Mês: julho 2018

Tenho 27 anos, sou branca com cabelos castanhos…

PACIENTE 310718-84 

Estou tao feliz hoje, com o que me aconteceu que quero compartilhar com você. Tenho 27 anos, sou branca com cabelos castanhos, dizem que sou bem bonita e gostosa. Hoje pela manhã fui ao mercado de flores, chegando lá me deu uma vontade louca de ir ao banheiro, onde só tinha um banheiro bem espaçoso, era um mini vestiário,estava de costas quando percebi pelo azulejo que entrou alguém no banheiro, pela movimentação era uma trabalhadora que havia ido ali para tomar banho. Me virei, ela já havia entrado no box e fechado a porta. Fiquei ali parada pensando e achando algo de muito estranho, não era uma mulher e sim um homem, fiquei curiosa pois nunca tinha visto um homem nu, assim na minha frente, já vi meu namorado mas ele tem a minha idade, e o pinto dele tem por volta de 14cm, fiquei curiosa para ver aquele homem, que até então só pude perceber que era negro e tinha um corpo esculpido pelo trabalho pesado.Percebi que a porta não fechava totalmente e pude ver por um momento um pouco daquele corpo, não resisiti e bati na porta e perguntei se ele poderia me emprestar o sabonete para que eu pudesse lavar minhas mãos, quando abriu ele ficou surpreso, e me disse o que eu estava fazendo ali, ai então pude ver um homem de uns 35 anos, negro com um corpo totalmente sarado pelo trabalho e um pau, que mole devia ter uns 15cm x 4cm, agradeci e ele fechou a porta. Neste momento estava suando frio, e estava chocada com o que vi, e o tesão tinha tomado conta de minha cabeça. Bati novamente para devolver o sabonete, ele abriu olhou bem para mim e eu sorri maliciosamente ele me disse fique com o sabonete e ia fechar a porta, eu disse não precisava, o que eu quero é outra coisa na verdade e olhei para seu pau, ele olhou para mim e disse que tava fora por que eu era muito menina para ele, só que pude perceber que seu pau comecou a crescer, não resisti e peguei seu pau e comecei uma punheta. Com medo que alguém entrasse, já tinha encostado bem a porta do banheiro e entrei no box com ele, me ajoelhei e pude perceber a tora que aquele pau se tornou, 23×6. Comecei uma chupada louca naquele pau cheio de veias, e era bem preto uma tora enorme e pretona na minha boca, nisso ele me puxou e disse quero o seu cuzinho, disse a ele que não aquentaria algo tao grande assim, ele disse eu tento se não entrar tudo bem. Fiquei nua e me coloquei de costas para aquele negro, ele encostou o pau em meu cu e – filho da puta – colocou de uma só vez, eu deu um grito forte e rouco. Ai começou o meu suplicio ou delirio. Eu nao havia percebido que enquanto chupava aquela tora outras pessoas entraram no banheiro – que era bem grande. Ao ouvir meu grito alguém empurrou a porta e perguntou que porra é esta que está acontecendo aqui? Gelei e olhei era o segurança. Ele me olhou e disse e uma putinha querendo se divertircom a coisa preta, olhou para o banheiro e disse segura a porta. Só aí pude perceber que haviam mais dois outros caras dentro do banheiro também. Um segurou a porta, um moreno de uns 40 anos sem camisa, pelos no peito e bem magro, o segurança era um negro de uns 28 anos bem forte, cavanhaque e uma cara de safado e o outro eu um branco, cabelos alourados uns 18 anos e bem fortinho, sem nenhum pelo no corpo. O segurança e o lourinho (que veio seguindo a ordem do segurança) se aproximaram e colocaram o pau para fora pude ver que eram picas grandes, uma pica preta de 25cm de tamanho e outra de uns 17cm e me fizeram chupá-las e o segurança virou para o negao e disse arromba o cu desta putinha que depois sou eu, me deu vontade de chorar e fugir dali pois meu cu ja estava doendo muito. Mas comecou a loucura eu dava e chupava dois e aí o tesão ficou forte e eu comecei a adorar aquela sensação, saí do pau do negao e fui para o outro negão segurança, pude perceber que era um pouco maior e mais grossa e dei loucamente e fui para a do loirinho e dei, dei ,dei , dei e ai chamaram o que estava segurando a porta e aí me deu vonatade de correr, devia ter uns 28 por 7 e eu disse não aguento. Ai nao teve escapatorio dois me pegaram e me fizeram ficar de quatro e o cara veio por trás e me enrrabou de uma única vez, meu cu ja estava largo depois de tanta pica e eu senti dor mais por pouco tempo e este começou a estocar cada vez mais rapido e eu chupava os outro três, gozei acho que umas três vezes enquanto era arrombada por estes caras e aí foi a vez deles o moreno encheu meus peitos de porra enquanto que os outros três esporraram na minha cara e boca. Gente foi uma loucura, me levantei e eles disseram que toda vez que me vissem lá me comeriam de novo e ai de mim que falasse para alguém. Me arrumei, me limpei e sai com a cabeca baixa sem olhar para nada e fui embora, triste e satisfeita, por ter traído meu namorado.

    Depois desse dia comecei a sentir uma forte atração, por negão, mas meu namorado nem sonha nisso.

Era 7 da noite estava sozinho em casa pois meus pais estavam na igreja…

PACIENTE 310718-72

Sempre gostei de dar a bunda, aprendi a dar o cu cedo e rola era meu maior prazer, gostava de curtir com amigos da escola porém era meu vizinho meu maior desejo, seu jeitão hetero me deixava com receio de tentar algo; meu pai era amigo dele e Ricardo era seu nome, ele e alto, moreno forte, gostoso, olhos castanhos e uma tatuagem no braço esquerdo tem seus 25 anos e é casado com Vanessa amiga da minha mãe. Desde o primeiro momento que vi Ricardo senti meu cuzinho piscando de desejo, já até fiquei com uns babacaa que se diziam heteros porém Ricardo era diferente e me atraia ao desafio.

Era 7 da noite estava sozinho em casa pois meus pais estavam na igreja, batem na porta e vou atender, era Ricardo meio bêbado, me perguntava se sua esposa havia deixado a chave e respondi que não sabia e se ela deixou foi com minha mãe, ele meio embriagado estava gostosamente com aquela roupa toda suja, seu braço forte e uma bermuda que destacava suas coxas, dei uma olhada por cima e então foi pegar um café pra ele, eu estava com calção de seda e camisa regata devido o calor e trêmulo com a situação pois não me imaginava com aquele cara ali somente eu e ele.

