pesando em alguns assuntos, nós demos uma oportunidade, pensa num cara gostoso, diferentes de tudo o que eu já, ele é DIFERENTE, suas mãos são um tesão, sabe excitar cada pedacinho do meu corpo, algo surreal, ele transa gostoso, fode como ninguém, adoro chupar seu cacete, me manda contos excitantes, nossas conversas quentes me deixam molhadinha pronta pro “crime”.

Ontem depois de um dia de papos quente, eu resolvi apimentar a nossa noite, combinamos que ele viria em apto kit que comprei recente, quando meu Nereu chegou eu estava só de lingerie sexy, transparente sensual, senti que ele me olhou diferente, sentou que hoje nos amaríamos gostoso, comecei a beijá- lo, e sem parar de beijar fui abrindo seu cinto sua calça, minha mão pegou seu cacete e começou a punheta lo deliciosamente, não resisti fui beijando seu corpo, sua barriga seu peito até chegar em seu pau que já está duríssimo, coloque um gel beijável em seu pau e o mamei gostosamente gulosa, sentia seu gemido, e eu o sugava me deliciava naquele pau, depois Nereu me colocou na posição cachorrinha ele me sugava tbm, me penetração com sua língua quente, eu não me aguentava gemia, me retorcia, como uma putinha tarada, fomos para o sofá e na posição de cac

fomos para o sofá e na posição de cachorrinha toda abertinha, ele passou um gel lubrificante e foi colocado a cabecinha do seu enorme cacete em.meu cuzinho, ele iria comer o tão desejado cuzinho e eu tbm.nao via a hora de senti-lo penetrando fundo, sendo devorado por ele, com carinho e muito tesão entrou tudo, este foi socando, socando teve uma uma que ele já estava sozinho de tão laceadinho que estava, foi maravilhosa já estava molinha de tanto ser socada… aí ele já cheio de tesão e não se aguentando tbm, falei que iria gozar ele sentou eu gozar e enquanto eu gozava meu cuzinho piscava apertava o pau dele ele não aguentou mais e jorrou um jato quente dentro do meu cuzinho foi maravilhoso, sentir aquele leite escorrendo em minha bunda e logo após aquele momento relaxante seu pau começou a sair e eu depois nos beijamos gostoso, tomamos um banho juntos, Nereu é meu macho meu homem me sinto realizada feliz com ele, pra semana serei dele…. depois do banho comemos um lanche porque nossa transa nos deu muita fome, assistimos ao um filme e adormeci em seus braços. 

SEXO VERBAL.

PACIENTE 090519

Quando vou trabalhar a pé, caminho pelos ruas do meu bairro e ouço de vários homens os seguintes comentários:

GOSTOSA. BUCETUDA, BUCETÃO, QUANTO VOCÊ AGUENTA DE PICA, PUTONA, QUE BUNDA.

Sou enfermeira graduada por Universidade de São Paulo, e trabalho num hospital privado da Capital, aqui na zona oeste. Moro num apartamento próprio próximo do hospital. Por força da minha atividade profissional, uso uniforme todo branco, formado por calça e blusa e sapatos da mesma cor.

As minhas calças são justas e deixam transparecer a calcinha branca, além disso, por serem apertadas, as calças realçam a minha anatomia íntima.Alguns
pacientes não conseguem tirar os olhos da minha “pata de camelo”, quando me
aproximo dos leitos para medir pressão, fazer curativos, etc.

Eu amo algo que vou chamar de SEXO VERBAL, por desconhecer outro nome
para definir. Não confundir com sexo oral, que também acho muito bom. Logo vocês vão entender o que é SEXO VERBAL.

Há alguns meses, mudou-se para o meu prédio, num apartamento em frente ao meu, um homem sozinho. Deve ter pouco mais de 60 anos, moreno, cabelos
grisalhos, sempre bem vestido e perfumado, e muito educado.

Fiquei sabendo que era viúvo, com filhos adultos e advogado.

Quando nos encontramos no hall do nosso andar para ir trabalhar, percebi que ele não perde a oportunidade e dá um discreta olhada na minha “anatomia avantajada”. Finjo que não vejo, mas fico toda arrepiada.

Um dia destes nos encontramos no elevador, eu estava com algumas compras e ele se ofereceu para ajudar a carrega-las. Aceitei e ele me acompanhou até o meu apartamento. Para retribuir a gentileza ofereci uma latinha de cerveja. Ele sentou para tomar a cerveja e não conseguia tirar os olhos gulosos do meu corpo e, claro, da minha “pata”.

Ao se despedir, agradeceu pela cerveja e disse que iria me convidar para tomar cerveja no apartamento dele. Respondi que o convite seria aceito, com um sorriso malicioso no rosto.

Já na semana seguinte, ele me convidou para ir ao apartamento dele na sexta-feira, lá pelas oito horas da noite.

