AS "SANTAS"

São mulheres vivendo os seus sonhos. Muitas acreditam em fadas, gnomos, príncipes, princesas e amores de outro mundo. Não. Elas não são loucas, nem doidas e nem pirada. Elas simplesmente desejam viver com prazer.

Acabei perdendo a festa mas valeu a pena….

Acabei perdendo a festa mas valeu a pena….

PACIENTE 27721.1

Bem, eu e meu marido temos um casamento bom, nos amamos e eu não escolheria outro homem para passar o resto da minha vida… mas quando o assunto é sexo ele deixa E MUITO a desejar. Somos casados a quase 23 anos, tenho meus 45 anos e ele seus 57, sexualmente ele não tem energia para nada, goza uma vez e cai na cama com sono, já eu me orgulho de ser bem fogosa as vezes quase ninfomaníaca, mas bem vou começar logo a história.

Eu faço academia (pilates para ser mais específica) amo cuidar do meu corpo, como coisas saudáveis e pratico atividades físicas regularmente, embora tenha uma cara meio enrugada pela idade muito homens me elogiam e eu sei que tenho um belo corpo. Eu fazia exercícios em uma grande academia aqui na cidade mas infelizmente ela acabou fechando, devido a isso várias pessoas da cidade começaram a dar aula de musculação e pilates, uma amiga minha ofereceu algumas aulas com ela então aceitei, ela dava aula na casa dela, fui fazer pilates já que ajuda bastante no meu alongamento.

Chegando na casa dela no primeiro dia me deparo com um garoto que nunca avia visto antes, perguntei para minha amiga e ela disse que era o filho da vizinha e que vinha as vezes para ajudar com a casa. Ele era normal, tinha seus 18 anos, alto e magro, mas meio atlético, tinha cabelos pretos e olhos verdes lindos, ele me encarava direto principalmente meus seios e minhas pernas, embora eu me sentisse desconfortável eu deixei.

Enfim, fomos eu e minha amiga para uma sala onde ela iria me passar as aulas de pilates, acabou que eu era a única aluna dela, mas não me importei com isso, fizemos alguns exercício e logo ela disse que iriamos fazer uma pausa, fui até a cozinha beber agua e no caminho não encontrei com o garoto, mais tarde perguntei o nome dele a minha amiga, vou chama-lo de Luís, bem Luís já devia ter ido pra casa então após terminarmos o restante dos exercício também fui embora.

No outro dia cheguei e nem sinal do garoto, estava intrigada, ele era bem mais novo mais seus olhos verdes me pegaram de jeito, deixei ele pra lá e foquei nos exercício, após terminarmos fui ao banheiro tomar um banho pois tinha uma festa naquela noite e acabaria chegando atrasada se eu fosse pra casa, então eu tomei banho lá pra ir direto pra festa. Pensando que só estávamos eu e minha amiga na casa não fechei a porta e deixei ela entre aberta, tirei a roupa, entrei no chuveiro e de repente eu percebo algo perto da porta, olhando de lado vi que o Luís estava me espiando pela fresta da porta, dava pra ver claramente ele só de camisa acariciando seu pau, um pau de tamanho normal mas bem grosso, eu fui a loucura vendo aquele cacete na minha frente, minha buceta começou a esquentar e vários pensamentos vieram a mente, eu nunca tinha traído meu marido, mas fazia tempo que não tinha o gostinho de um pau, ainda mais de um novinho…

Perdida no tesão comecei a provocá-lo me tocando e apertando meus seios, percebi que ele ficava cada vez mais duro sempre que eu provocava, então levantei uma das pernas e apoiei ela no box e comei a bater uma siririca olhando pra ele, naquela hora ele sabia que eu estava vendo ele e eu sabia que ele estava me vendo, essa sensação me queimou a buceta que não parava de latejar querendo aquele pau, ele me olhando com cara de safado entrou no banheiro e trancou a porta. Eu estava animada e meio confusa, eu estava prestes a trair meu marido, mas eu estava tão feliz, finalmente um homem que me deseja, finalmente uma piroca pra me arromba!