Ao virar com o copo de café vejo aquele corpão na minha frente, seu peitoral forte e então sou abatido.

– Sei que gosta de rola!!!!

Sem palavras noto aquelas mãos segurar meu rosto e me beijar, me pegando com sua força e me jogando contra a porta da geladeira e assim sua língua afundava na minha boca, seus lábios carnudos e seu jeitão fazia do meu desejo algo real, era eu beijando o macho que sempre desejei.

(Que beijo era aquele…)

deliciosamente suas mãos acariciava minha bunda, me forçava e eu curtia, perguntava que horas chegavam e eu nem respondia.

-Vamos pro meu quarto. Lá ficamos sucegado.

Me pegando no colo aquele homem me fazia pensar se tudo aquilo era um sonho ou uma realidade, tranquei a porta e ligando o som apenas senti sua mão me forçar.

-Agora mama!!!!

Meu cabelo era puxado e a dor ao prazer me forçava a ver aquela geba de uns 22 centímetros pular pra fora.

Obedecia e ali matava minha vontade daquele pau que era lindo e Grosso, cheio de veias e uma pele por cima da cabeca que era gostosamente massageada pela minha língua, em meia luz o ouvia gemer e me forçar, me engasguei e em alto som ele me falava que eu era gostoso.

Me forçando mandava eu ficar de quatro e enfiando dois dedos no cu parecia curtir o sexo que com medo recebia de uma só vez seu pau, dei um pulo pra frente e me pegando pelas ancas me fazia voltar a dor era demais ao sentir lagrimas escorrer aos meus olhos; ele socava gostoso no meu rabo sentia o entrar e sair daquele pau grosso e suando de prazer via a dor sumir e era agora apenas o gosto do seu sexo.

Sua pegada e seu modo de me comer me fazia viajar, a força a sua mão e o remexer da sua rola dentro de mim me fazia ver estrelas e tudo mais.

Ricardo me colocava agora na posição de frango assado e quando passei a mão no meu cu e sentia o regaco pois entrava minha mão fácil, chupei minha mão e sentia agora ele enfiar novamente sem ao menos ter tempo de respirar direito novamente aquele pau me consumia.

Seu peitoral era acariciado e então cada fincar dentro se mim me fazia gemer feito uma puta e minha cama chegava a andar de tanto estocar eu segurava em seus braços ao ser arrombado.

Eu ja gozava gostoso me punhetando e ele dava sinais de que queria explodir sua porra dentro de mim e seus lábios logo me consumia e então o melhor acontecia…

Ele urrava feito louco e parecia um touro onde suado e cheio de prazer gozava e caindo sobre mim me beijando loucamente, passava minhas mãos sobre aquele delicioso corpo e tentava acreditar naquela foda.

Nu e ao meu lado ele voltava ser o personagem hetero de sempre e acendendo um cigarro ficava ouvindo música sertaneja eu revivendo as cenas daquela transa o vendo terminar de fumar ele levantava e ia embora é assim eu ficava até meus pais chegarem que segundo mãe Vanessa não deixou a chave com ela, porém não era a chave que meu vizinho queria mauis sim meu cuzinho… e conseguiu.

Ola, meu nome é Camila e hj resolvi mandar este e-mail…

PACIENTE 310718-66

“Ola, meu nome é Camila e hj vou contar a vc sobre a vez que dei pro meu novo vizinho, tenho 22 anos, na epoca namorava a 3 anos ja porem o namoro nao vinha bem, sou negra, coxas grossas, bumbum bonito mas nada exagerado, seios pequenos mas bonitos, tenho um corpo bonito porem nada fora do padrão alem das coxas grossas e bonitas.
Na época lembro que meu namoro não estava bom a muito tempo, muitas brigas e desentendimentos e direto eu pensava e terminar e tal, ate que em uma quarta feira surgiu uma nova familia na casa ao lado, uma senhora de uns 45 ou mais de idade e seu filho, Jonatan, era um neguinho de maia oi menos 1.70, nao era muito musculoso nem mt magro nem muito bonito mas senti uma atração de inicio mas de leve, ele era um rapaz muito simpático e logo fizemos amizade.
Nos dois trabalhavamos perto entao ele começou a me dar carona na ida e na volta do trabalho, ele tinha um bom papo e muita lábia, sabia ser sutil e tal, comecei a me sentir balançada. Um tempo depois ele fez amizade com o pessoal do bairro e com meus amigos e tal ate que um dia teve uma festa, nos bebemos e tal e no fim da festa começamos a falar de sexo com os amigos, meu namorado não quis ir a festa entao tava solta pra falar kkkkkkk. Durante o assunto perguntaram qual era o tamanho dos meninos presentes e tal kkkkkk, como nos tinhanos muita intimidade com os amigos e tal alguns tiraram da cueca pra mostrar e rimos muito, ate que cobramos ele pra mostrar tbm ate que ele tirou da cueca, ele tinha im pinto do jeitinho que mais me dava prazer, nao era muito longo mas era bem grosso, todos os caras que transei qje tinham pinto grosso me deram muito prazer mas nao lembro de nenhum tao grosso daquele jeito, as mulheres la ficaram surpresas e eu senti bastante ciume, ja estava com muita vontade de transar com ele.
Acabou a festa e como eramos vizinhos fomos juntos para casa, minha mae tinha saido e ele pediu pra entrar e acabei deixando, tava louca de tesão, nao sabia se ele ia me pegar mas tava com muita vontade, nao seria a primeira vez que estava dando pra outro mas tava com muuuuita vontade kkkkk.
Ele foi direto ao ponto e perguntou se eu tinha gostado do pinto dele, fiquei muito nervosa e com vergonha mas disse que era um pau bonito mas nao se sabe se e bom ou nao olhando, ai ele me disse assim.
-posso colocar ele dentro de vc entao? So pra vc ver se ele é gostoso?
Ele falou e tirou pra fora, ja estava duro, mordi meu lábio na hora, uma mistura de tesao e medo e responde que nao sabia e tal, ai ele disse,
-Relaxa, vou colocar uma vez só, só pra vc ver se ele e gostoso e tal
Como eu disse, ele tinha muita labia, aceitei o pedido, tirei o short e ele puxou minha calcinha de lado, sem camisinha mesmo foi esfregando o pau na minha ppk, era uma sensação de adrenalina muito gostosa, senti vontade de chupar ele mas nao pedi na hora pq queria sentir dentro de mim.
Ele ficou esfregando mais alguns segundos ate ficar bem molhada e entrou, mesmo bem molhada ele entrou bem justo, a unica coisa que consegui dizer foi
– aiiiiiii