Caprichei no visual e coloquei um vestido justo e curto, que quase mostrava a calcinha preta minúscula. Bem perfumada e maquiada fui ao encontro. Claro que eu já imaginava o que ia acontecer.

Ele também caprichou no visual e no perfume e encomendou um jantar completo num restaurante badalado da cidade. Minutos depois o jantar foi entregue no apartamento, com direito a tudo, inclusive vinhos chilenos que eu adoro.

Conversamos, bebemos muito vinho e comemos aquele jantar delicioso.

Acho que já no embalo das várias taças de vinho, num dado momento perguntei: Você gosta de SEXO VERBAL?

Os olhos dele brilharam, o rosto ganhou um incomparável ar de tesão. Uma verdadeira transformação ocorreu naquele momento.

Ele respondeu meio ofegante: Essa é a primeira vez que uma mulher me faz essa pergunta. Sou apaixonado por SEXO VERBAL, acho tão bom quanto o sexo oral.

Essa era a senha para começar uma inesquecível noite.

Ainda com aquela cara de meio alucinado ele colocou as duas mãos nas minhas coxas e disse: Você também gosta de SEXO VERBAL sua PUTA, VADIA, VAGABUNDA. PIRANHA BUCETUDA.

Estremeci inteira e comecei a ficar com a buceta encharcada.

Ele continuou com as mãos no meio das minhas coxas e emendou: Hoje você terá muito SEXO VERBAL sua GOSTOSA DO CARALHO, SUA PUTA, VOU MAMAR NESTES PEITOS, CHUPAR ESTA BUCETONA,VOU ENCHER ESSA BUCETA DE PORRA SUA VACA, QUERO QUE VOCÊ CHUPE A MINHA PICA GROSSA, QUERO MUITA PUNHETA NA MINHA ROLA, SUA BISCATE.

Não consegui me controlar e respondi na mesma moeda: VOCÊ QUER ME FUDER, SEU FILHO DA PUTA, QUER METER ESSE CARALHO NA MINHA BUCETINHA, QUER QUE EU CHUPE A SUA ROLA, SUAS BOLAS E O SEU CU, QUER ME DAR PORRA.

Quero tudo isso e muito mais, respondeu ele, já querendo enfiar os dedos na minha buceta.

Corremos para a cama já tirando toda roupa. Continuei a provocação verbal: VEM SEU CORNO, VEM SE VOCÊ FOR HOMEM, VEM FILHO DA PUTA, VEM BRINCAR NO MEU GRELO, VEM ME FAZER GOZAR NA SUA LINGUA, QUER EXPERIMENTAR O GOSTO DA MINHA BUCETONA.

Ao vê-lo totalmente nu, tomei um susto com o que vi. A sua PICA era enorme e já estava dura. Estimei o tamanho daquela PIROCA nuns 19 centímetros. Era também bem grossa e tinha uma cabeça gigantesca.

Ele chupou os meus peitos e depois abriu as minhas pernas a começou a chupar a minha buceta de lábios grossos, Eu gemia e xingava, CHUPA SEU PUTO, CHUPA ESSA BUCETA SEU FILHO DA PUTA, SEU CACHORRO, BRINCA NO MEU GRELO SEU MERDA, VOCÊ QUER ME FUDER, TÁ LOUCO PARA METER, BATEU MUITA PUNHETA PENSANDO NESSA BUCETA SEU PUTO.

Gemi alto quando ele enfiou dois dedos na minha buceta e lambeu bem devagar o meu grelo.

Tá gostando sua PIRANHA, VOU FODER ESSA BUCETA ATÉ VOCÊ GOZAR NA MINHA PICA, SUA PUTINHA SAFADA, QUER UM CARALHO NA BUCETA
VAGABUNDA.

Gozei na boca dele e disse: TÁ SENTINDO O GOSTO DO MEU GOZO, VAGABUNDO, CACHORRO, SAFADO, FILHO DA PUTA.

Se você quiser que eu chupe esse CARALHO ENORME VOCÊ VAI TER QUE IMPLORAR E PEDIR COM MUITO JEITO, SÓ BATO UMA PUNHETA SE PEDIR DE JOELHOS SEU VIADO ESCROTO.

Ele saiu do meio das minhas pernas, estava alucinado de tesão com o que eu tinha dito. Ficou sentando em cima de mim masturbando aquele CARALHO GIGANTESCO, AGORA MAIOR E MAIS DURO. A CABEÇA DAQUELA PICA ERA A MAIOR QUE EU JÁ TINHA VISTO.

Sem parar de se masturbar, ele disse: AGORA SUA PUTA BUCETUDA VOCÊ VAI CHUPAR BEM DEVAGAR ESSA ROLA, MEU SACO E O MEU CU. BEM DEVAGAR E BEM GOSTOSO, SUA VAGABUNDA.

