Mês: agosto 2017

EM RESPOSTA AO SEU SEGUNDO E-MAIL DE QUARTA FEIRA…

Sendo você, Lésbica ou não…

Enterrado em ti estarei em breve,

Já sei que é inevitável,pois meu tesão  já clama

pela chama do teu interior.e quando chegar a hora,

e minha dureza de rocha te invadir,há de sentir que a tocha de fogo foi ativada por ti,

vá ligando assim teu motor,Que em violentos tremores,

receberá meus açoites…invadindo os teus territórios …

Igor Hunsaker.

E-MAIL RECEBIDO NA TERÇA FEIRA…

“Não é um papo de Lésbica (apesar de ser)…Não é papo de feminismo 
nem média com o sexo que adoro
talvez repúdio ao desgosto 
ou flerte com o realismo um homem em seu machismo 
não satisfaz a mulher 
força potente ela é 
e quer devorar planetas um pau dono de boceta 
não existe, é utopia 
não é certo que a maria 
só desfrute do josé pois o leite não dá sabor ao café 
enjoa cai na rotina 
não se prende uma felina 
lhe deixando encurralada precisa ser desbravada 
pois surgem sempre terrenos 
no seu corpinho pequeno 
leste, oeste, norte, sul 
tem mistério e tem tabu 
muito pra ser explorado 
do pé ao penteado 
do sentimento ao cu.

E um homem não sabe fazer isto….”

PS: TEXTO E FOTOS DO E-MAIL RECEBIDO

HUNSAKER

 

E-MAIL RECEBIDO NO DOMINGO…

Perdi o medo…

E estou lhe escrevendo…

É sempre da mesma forma o teu jeito de me envolver.

O que provoca…

O que causa prazer…

É um desejo que vem e, entorpece-me.

Leva-me as nuvens.  

Não há nada que me desvaneça.

São dedos…

São mãos…

Tapas deixando a pele vermelha.

Aos sussurros…

De quatro…

Seja no chão…

Na cama…

De modo sacana…

Encostada numa parede qualquer…

O que vale é o tesão.

Inebriando os sentidos.

Fazendo a alma lânguida.

Deixando a essência embriagada.

A língua percorrendo por caminhos…

Pelos espaços…

Trilhando os labirintos…

Sendo guiados pelos instintos.

O teu corpo tem a magia que a lascívia irradia.

Acendendo o desejo…

No ponto proibido o beijo.

Entre as pregas consentido,

O pequeno pedaço de carne teso,

Na zona estratégica umedecendo em círculos.

Fortalecendo os nossos elos,

Adentrando o vale proibido.

A sensação, que posso ter a melhor,  

Causando-me o furor…

O membro em riste a dor.  

Mesclando o nosso suor

E fluídos e todo furor.

Entrego-me com gemidos

Aos gritos…

Em sues textos sensacionais,  

Deliciando-me com gozos intensos.

HUNSAKER

CONFESSO QUE NÃO SOU SANTO…..