Moramos na casa dos meus sogros…

PACIENTE 310718-51

Sempre fui apaixonada pelo meu marido, desde a época da adolescência ele nunca quis nem fica comigo, mas depois de um tempo nos reencontramos e começamos a namorar. Passamos dois anos namorando, casamos, e tempo uma baby de seis meses. 
Eu nunca amei outro homem a não ser meu marido ele foi uma paixão platônica que se tornou realidade. Ele sempre demonstrou gostar muito de mim, não é atoa que ele quis se casar. 
Moramos na casa dos meus sogros, a casa e grande e ela não quis o deixar sair de casa. 
Mas vamos direto ao assunto, há duas semanas atrás eu sair pra trabalhar, minha sogra levou minha bebe pra sair e meu marido ficou em casa só, como eu só ia chegar em casa depois das 7hrs ele falou que ia sair um pouco com os amigos eu nunca o proibir disso. Só que acabei saindo mais cedo do serviço e fui para casa, quando chego lá vou pro meu quarto e flagro meu marido na minha cama com uma mulher, na hora parece que meu mundo havia desabado perdi completamente meu chão, fiquei cega de raiva e comecei a arma o maior escândalo e a piranha foi embora. Eu fiquei tão descompensada que peguei o carro e fui para casa da minha mãe que mora em outra cidade, na hora nem lembrei da minha filha. Minha mãe me deu forças e falou que deveria me separar que não tem como viver uma situação dessas. Depois de dois dias voltei pra casa dele e comecei a arrumar minhas coisas, ele começou a chorar dizendo que me amava e que não sabia ficar sem mim, e que errou e nem sabia como me perdi perdão, e que nunca amou alguém como ele me ama. Fiquei completamente mexida com as coisas que ele falou, eu nunca tinha visto ele tão desesperado, ele sempre foi tão calmo. Ele falando essas coisas na frente dos pais e irmão dele, todo mundo ficou arrasado pedindo pra mim não ir, pois a cena foi digamos que desesperadora. Eu continuei na casa dele,pois pra minha mudar de cidade agora é meio complicado, mas estou dormindo junto com a minha filha, pois só de entrar no quarto eu lembro da cena, depois do ocorrido, toda vez que ele me toca me dá um nojo tão grande. Eu não sei porque isso acontece, eu amo tanto ele a ponto de deixar passar essa traição, pois perdoar eu nunca vou conseguir. Eu nem consigo falar com ele direito, mas os dois dias que passei longe dele foi tão difícil pra mim. 

Será que ele realmente me ama e essa traição foi só um impulso?

Ele diz que foi a primeira vez….

PACIENTE 310718-21

Hoje meu emprego acabou antes da hora e era para ir ao shopping mas optei por ir para casa mais cedo e não é que peguei meu marido com outro homem na cama?

Ele diz que foi a primeira vez e um erro mas eu não acredito.

Ele diz que só queria experimentar a sexualidade dele e eu até compreendo mas e que tal perguntar-me primeiro ou avisar-me?

Estou a pensar seriamente no divórcio, não mereço isto.

AS FOTOGRAFIAS MAIS SENSUAIS QUE RECEBEMOS ESTE MÊS…

TODO E QUALQUER COMENTÁRIO SÃO ENVIADOS AOS EMITENTES DAS FOTOS E PUBLICADOS APENAS COM SUA AUTORIZAÇÃO.

59.526 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

50.896 COMENTARIOS E ELOGIOS

49.685 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

46.369 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

45.251 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

41.598 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

39.654 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

38.695 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

37.965 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

37.584 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

37.124 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

35.625 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

36.548 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

34.965 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

33.865 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

35.789 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

34.125 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

34.258 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

34.875 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

33.258 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

32.659 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

30.258 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

32.695 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

39.654 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

60.346 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

15.654 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

25.754 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

38.652 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

45.326 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

62.351 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

12.362 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

9.614 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

16.845 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

32.764 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

50.319 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

70.965 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

44.596 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

59.314 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

70.693 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

20.654 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

47.463 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

8.195 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

6.743 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

7.216 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

40.329 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

41.375 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

80.549 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

20.384 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

30.594 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

50.699 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

70.659 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

62.318 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

30.597 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

55.254 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

5.268 COMENTÁRIOS E ELOGIOS

 

 

SER GOSTOSA…

Resultado de imagem para NU ARTISTIC GIF

Não adianta você ser gostosa para ser comida por alguém,

você precisa ser gostosa para alcançar

o prazer de se sentir plena

e isso minha filha é sim responsabilidade sua.

Não queira,

nem deixe por qualquer motivo,

que usem você…

Antes de mais nada quero dizer que sou sua fã incondicional e que há um ano você mudou minha vida…

Antes de mais nada quero dizer que sou sua fã incondicional e que há um ano você mudou minha vida. Isso mesmo, você! Exagero? Leia minha história.

Sempre fui atrevida. Desde cedo, descobri que adorava uma sacanagem e a sensação de estar aprontando. Ainda bem nova, beijava quem eu queria e depois que comecei minha vida sexual, aos 18, apaixonei-me por sexo casual. Transei com vários caras e curtia isso como ninguém. Só que, apesar de me divertir muito, no fundo, eu queria muito saber como era a sensação de amar e ser amada.

Um belo dia, conheci o tão aguardado príncipe encantado. E deus caprichou no meu caso! Lindo, inteligente, gentil, bom de cama, divertido e louco, louco por mim. Nos apaixonamos completamente, e depois de dois anos decidimos nos casar! Lasciva, acredite, ele era mesmo o cara. Não tinha erro.

Eis que sem mal ter saído da puberdade, subi ao altar, vestida de noiva, com a festa dos sonhos. O tempo começou a passar, fui com ele para o exterior por alguns anos, vivemos tanta coisa! Nossa relação era simplesmente perfeita, exceto na cama. Confesso, a culpa era minha! Ele queria de todo jeito me comer, era habilidoso no sexo oral, fazia de tudo, era carinhoso, safado… Mas eu me sentia sexualmente oprimida pelo fato de tudo aquilo ser tão “correto”. Sentia falta de uma sacanagem, da coisa errada, de aprontar, do casual, do selvagem.