Não perdi tempo, enquanto ele tirava a roupa eu abria o box, ele chegou saltando e enfiando o pau na minha xota, na hora me deu uma tremedeira e uma sensação de prazer ótima, estávamos de frente um pro outro então apoiei no box e ele me segurou, metemos um pouco até ele começar a me beijar, cada beijo era uma estocada na minha buceta, depois de uns minutos ele gozou dentro de mim, eu já perdida pelo tesão não me importei com mais nada, fiquei de 4 e abri minha xota com as duas mãos dizendo “vem, mete na sua coroa safada”, ele roçou a cabeça do pau no meu cu e disse “eu quero o cuzinho” eu balancei a cabeça e disse “pra merecer o cu tem que me fazer goza…” ele nem esperou eu termina e já foi metendo com tudo, parecia um animal, aquela piroca grossa me rasgando por dentro me deixava cada vez mais louca, virei pra ele com o pau ainda na minha xota, prendi minhas pernas nele e pulei no seu colo, ele me segurou pela bunda e eu agarrei o pescoço dele quicando no colo dele, sempre quis tentar quicar em um homem em pé mas meu marido é gordo demais pra isso. Após algumas quicadas eu estava gozando gritando de tesão e ele só mordendo minha orelha para me provocar ainda mais, eu abri o box e me joguei no chão e pedi um 69, ele foi na hora já enfiando seu cacete na minha boca e limpando toda minha buceta com a língua dele, que língua magica, ele não parava, ia cada vez mais e mais fundo, eu gozai na boca dele e ele na minha e enfim cai no chão ofegante.

Ele se levantou e disse “e o cu? vai me dar ou vou ter que arrombar?” eu sem perceber me virei de barriga pra baixo e empinei a bunda, ele me pegou pelas pernas e levantou metade do meu corpo, enfiou no meu cu tudo logo e logico eu gritei, doeu, nunca tinha dado o cu, mas depois de umas arrombadas dele eu acabei acostumando-me com a dor, depois só sentia tesão. Ele me levantou mais de um jeito que minhas pernas estavam no ar, minha bunda colada com ele e meu rosto e corpo caído no chão, só de lembrar eu fico molhada, foi o melhor sexo da minha vida…

Depois que ele terminou de bombar meu cu com esperma umas 4 ou 5 vezes eu disse que iria dar um presente pra ele por ter me feito sentir tão bem, peguei o pau duro dele e coloquei entre meus seio batendo uma espanhola pra ele, segurei os dois seios um de cada lado e ia pra cima e pra baixo, depois comecei a lamber a cabeça dele devagar até que eu não aguentei e enfiei tudo na minha boca empurrando o pau dele pra dentro dela com meus seios, ele gozou duas vezes, uma na minha boca (eu engoli tudinho) e outra nos meus seios e rosto.

Acabei perdendo a festa mas valeu a pena, minha amiga não comentou nada comigo então acredito que ela não ouviu nossos gemidos nem meus grito (acho difícil porque eu gozei bastante e quando eu gozo eu grito de tesão), eu peguei o número do Luís e nos encontramos na minha casa as vezes, enquanto isso meu marido não desconfia de nada…

hunsaker

Sou o que sou. Sou incoerente por vezes, sou sonhador sempre, temo o desconhecido sem contudo deixar de arriscar, tenho planos e projetos, construí e ví cair em minha frente castelos. Como um anjo voei aos céus mas longínquos, e como um cometa caí. A queda me machucou, contudo me fez mais forte. Sou falho e impreciso. Simplesmente indefinível, enfim sou apenas um IGOR mas, o IGOR HUNSAKER.

1 comentário até agora

hunsaker Publicado em20:41 - 27 de julho de 2021

Você partiu um coração, mas não chores
Pois você não merece sofrer
Lhe fez sofrer quem você amava
E agora pagou o preço.