Ah algum tempo atras, logo após ter voltado para o Brasil, um grupo de colegas me pediram ajuda, pois estavam vindo do Canada e ficariam 45 dias no Rio de Janeiro.
Eu os hospedei !
Era um Domingo, eu estava bem à vontade em casa só de short, sem cueca, e sem camiseta. A casa estava uma tranquilidade, tinha hospedado alguns amigos de fora. Os mais velhos tinham ido almoçar no restaurante Tio Carlos, meu colega de turma também estava fora e eu seguia tomando minha cerveja holandesa e assistindo ao jogo do tênis.
Foi quando de repente meu colega chegou e já foi subindo as escadas correndo e dizendo que estava atrasado para o casamento de um amigo, que sua namorada estava para chegar e pediu para mim recebê-la enquanto ele tomava banho. É claro que eu disse que tudo bem, ao menos poderia ficar apreciando aquela delícia por alguns minutos.
E realmente não passou 5 minutos, a campainha tocou, era ela. E olha eu tiro o chapéu para meu colega, ele tinha uma namorada em tanto. Uma verdadeira ninfeta de pele clara, olhos verdes cabelos encaracolados. Estava usando um vestido preto, justo, um pouco acima do joelho, e um salto alto que empinava seu corpo a deixando ainda mais gata.
Abri o portão e nos abraçamos, fiz questão de fazer ela sentir meu pau duro. Fomos entramos em casa e eu atrás dela e quando ela subiu os degraus da escada da garagem para a casa quase enlouqueci vendo seu vestido subir e a danada não fazendo questão nenhuma de segurá-lo, só podia estar me provocando.
Ela se sentou no sofá, cruzou as pernas, e que pernas! Me sentei ao seu lado, coloquei meu braço em volta dela apoiado no sofá e fui conversando com ela. Comecei a elogiá-la dizendo que estava linda e olhava na cara de pau para seus seios naquele decote safado e para suas coxas.
Ela sorria, agradecendo, e retribuiu dizendo que eu também estava gatinho. Eu ria falando, “Que nada, olha como estou, sem camiseta, com este short velho…” e lhe mostrava o enorme volume que meu short exercia devido meu cacete duro.
 “É assim que eu gosto…”, ela disse pousando sua mão bem em cima do meu pau, e com nossos lábios já bem próximos nos beijamos. Ela apertava meu pau, minha mão já subia pela sua coxa até sua bucetinha, e logo constatei que a safada estava sem calcinha. Ela sorriu dizendo “Não gosto de usar calcinha com vestido… marca…rs…”.
Fui logo metendo meus dedos nela e socando, escutando-a gemer ao pé do meu ouvido e de fundo o som do chuveiro ligado com meu irmão. Puxando meu short ela segurou meu pau e começou a bater uma punheta deliciosa e me chamando de safado, gostoso e outros mais adjetivos.
Levantei, terminei de tirar meu short, e em seguida ela já veio sedenta segurando meu pau e abocanhando-o. Chupava feito uma putinha, olhando para mim e me deixando doido de tesão! 
Como não poderíamos demorar, mandei ela se apoiar no encosto do sofá, de costas para mim. E prontamente ela obedeceu e ainda me provocava empinando sua bunda, rebolando e olhando para trás com aquela carinha de safada.
Me abaixei, levantei seu vestido deixando-o na cintura e logo minha boca completava sua boceta. Nossa que delícia, sua bocetinha encontrava-se preparada, possivelmente para meu irmão. Estava cheirosinha, e ainda com um leve sabor de morango. Apesar de jovem a safada já sabia muito bem o que fazer para fazer um homem chupá-la para valer rs… 
Ela se contorcia rebolando na minha boca eu metia a língua, chupando-a com vontade e enquanto a chupava enfiava também dois dedos no seu cuzinho, bolinando ele já na intenção de foder aquela bundinha. Depois me levantei e já fui ajeitando minha rola na sua boceta, e segurando-a pela cintura fui socando minha rola, socando até o fundo.
Enquanto lhe dava umas boas estocadas lhe enfiava uns tapas na bunda, e não parava de meter. E ela gemia pedindo para foder mais forte, e eu metia, o tesão foi tanto que logo senti que estava a ponto de gozar. Então tirei meu pau, batendo uma punheta e mandei ela sentar no sofá.
Novamente ela me obedeceu como uma boa menina e assim que ela se sentou eu levei meu pau na sua boca colocando-a para chupar. Não demorou muito gozei e jorrei muita porra na boquinha dela e a safada engoliu tudo, não deixou uma só gota cair.
Eu batia meu pau melado na sua boca, no seu rosto, enquanto ela apertava minhas bolas e me chamava de tarado. Foi aí que ouvimos a porta do banheiro se abrir, imediatamente ela correu para o banheiro de baixo, eu vesti meu short e voltei a me sentar no sofá. Meu colega gritou lá de cima se ela havia chegado, eu respondi que sim, e que ela estava no banheiro.
Uns cinco minutos depois ela voltou e como meu colega ainda não havia descido ela sentou no meu colo de frente para mim. Nos beijamos, e não resisti em agarrar seus peitos, e ainda dar uma boa chupada.
E quando estava quase tirando meu pau para fazer ela sentar, notamos que meu colega vinha descendo as escadas. Nos ajeitamos rapidamente, e ele logo chegou, e por nossa sorte não percebeu nada. Assim que a viu, ele a elogiou dizendo que estava linda, se beijaram e minutos depois saíram. A danada olhava para mim com uma carinha de que queria levar mais rola, mas agora quem ia lhe dar seria meu colega de turma doutorando rs…
Igor Hunsaker.

CONCEITUAR A VERGONHA…

Vergonha (do latim verecundia), é uma condição psicológica e uma forma de controle religioso, político, judicial e social, consistindo de ideias, estados emocionais, estados fisiológicos e um conjunto de comportamentos, induzidos pelo conhecimento ou consciência de desonra, desgraça ou condenação.

Eu conceituaria a vergonha:

“emoção que nos deixa saber

que somos finitos”.

IGOR HUNSAKER .