Mesmo vivendo uma vida sexual muito pobre pela minha falta de desejo, nosso casamento sempre foi maravilhoso. Uma amizade e cumplicidade que não vejo por aí. O tempo foi passando e fui me esquecendo de ser mulher. Engordei 30 quilos, não me arrumava mais e fugia de sexo sempre que podia.

Isso também afetou outras áreas da minha vida, porque minha autoestima já nem existia mais, de fato. Eu me sentia e me sinto muito culpada por ter alguém perfeito ao meu lado e não dar valor a tudo isso. Caí em depressão. Fiquei um ano deprimida, praticamente sem sexo.

Vi-me, depois dos 30, com mais de dez anos de casada, sem me sentir feminina, sem autoestima e com tudo para ferrar o casamento, que só ia bem porque ele era o cara mais compreensivo do mundo (reclamava, pedia mais, mas era muito compreensivo e sempre procurava me ajudar).

Até que um dia, vagando pela internet, encontrei seu blog. Me identifiquei tanto! Li tudo, cada artigo, os comentários, e senti tesão! Eu me lembrei o que era me sentir excitada! Terminava a leitura do texto e ia pesquisar mais. Comecei a ler sobre swing, sexting, erotismo, fetiches, e isso tudo de repente me lembrou que sou mulher! Chegava em casa do trabalho e corria pra internet para te ler e me lembrar mais um pouquinho do mundo que existia lá fora e que eu queria tanto.

Um belo dia resolvi que deveria experimentar sexo virtual. E fui. Fiz com um estranho, e amei! Minha autoestima começou a ressurgir. Comecei a controlar aquele impulso por comida (com o tempo, fui perceber que era exatamente por uma repressão sexual tão grande, que só a comida substitua tudo aquilo que eu não podia “devorar” de outras formas).

Comecei a emagrecer lendo seu blog, e lendo sobre sexo, quase todos os dias. Descobri  e tudo me pareceu fazer tanto sentido! Um dia, resolvi que deveria trair meu marido – eu me devia aquilo! E, em uma viagem a trabalho, fui a um swing. Lá eu tive a melhor noite de sexo da minha vida, do jeito que eu gosto, regada a perversões! Dei pra vários homens, experimentei mulher (e amei), saí de lá com a alma lavada e a buceta dolorida, rs.

Emagrecia mais e mais, o sexo no meu casamento melhorou! Comecei a transar muito com meu marido, o que acrescentou àquela relação de amizade e cumplicidade maravilhosa a um sexo muito bem feito.

Porém, sempre que peço ao meu marido para fazermos algo como ir a um swing ou um cruzeiro para casais, ele não admite sob hipótese alguma. Chamar outra mulher para transar com a gente? Nem pensar! Ele diz que qualquer coisa que envolvesse mais alguém na nossa cama (nem que só seja apenas olhando, veja só!), iria estragar nosso futuro, e acabaríamos nos divorciando, gerando sofrimento para nós dois. Quando somos só nós dois, vale tudo: ele ganha fio terra, me chupa, me fode, sexo anal, tapa, carinho, tudo. Só não pode envolver nenhuma outra pessoa, isso ele não admite. Traição então nem pensar! Jamais!

Bom, desde então, venho traindo meu marido com sexo virtual, presencial, e quando ele viaja, vou a casas de swing. Emagreci tudo que precisava, voltei a me arrumar, consegui a tão sonhada promoção no trabalho que melhorou minha situação financeira, retomei o gosto pela vida e meu casamento nunca esteve melhor. Final feliz? Não né…

Estou traindo meu melhor amigo, o cara que me ama e que não admite traição sob nenhuma hipótese. Isso iria acabar com ele, eu iria destruir seu coração. Só que é assim que eu me satisfaço sexualmente! Se eu perdê-lo, jamais me perdoaria, e eu sou louca por ele, apaixonada mesmo. Depois de mais de dez anos de casada eu ainda suspiro por ele.

Só que eu não consigo associar sexo apenas a amor. Eu sinto desejos. Quero sacanagem, swing, pornografia, outros homens me desejando, me comendo. Quero dar pra três na mesma noite, quero tudo isso! Definitivamente é isso o que me satisfaz na cama.

O que eu faço? Não suporto a ideia de viver longe dele, mas não quero nunca mais viver tanto tempo longe de mim mesma como eu fiz por tantos anos – isso só me deprimiu. A vida dupla seria minha única saída, mas eu estou enganando a pessoa mais legal, o cara mais decente que eu já conheci e que me trata como uma rainha.

O que faço?

Bom, é isso. Obrigada por me ajudar a retomar a vida e a alegria de viver. Te devo muito mesmo.
Um beijo.

A química é tanta que as vezes nos encontramos só pra ser ver e dar uns beijos…

PACIENTE 240718-86

Estou passando por uma situação difícil, sou casada a 8 anos e temos uma filha linda de 3 anos. Um belo dia eu estava em casa sem fazer nada e conheci uma pessoa na internet, foi uma quimica inexplicavel, nos encontramos e nos demos bem em tudo, senti com ele algo inexplicável, desde que o vi (1 mês atrás), nos falamos todos os dias, exceto final de semana, pois ele tb é casado. A diferença é que ele nao tem filhos e eu sim. Gosto do meu marido mas não sei se amo mais, pois tive coragem de trair. Sinto que meu \”amante\” gosta da mulher dele, mas pelo que percebi ela não está dando conta do recado, e além disso não tem amizades e sufoca ele, ele não pode piscar sem ela, principais motivos que ele chutou o [***] da barraca, segundo ele nunca tinha traído antes. Ele é uma pessoa maravilhosa, realmente continuamos saindo porque eu também quero, mas ele já disse varias vezes que irá respeitar minha decisão, se eu disser que não vamos mais nos encontrar, que ele irá respeitar, pois não quer me machucar, varias vezes ja me disse que só o fato de me conhecer que já valeu a pena porque se sente muito bem em conversar comigo, etc.

Ele disse que já pensou em se separar anteriormente, antes de me conhecer, mas se arrependeu. E que agora comigo está muito confuso e por enquanto não sabe o que vai fazer, mas percebo que para ele está comodo sair comigo e ficar casado. Não conseguimos ficar sem se falar, e sempre que a gente fala, entramos no acordo e falamos, vamos parar não podemos continuar, pois está rolando sentimento, no final tudo vai por agua abaixo e nos encontramos novamente.

