AS "SANTAS"

São mulheres vivendo os seus sonhos. Muitas acreditam em fadas, gnomos, príncipes, princesas e amores de outro mundo. Não. Elas não são loucas, nem doidas e nem pirada. Elas simplesmente desejam viver com prazer.

Hoje resolvi…

Hoje resolvi…

PACIENTE 7721.0

Procurei você como médico para poder desabafar algo que eu sempre guardei só para mim, tenho 40 anos, sempre pratiquei esportes, estou casada há 20 anos e nunca trai meu marido, apesar de sentir outras vontades, nunca fui tocada por outro homem. 

Sempre fui muito feliz com meu casamento, tivemos três filhos, hoje todos criados e não moram mais com a gente, meu marido sempre ficou trabalhando e nunca teve tempo para a família, eu também depois de muito tempo sendo dona de casa resolvi fazer um curso de cabeleireira e trabalhar abrir um salão para trabalhar algumas horas por dia para distrair a cabeça.

Um amigo me ajudou a encontrar um ponto comercial para eu me instalar e já estou trabalhando e me sentindo muito bem, precisava de algo para ocupar minha cabeça, esse amigo foi e é muito atencioso comigo, ele passa todos os dias no meu salão e conversamos muito, ele é muito bonito e eu me sentia muito bem quando estava com ele. Quando ele chegava eu fazia questão de cumprimentá-lo com um forte abraço e um beijinho no rosto. Percebi que eu estava sentindo algo por aquele rapaz, eu o desejava, e sentia que ele me queria também, meu marido nunca me dava a atenção que eu merecia e ele estava sempre pronto a me ajudar, agora eu queria senti-lo mais próximo a mim.

Outro dia ficamos conversando até tarde, e do bem perto dali tinha quiosque então ele me chamou para ir lá beber um pouco para animar mais, fiquei na dúvida por que nesses 20 anos de casada nunca tinha saído para um bar sem meu marido do lado, mas resolvi ir, bebemos e conversamos muito, foi muito divertido, eu estava muito feliz.

Ainda estávamos no barzinho bebendo quando de repente veio um desejo insano na minha cabeça, então disse a ele que tinha esquecido minhas chaves no salão e chamei ele para ir lá comigo buscar, assim fomos, entramos e eu pelas costas dele tranquei a porta, ele ficou sem entender, eu segurei sua mão e puxei ele pelo braço para perto de mim e o beijei e depois falei que não aguentava mais, falei que eu o desejava muito e ele também disse que me queria…

Meu corpo todo tremia… suava… ao sentir ele me beijando…. ao sentir–me sendo desejada por outro homem, eu estava ardendo….

Beijamo-nos muito, ele sentou na cadeira de cortar cabelo e segurei no volume de seu pau que era enorme, abri o zíper de seu short, meu coração estava muito acelerado eu estava muito nervosa, ele percebeu e me ajudou a tirar sua roupa, o pau dele era lindo estava muito duro e eu fiquei muito excitada vendo aquele pai me querendo, comecei fazendo carinho e como estava com água na boca fui beijando a cabeça do pau dele e lambendo, ele gemia de prazer e eu fiquei chupando e adorando o gosto do pau dele na minha boca, punhetei ele, então eu fui para o colo dele e ele me  beijava e acariciava meus seios, nossa eu estava vivendo uma loucura naquele momento, mas estava adorando, ele beijava meu pescoço, eu tirei minha blusa  e ele começou a mamar nos meus peitos arrancando de mim gemidos de prazer. Agora eu era toda dele, sentia seu pau me querendo esfregando nas minha pernas, tiramos a roupa e eu fiquei de joelhos na cadeira, ele continuou beijando meu pescoço e segurando meus seios por traz enquanto alisava sua rola na minha vagina, que naquele momento escorria como nunca antes, eu delirava e mal podia acreditar que minha vagina ia sentir  outra rola a não ser a do meu marido, no ardor do prazer senti entrando lentamente em mim, e eu queria mais, ele me penetrou e eu me sentia preenchida, ele foi muito carinhos comigo, me comeu muito depois ele sentou na cadeira e eu lentamente sentei em seu colo e fui me encaixando em seu pau, fiquei subindo e descendo quando senti rua rola latejando, então ele me avisou que queria gozar…. rebolei meu bumbum para ele e ouvi os gemidos de macho gozando, OHHHH!!!!, gostosa, segurando em minha cintura ele gozou dentro de mim, virei meu pescoço e nos beijamos enquanto seu pau acabava de escorrer dentro de mim.

Toamos banho, e ele foi me levar em casa, eu estava muito aliviada e feliz.

Desse dia ficamos muito amigos e nossa amizade colorida ficou cada dia mais excitante.

hunsaker

Sou o que sou. Sou incoerente por vezes, sou sonhador sempre, temo o desconhecido sem contudo deixar de arriscar, tenho planos e projetos, construí e ví cair em minha frente castelos. Como um anjo voei aos céus mas longínquos, e como um cometa caí. A queda me machucou, contudo me fez mais forte. Sou falho e impreciso. Simplesmente indefinível, enfim sou apenas um IGOR mas, o IGOR HUNSAKER.

1 comentário até agora

hunsaker Publicado em19:57 - 27 de julho de 2021

Não tenho nada pra falar
Nem consigo ao menos te imaginar
Seu pecado foi fatal
Você não merece esse mal…