Peguei com muito carinho aquela gigantesca ROLA E COMECEI A PUNHETAR BEM LENTAMENTE, ELA FICOU MAIS DURA E LATEJAVA NAS MINHAS MÃOS, PASSEI A LINGUA BEM MOLHADA NAQUELA CABEÇONA E ENFIEI NA BOCA ATÉ ONDE AGUENTEI.

Ele gemia e virava os olhos, estava adorando a punheta e a mamada. Comecei
a judiar e perguntei: ESTA GOSTANDO, QUER QUE EU PARE DE CHUPAR SEU SAFADO, QUER ESPORRAR AGORA, QUE GOZAR. Ele só gemia.

PUNHETEI LONGAMENTE AQUELA PICA, LAMBI O SACO, AS BOLAS, O CU, ele se retorcia para segurar a louca vontade de gozar na minha boca.

Eu lambia aquela cabeça e descia pelo corpo daquela pica deliciosa, já imaginando tudo aquilo dentro da minha buceta encharcada.

Ao notar que ele não estava mais aguentando de tesão, perguntei com cara de puta safada: VOCÊ QUER METER NESSA BUCETINHA MOLHADA, QUE FUDER A MINHA PATA DE CAMELO, QUER ENFIAR ESSA PIROCA ATÉ AS BOLAS, QUER ME FAZER GOZAR E GEMER FEITO UMA PUTA, SEU SAFADO?

Senti o caralho ficar rígido na minha mão.

Ele ficou maluco de tesão. VOU FUDER ESSA BUCETONA AGORA, SUA PIRANHA VADIA, SAFADA DO CARALHO, VOU ARROMBAR ESSA BUCETA SUA CACHORRA.

Ele meteu com força da minha buceta molhada e começou a bombar feito um alucinado de tesão. Senti aquela pica gigantesca rasgando a minha buceta e comecei a gritar: FODE, FODE, FODE ESSA BUCETA, METE COM MAIS FORÇA, ARROMBA MINHA BUCETINHA, DÁ PICA, DÁ PICA CARALHO, EU QUERO SENTIR ESSA ROLA NO MEU CU, QUER COMER O MEU CU, METE ESSA ROLA TODA NA MINHA BUCETA, SEU CACHORRO, JÁ TINHA
COMIDO UMA BUCETA TÃO GOSTOSA.

Ele meteu até cansar. Parou um pouco, pediu para eu chupar e voltou e me fuder.

Agora era ele gritando: TOMA NA BUCETA SUA PUTA DE RUA, SUA CADELA NO CIO, SUA VACA, BUCETUDA DO CARALHO, ARROMBADA, BISCATE, MESSALINA, VADIA, PUTONA.

Eu não aguentei e gozei novamente, agora naquela rola deliciosa.

Ele tirou a rola da buceta e disse que queria comer o meu cu.
Mesmo assustada, concordei.

Me colocou de lado e enfiou aquela rola enorme no meu cuzinho. Gemi, mas aguentei firme. Recomeçou o SEXO VERBAL: VOU ARROMBAR ESSE RABÃO, VOU FUDER BEM GOSTOSO ESSE CUZÃO, GEMI MINHA CADELINHA, TÁ SENTINDO MINHA ROLA NO CU SUA PROSTITUTA, TA GOSTANDO DE LEVAR NO RABO SUA PORCA.

Doido para gozar, ele tirou do meu cu e disse vou gozar na sua buceta.

Como ele estava quase gozando, não perdoei e abusei do SEXO VERBAL:
QUER GOZAR AGORA SEU VAGABUNDO, ESTOU SENTINDO SUA PORRA QUERENDO SAIR, ESTA DOIDO PARA ESPORRAR SEU VIADO, NÃO ESTA MAIS AGUENTANDO SEU CACHORRO, QUER ME ENCHER DE PORRA QUENTE, QUER DAR LEITINHO NA MINHA BUCETA, QUER ESPORRAR NA MINHA PATA DE CAMELO, TA COM A PICA INCHADA, SEGURA NÃO GOZA AGORA, VOCÊ SÓ GOZAR GOZAR QUANDO EU DEIXAR, AGORA NÃO.

Claro que ele não aguentou e gozou e esporrou muito aos berros: SUA PUTA,
VADIA DO CARALHO, BUCETUDA, PUTONA,

Tomamos banho, nos despedimos e eu fui para o meu apartamento, sonhar com aquela maravilhosa noite de SEXO VERBAL

Solidão…

Imagem relacionada

Todo mundo se sente sozinho algumas vezes.

Mas algumas pessoas sabem o quanto este sentimento pode nos ferir.

Especialmente no mundo moderno, onde nunca fomos tão “conectados”.

Imagem relacionada

Apesar de toda essa conexão, nos sentimos cada vez mais sozinhos.

Porque nos sentimos assim?

E o que podemos fazer em relação a isso?

Resultado de imagem para surreal

MUITAS COISAS !!!