A quimica é tanta que as vezes nos encontramos so pra ser ver e dar uns beijos, pra gente isso já é maravilhoso, nem precisa chegar nos finalmentes.

Sinto que ele não está feliz 100% com a original. Quando nós conversamos por msn, sinto uma sensação maravilhosa, sei que são sintomas de paixão mesmo e ele diz sentir o mesmo, honestamente não sei se é verdade, pois o conheço a 1 mês somente.

Aos finais de semana não podemos nos falar, pq ambos somos casados, mas na semana está impossível evitar, antes mesmo de encontrar ele, meu casamento não estava bom, meu marido é excelente companheiro, excelente pai, mas não me satisfaz 100% na cama, sei que nao sou perfeita, mas segundo ele meus defeitos que o incomodam, ele consegue conviver, e não precisa pensar em separação ou traição, porém o que me incomoda nele não irá mudar, aguentei até hoje porque existia varias outras qualidades que superava, hoje em dia com a rotina está pesando muito, e como casei muita nova (22 e ele com 26) não vou mentir que senti vontade de ficar com outra pessoa, até mesmo por curiosidade. Até então tinha sido meu unico homem, perdi minha virgindade com ele, e sei que fui a unica mulher dele também. Nao sei se ele tem a mesma necessidade que eu tive porque ele é mais tranquilo.

Está difícil dizer NÃO para o amante porque ele é bom em tudo, me realiza 100%, sinto que existe um envolvimento de ambos os lados, claro que menor da parte dele, mas existe. Honestamente não sei o que fazer, pois como todos sabem, mulheres se elvolvem mais. O ruim de tudo isso que pelo fato da mulher se envolver mais, não consego separar toda essa confusão na minha cabeça e está me machucando muito, sou muito emocional e sempre me entreguei nos relacionamentos que tive quando era solteira, esta afetando profundamente a minha vida em casa, tudo eu comparo, tenho relação com meu marido, pq nao quero jamais que ele perceba, mas muitas vezes não sinto vontade, e quando faço sempre vejo flash do outro. Estou tentando amadurecer minha decisão, já que não quero me arrepender, até mesmo porque não posso pensar nesta decisão achando que meu amante ficará comigo porque ele não me deu nenhuma segurança disso. Ele está sendo somente o PIVOT.

Meu esposo é pessoa maravilhosa e não merece sofrer. Como são as coisas né? Tenho uma vida financeiramente estável com meu marido, temos de uma certa forma uma estabilidade no emprego, ele é super liberal, deixa eu sair com meu amigos, faço happy hour, saio com pessoal da empresa, ele não me cobra e não fica com ciumes bobos,mas eu estou FELIZ???? NÃO. Casamento não é somente SEXO é um conjunto como companheirismo, cumplicidade, amizade, mas eu digo que SEXO é o principal fator que move o casamento e quem fala que NÃO, está mentindo.

Por favor,  pode me dar uma luz????

…me vê falando com esse rapaz, não questiona, não fica com ciúmes

PACIENTE 240718-82

Sou casada há 5 anos, nunca em hipótese alguma pensei em traair meu marido. Sempre fui fiel. Meu marido é um farrista, agora mesmo está na casa de amigos enquanto estou aqui sozinha. Tenho muita mágoa dele, ele já me traiu, sempre me deixa sozinha. Sou bonita, todos me dizem isso: você é linda, porque ele faz isso! Conheci um rapaz no meu trabalho, ele se tornou um grande amigo. No início percebia suas investidas, só como sou fiel me fiz de desentendido, amava muito meu marido o tempo passou e esse rapaz percebeu que seria só meu amigo e nunca mais tentou nada. Depois de tanta magoa, raiva do meu marido, me pego pensando nesse rapaz. Uma vontade de ficar com ele, tenho vergonha de admitir para esse rapaz. Meu marido confia tanto em mim, que me vê falando com esse rapaz, não questiona, não fica com ciúmes. O que eu faço?

Diversidade é uma palavra que está na moda…

 

Diversidade é uma palavra que está na moda e abriu espaço nos últimos anos para uma maior liberdade de ser e de se relacionar, entre outros aspectos. Esta liberdade talvez tenha sido a força motriz para que muitas pessoas hoje assumam uma orientação sexual diferente daquela que haviam vivenciado anteriormente.

“O que vemos hoje em dia é um novo movimento. Algumas famílias estão se deparando com essa situação em que o homem ou a mulher se assume homossexual e decide pelo divórcio para poder viver de acordo com a sua verdadeira orientação sexual”

…questões afetivas são fonte de grande alegria ou sofrimento.

Uma paciente me relatou que seu marido apresentou sinais de homossexualidade. E pergunta, e agora, o que fazer?

As dinâmicas de relacionamento e as questões afetivas são fonte de grande alegria ou sofrimento.

As pessoas buscam um ao outro para um relacionamento e a responsabilidade sempre é 50% de cada um em tudo o que acontecer na relação.

Muitas vezes alegamos que “não sabíamos” que o outro era agressivo, ou alcoólatra, ou homossexual, porém inconscientemente atraímos pessoas com as quais aprenderemos e ensinaremos algo, e que tem relação à várias questões emocionais e de relacionamento que existem em nosso sistema familiar de origem.

Não é estranha a alegação que fazemos quando vivemos com uma pessoa por anos, em um relacionamento íntimo onde se compartilha o convívio, as emoções, as responsabilidades, filhos, sexualidade e de repente descobrir que a pessoa não era quem imaginávamos?

Estávamos abertos a trazer à consciência a verdade daquela relação?

Quando em algum momento a situação se desvela, e não pode mais ser um segredo, o melhor a fazer é conversar abertamente, sem dramas.

Abrir o coração sobre suas emoções, necessidades, sobre a relação, avaliar verdadeiramente qual o papel de cada um, as expectativas, e muitas vezes buscar ajuda e orientação profissional.

Esta será necessária para que ambos atravessem essa nova fase na qual a verdade se revela e precisa ser vista e solucionada.

Aconteça o que acontecer deve se manter o respeito, e o relacionamento deve se direcionar para uma solução saudável para ambos e para a família.

É indicado nestes casos pedir a separação ou há chances de reconciliação?

Cada caso terá um encaminhamento particular.

Se realmente o marido for homossexual e somente agora pôde assumir sua verdade, ambos terão inúmeras dúvidas a respeito de si próprios e sobre o casamento.

Devem se questionar se vale a pena manter a relação, se irão se separar, qual a finalidade de viver uma relação com essa condição específica, como ambos lidarão com sua sexualidade, com os projetos individuais, de casal e de família, se há filhos, qual modelo de relação estão passando para estes filhos?

Uma situação assim traz muita angústia, dúvidas, incertezas e também oportunidades de aprender e crescer.

Esperar que a situação volte a ser como antes é uma ilusão, pois sempre que olhamos para algo a realidade se transforma, uma nova fase inicia e requer de nós novas reflexões, posturas e atitudes.

Buscar nesse momento uma orientação profissional, através de uma terapia ou aconselhamento é indicado para que ambos possam lidar com tantos questionamentos.

E quando o casal tem filhos? Como tratar o assunto com as crianças?

Se há filhos, dependerá da idade e da maturidade destes a forma de abordagem.

Os filhos não devem ser colocados no meio da relação do casal como muitas vezes vemos acontecer nas famílias.

Há casos em que os filhos ficam no meio do casal para que estes não se separem, porque o casal não consegue olhar para a própria relação, um dos pais ou ambos querem a cumplicidade deste filho, ou usam este filho para atingir o outro, e inúmeras outras situações disfuncionais que mostram a imaturidade destes pais.

O que os pais não sabem é que com estas atitudes prejudicam seus filhos ao colocá-los em uma posição que não lhes é devida.

Os filhos não podem ser usados para resolver os problemas do casal.

No caso em questão, os filhos não devem saber detalhes, nem sobre a sexualidade dos pais, nem ser colocados a favor de um ou outro, muito menos ser usados para consolar, ser confidente ou ajudar os pais a decidir qualquer coisa, independentemente de serem crianças ou filhos já adultos.

Os filhos sentem o que acontece na relação, e principalmente quando crianças devem ser poupados para que passem por esta fase que já é difícil por si só, sem gerar traumas desnecessários que poderão prejudicar seus relacionamentos no futuro.

Quando o casal decidir sobre o casamento, se por algum motivo optarem por continuar juntos, saibam que sua relação é modelo que os filhos terão para aprender como se relacionar futuramente.

Do mesmo modo, se decidirem se separar, devem fazê-lo com respeito, sem usar os filhos criando uma situação de alienação parental.

Os pais sempre continuam a ser pais independente de sua relação enquanto casal, e sua função é necessária para que os filhos cresçam e se desenvolvam de maneira saudável.

No caso de separação os filhos devem sentir que ambos permanecerão disponíveis para eles, que a culpa da separação não é dos filhos, e que eles não precisam nem devem interferir nas escolhas que os pais façam sobre a relação do casal.

O casal pode manter um relacionamento aberto? 

Como lidar com este modelo de relacionamento?

Se o casal decidir permanecer juntos tendo outros relacionamentos, ou qualquer outra opção que escolherem, devem saber que o modelo deverá ser bom para ambos.

Não é possível que um se sinta bem com a situação e o outro esteja sofrendo e infeliz.

Quando o acordo é satisfatório para ambos, se houver respeito e se mantiver a dignidade de cada um, pode ser possível a convivência.

O casal deve sempre lembrar que quando há filhos, estes modelam os pais e aprendem com eles como é se relacionar.

Os filhos vêem nos pais além da sua função materna e paterna, como ambos se relacionam enquanto homem e mulher e levarão esse modelo para suas vidas.

Isto não quer dizer que agirão igual, mas existe a tendência a repetir diversos padrões de comportamento aprendidos na família, inclusive os modelos de relacionamento, sexualidade e afetividade.

O alemão Bert Hellinger, criador das “constelações familiares” descobriu em seus estudos que há leis naturais básicas que orientam os relacionamentos entre as pessoas, chamada por ele de “Ordens do Amor”.

Essas leis são o Pertencimento, que mostra que ninguém em um sistema pode ser excluído, da Ordem ou Hierarquia que mostra que devemos manter o respeito à quem chegou primeiro ao sistema e do Equilíbrio de troca, que mostra que as relações devem se manter equilibradas no que cada um dá e recebe do outro.

Quando essas leis da vida não são respeitadas, acontecem dinâmicas disfuncionais nas famílias que podem gerar dificuldades nos relacionamentos, nas profissões, e inclusive de saúde.

Se viemos de sistemas familiares em desequilíbrio, a tendência é que inconscientemente levemos esses mesmos padrões disfuncionais para nossos próprios relacionamentos.

Somente quando podemos enxergar essa realidade, conseguiremos nos desemaranhar e caminhar para relações mais harmoniosas e funcionais, e para um destino mais saudável na família.

Encarar os problemas e buscar soluções sempre é preferível a escondê-los e sofrer. Busque ajuda profissional sempre que necessário…

Minha namorada pediu…

PACIENTE 240718-58

Minha namorada pediu para ir com ela a um jantar de amigos e não me apetecia por isso disse que não ia e agora ela ficou triste e diz que quer terminar, agora estou também eu triste porque minha namorada é tudo para mim e quer terminar. E agora? Como faço para ela ficar feliz e não terminar comigo?

Ele começou a me chamar atenção…

PACIENTE 240718-54

Ele começou a me chamar atenção ano passado. Ele fazia de tudo para mandar mensagens fofas para mim, dava em cima mesmo. Mas eu não dava tanta atenção. Nesse ano, eu comecei a gostar dele de verdade e decidi me declarar para ele. Ele disse que gosta muito de mim, mas voltou com a ex, segundo ele, depois de ter ficado mal por causa de mim, que não ligava para ele. Depois disso, o clima ficou estranho entre nos, mesmo decidindo se tornar amigos, mal nos falávamos. Mas o que acontece e que nos temos um amigo em comum, e esses dias, fomos na casa desse amigo e nos ficamos. Foi muito intenso, quase rolou sexo. Ele foi muito carinhoso comigo. Mas agora ele está com a namorada. Eu sabia, mas não resisti e fiquei com ele. E tipo, ele demonstra gostar muito de mim, sinto muito o olhar dele sobre mim, quando estamos em grupo de amigos conversando e ele já está planeando da gente se encontrar para ficar de novo. O problema e que ele diz que e complicado a parte da namorada, porque ele não terminou com ela. E eu estou gostando muito mesmo dele. Bom, ainda não nos encontramos, depois de ficarmos, não sei como será. Mas o que vocês me aconselham?

Queria poder esquecer isto tudo mas…

PACIENTE 240718-44

Meu marido traiu-me durante o nosso casamento quando eu estava grávida do nosso primeiro filho desde ai que fiquei sempre desconfiada. Já tivemos mais 2 filhos e ele prometeu nunca mais me trair mas eu sonho constantemente com o meu marido me traindo e continuo com muitos problemas de confiança. O meu marido tem sido fiel ou assim ele tem dito mas é normal eu sonhar com marido traindo? Queria poder esquecer isto tudo mas estes sonhos perseguem-me e parecem cada vez mais reais.

Não suporto o filho do meu marido…

PACIENTE 240718-41 

Não suporto o filho do meu marido, eu quero um conselho sobre isso porque não sei o que eu faço já pensei em terminar mas tenho o filho de 8 meses com ele não tenho como sustentar mais isso não é o problema o problema que eu amo muito meu marido.

…descobri que meu marido é bissexual…

PACIENTE 240718-03

Há algum tempo descobri que meu marido é bissexual, ele confessou, eu sempre tive esse sentimento que o meu marido era gay ele nunca foi muito fogoso na cama mas eu não sabia como descobrir se ele era gay ou bissexual, nesse dia meu mundo desabou. Não foi algo fácil depois de mais de 7 anos casada descobrir isso do marido não é fácil. Estou pensando em me separar pois não consigo compreender essa situação, fui criada de uma forma até um pouco careta e isso é demais para mim. Ele garante que nunca teve nada com outro homem nem quer ter mas que tem esses desejos que mantém controlados mas eu não consigo lidar com essa situação.

FOTOGRAFIAS RECEBIDAS ESSA SEMANA…

É uma espécie de encanto numa mulher.

Se tem charme, não precisa de mais nada;

se não o tem, tudo o resto não serve para nada…

… made last year in a studio…

…semana passada em minha cama…. (Campos do Jordão)

…meu namorado tirou ontem em minha cozinha (Curitiba)

… in my Florida House…

… deste mês… Minas Gerais

…desta semana… Floripa.

… de hoje…, Goiania

… meu marido acabou de tirar… Aracaju.

… Janúar hjá ljósmyndara…

…agora a noite… Barra da Tijuca.

 

…ontem em Santa Tereza….

…domingo em meu ap…. Recreio dos Bandeirantes.

….em minha academia…. Niteroi.

…no banheiro do hotel… Salvador.

… pada hari Isnin…

… em minha casa saindo para a faculdade…. São Gonçalo

… in casa mia…

… em meu condomínio… Iguaba

… feita pelo meu namorado a dois meses… Niteroi.

…na casa do meu “ficante”… Botafogo.

в фото студии… Russia

… 20 de janeiro… Brasilia

… in meinem Haus Alemanha.

… no meu quarto… São Gonçalo.

…pelo meu fotografo… Niteroi.

… em meu trabalho… Rio de Janeiro

… na casa do meu namorado…. São Gonçalo.

… no club… Rio Bonito.

…em Teresópolis à três meses….

]

…. em minha casa da praia… Niterói.

… en el Club Espanha.

… no meu trabalho. São Paulo.

… na boat … Copacabana.

… final de semana com meu namorado… Belo Horizonte

… com minha namorada e fotografada por nossa namorada… Campinas.

… sur la plage França.

… na praia de Itaquatiara… Niterói.

… na poisada e Busius… Busius.

… em meu quarto… São Gonçalo.

… no meu condomínio… Niterói.

…em busius.

… em Cabo Frio…

… no Motel… Niteroi.

… em Itaquatiara… Niteroi.

… em casa… Barra da Tijuca.

… pelo meu antigo namorada à dois meses…. Rio de Janeiro

… em casa… São Paulo.

… em meu quarto…. Rio de Janeiro

Não sabemos tudo sobre sexo…

Resultado de imagem para sexo gif

Não sabemos tudo sobre sexo, isso é fato. Aos poucos vamos descobrindo mais sobre a sexualidade humana e o orgasmo feminino é um exemplo disso. Assunto de diversos estudos, já foi inclusive considerado inexistente segundo alguns especialistas. Quanto mais se sabe sobre este tema, mais fácil se torna dar prazer a sua companheira na hora do sexo. E por isso trouxemos uma lista com alguns fatos curiosos sobre orgasmos.

Menos de 20% das mulheres conseguem chegar ao orgasmo únicamente com penetração vaginal
Segundo o Journal of Sex & Marital Therapy, que realizou o maior estudo sobre orgasmos publicado até o momento, em 2017, apenas 18% das mulheres americanas podem ter orgasmo apenas por penetração vaginal. Ou seja, o clitóris é importantíssimo quando se quer chegar lá. E isso nos leva ao próximo tópico.
Mais de um terço das mulheres precisam de algum tipo de estimulação do clitóris para ter um orgasmo 
Na verdade, este número parece pequeno se comparado ao que mostramos no tópico anterior. Ainda de acordo com o estudo, 36,6% das mulheres afirmam que a estimulação do clitóris é “necessária” para chegar ao orgasmo.
A estimulação clitoridiana e vaginal pode ser difícil de se distinguir, já que o clitóris geralmente é estimulado indiretamente enquanto rola a penetração.
Isso por que o clitóris não é apenas uma saliência na vulva, mas sim uma estrutura que se estende a todo o corpo. 
Para a maioria das mulheres, preliminares são extremamente necessárias.
Ainda segundo o estudo, grande parte das mulheres citou o “tempo para aumentar a excitação” como algo que aumenta o orgasmo. Para muitas mulheres, o sexo está diretamente relacionado a intimidade, então preliminares são uma maneira de expressar essa intimidade, ou seja, dedique bastante tempo à esta etapa.
Não existem dois orgasmos iguais
Todos os orgasmos são diferentes, variam de intensidade com base em sensações, situações, excitação, e inclusive medo ou inibição. Fatores como o ambiente onde está rolando a relação, o resto da vida pessoal ou como foi o dia anterior também podem influenciar na variação do orgasmo. 
Mulheres podem ter orgasmos múltiplos
Mas isso não quer dizer que é fácil chegar, e também não acontece sempre.
Esperamos que as dicas tenham sido úteis para você.

Não deixe de compartilhar sua opinião nos comentários..

FOTOGRAFIAS RECEBIDAS DE LEITORAS….

Mulheres  Fotogênicas …

Me disseram que quem anda de bicicleta, o tombo é grande. Só que esqueceram de me perguntar se eu tenho medo de cair. ..

O coração diz: repare. O orgulho diz: fotografe.

Um dos maiores presentes que você pode dar a alguém é sua fotografia. Dar sua fotografia, é dar uma porção da sua vida que nunca mais vai voltar.

A beleza da mulher avalio não pelas proporções do corpo, mas pelo efeito que estas produzem.

A beleza do perna, causa admiração; a da alma, estima; e a da cintura, tesão.

No corpo da mulher contém beleza e sensualidade de uma escultura, mas o charme demonstra seu talento…

A beleza de uma mulher não está nas roupas que ela veste, nem no corpo que ela carrega, ou na forma como penteia o cabelo. Mas na forma que se apresenta….

Gostei do sorriso…

Perfeita….

Gostei do seu e-mail… Obrigado.

Legal…

Linda….

Não entendi bem o que quis dizer….

Linda.

Muito audaciosa…

Sensual…

Espero que tenha sido bom…

Confortável….

Você tem a licença para navegar ????

Tatuagem interessante….

 

…somos amigas desde a escola e juntas já fizemos muitas…

PACIENTE 180718-14

Olá me chamo Fernanda tenho 29 anos sou loira, não vou citar a cidade por privacidade dos envolvidos.
Sabemos que quando uma casada tenta provocar ela quase sempre consegue.
Sempre curti ler relatos de gostosas e de sexo com mulheres casadas. Esse é um dos motivos de hoje resolvi lhe contar minha história.
Bem tenho uma loja de roupas no shopping da cidade onde moro, sou casada a sete anos com Vinícius de 42 anos.
Temos um casal de amigos desde os tempos de escola Priscila e Jairo.
Ambos casados a quatro anos são pra nós os melhores amigos. Priscila uma morena de 25 anos é dona de um salão de beleza na cidade onde faço toda minhas unhas, limpeza de pele cabelo em fim faço tudo lá Priscila compra suas roupas na minha loja somos bem amigas mesmo. Jairo com seus 38 anos é engenheiro eletrônico, o que lhes permite também ter uma vida de conforto,
assim como nós Priscila e Jairo não tem filhos.

A AMIGA

Como disse eu e Priscila somos amigas desde a escola e juntas já fizemos muitas safadezas. Temos a mesma opinião quando o assunto é uma boa foda, adoramos dar, não temos frescura, pensamos igual, buceta foi feita pra tomar vara e não pra ficar de enfeite é só fazer xixi.

Já fizemos muitas loucuras juntas, já metemos juntas, somos bem vagabundas mesmo, bem putas.
Nossos maridos também tem algo incomum são dois bananas,pois sempre trepamos com outros e nunca percebem ou se percebem fingem que não veem.
O que vou contar aconteceu a dois meses atrás, sempre nos reunimos os quatro pra tomar umas cervejas assar carne coisa assim. Quando não fazemos em nossa casa fazemos na casa deles.
Em um domingo estávamos os quatro na casa de Jairo e Priscila assistindo a um jogo na televisão. Era cerveja caipirinha cachaça carne, já estávamos bem alegres quando chegou nino.

Nino é irmão de Priscila um macho com seus 30 e poucos anos. Moreno forte devia ter 1,80 de altura uns 80 kilos corpo lindo um verdadeiro tesão. Priscila sempre dizia que se não fosse irmãos já teria dado pra ele, eu também tinha minha quedinha por ele. Nino já chegou meio de fogo pois estava bebendo em um bar com amigos. Chegou nos cumprimentou e como era de casa já foi logo bebendo. Vinícius e Jairo sempre muito brincalhão já desafiaram o rapaz pra quem bebe mais só que pra sacanear os dois não bebiam. Logo então nino ficou totalmente bêbado travado mesmo, nino usava camiseta e bermuda, ao vê-lo totalmente travado resolvemos colocá-lo no chuveiro. Sobrou pra eu e Priscila fazer o serviço pois nossos maridos disseram que não perderiam o jogo pra dar banho em cachaceiro.

Pegamos uma de cada lado e o levamos pro chuveiro nossos maridos ficaram na sala vendo jogo.
Tiramos sua camiseta e colocamos ele embaixo do chuveiro de bermuda mesmo. Me lembro que Priscila estava de mini saia eu estava de shortinho. Começamos molhando ele as duas segurando aquele homem bêbado no chuveiro era só risos por não aguentar seu peso. Só sei que ao ver aquele tesão de homem todo molhado foi me dando um fogo a boceta já latejava falei pra minha amiga:
-Pior que o safado é gostoso né.
– Ah se não fosse meu irmão.

Tiramos ele do chuveiro levamos pro quarto todo molhado mesmo deitamos ele na cama que já foi apagando de vez.
Decidimos então trocar sua bermuda pra não molhar toda a cama pegamos uma bermuda do Jairo e assim que tiramos a bermuda do nino veio junto a cueca deixando ele completamente pelado.
Quando vi aquilo aquele homem pelado desmaiado com um pinto de uns 23cm muito grosso não contive falei:
– meu Deus o que é isso que caralho é esse amiga?

Como disse no começo sou bem vagabunda mesmo, não tenho frescura quando quero prazer, mais Priscila se supera.
Assim que falei isso ela me olhou conhecia aquela carinha de puta sabia que ela ia aprontar.
-os rapazes estão na sala ne.
-sim estão.
Fica olhando de olho neles.
Falando isso já pegou no cacete do próprio irmão e foi logo colocando na boca.
-Priscila sua maluca!
– vai falar que você não quer chupar também, ela tinha razão eu estava louca pra chupar também, então ela veio até mim e falou.
– vai chupar, cai de boca mamei gostoso, sempre fizemos coisa arriscadas mais ali era dimais, ouvi Priscila falar com Jairo que ia vestir uma bermuda no irmão e já voltávamos ao que Jairo respondeu.
– tudo bem ele tá bebado mesmo não vai fazer nada.
Mal sabia ele o que se passava. Priscila voltou e logo me disse.:
– vai pra porta.
Era minha vez de vigiar, minha amiga veio montou sobre nino já mirando o cacete na buceta. Ela então soltou o corpo e deixou a vara atolar ficava subindo e descendo. Ela gozou rápido era minha vez eu já tava louca de tesão nem ligava pra mais nada tirei todo meu short sentei com gosto até hoje acho que ele tava sabendo o que tava fazendo seu pau latejava dentro de mim. Gozei gostoso nos vestimos colocamos a bermuda nele voltamos pra sala. Nossos maridos nem perceberam ou sei lá se perceberam. Só sei que aquela foi a rapidinha mais gostosa que já tive ao lado de minha amiga.