A VERGONHA ESTA DELIBERADAMENTE EXTINTA…

Este mês…

Muitas fotos de mulheres bem gostosas e fogosas nos foi enviado. 

São dezenas de imagens com casais fazendo sexo como eu nunca vi antes. Beldades bem gostosinhas e que adoram transar loucamente em cenas pornográficos feitas para sites e blogs na web.

Esta publicação com imagens de sexo foi a em diversos dias de trabalho, pois buscamos as melhores cenas de putaria que nos foi enviado para compor este “ensaio” mais que completo para os nossos leitores . São morenas e loirinhas perfeitas que demonstram suas habilidades incríveis ao transarem muito com seus marmanjos gulosos. Beldades que exibem curvas que deixar qualquer homem de boca aberta. Bundas grandes e seios gigantes, bem durinhos e muito desenhados, assim como bucetas carnudas e todas molhadinhas para os marmanjos dotados meterem a pica nas cenas de sexo.

As mulheres lindas e gostosas que você verá nesta publicação são dos mais variados estilos e perfis de corpos e performances no sexo. São gostosinhas magrinhas, saradas e algumas gordinhas. Seus corpos são diversos, porém, sempre bem gostosinhos e que nos enche de tesão facilmente, só no momento em que paramos para apreciar essas fotos perfeitas de sexo.  São fotos que detalham todos os corpos lindos e gostosos dessas mulheres gostosas.

.

Como cena de sexo que nos chamou muito a nossa atenção, podemos destacar uma loira de 27 anos de idade que estava na academia fazendo poses peladinha e, logo em seguidas já aparece fazendo um oral fenomenal . A safadinha, depois de fazer um boquete nele, o deixou chupar sua bucetinha gostosa na cena de sexo na academia. A loira fogosa fez várias posições diferentes para o marmanjo fuder ela todinha, como de ladinho, de quatro, cavalgando e sentando forte no pau dele.

.

E como já é comum de fazermos ao publicarmos imagens de cenas de sexo, colocamos duas gostosas fazendo sexo ao mesmo tempo em uma suruba inesquecível. A duas beldades são novinhas (uma morena e uma loira), porém, possuem uma habilidade no sexo que poucas mulheres mais maduras têm. As gostosinhas, além de chuparem bem gostoso nas mais variadas posições possíveis.

Até eu estou chocado…

IGOR HUNSAKER.

 

E-MAILS QUE RECEBEMOS NO ULTIMO FINAL DE SEMANA…

Antigamente tirar uma foto pelada e mandar revelar era foda.

Mas hoje em dia é simples e rápido, por isso o crescimento de selfies de noninhas peladas aumentou 1000000%. Algumas não tem o cuidado de apagar e acabam caindo na net.

Abaixo está uma seleção de fotos de novinhas peladas na frente do espelho muito gostosas e completamente sem roupa.

Gostou de ver as ousadia na frente do espelho?

IGOR HUNSAKER

PSEUDO FRATERNIDADE… (Paciente 2136)

– Sérgio Augusto, eu já falei pra você conversar com este seu sobrinho, ele deixa as roupas dele jogadas pelo guardo, chega suado do futebol e vai direto pro sofá. Ah! Não aguento mais!

Reclamava Vera a seu marido dentro do carro enquanto voltavam das Compras. Esta discussão tem se tornando muito frequente nos últimos 2 meses e Sérgio sempre retrucava dizendo que ela estava exagerando, que não enxergava nada daquilo, e aquilo só deixava Vera ainda mais nervosa. Rodrigo havia passado no vestibular de uma Universidade Federal da cidade deles e agora a pedido da irmã de Sérgio passava uns dias naquela casa, o combinado seria que ele ficasse ao menos 1 mês, até que eles encontrassem uma República para Rodrigo ficar. Mas este prazo só se estendia e já fazia quarto meses que Vera estava vendo sua vida tornar-se um verdadeiro inferno.

Vera sempre foi uma mulher cuidadosa, gostava de ver sua casa limpa e sempre muito bem arrumada. Com a vinda de Rodrigo começava ver tudo de cabeça pra baixo, vivia recolhendo tênis e meia pela casa. As brigas com seu marido tornavam-se mais constantes a cada dia e não via-o tomar nenhuma atitude a respeito de seu sobrinho, deixando-o com total liberdade na casa.

Em uma tarde, Vera chegava do Banco, Sérgio já havia chegado do trabalho e encontrava-se na sala dormindo no sofá com a TV ligada.

Passando pela sala e subindo as escadas Vera escutava o som do chuveiro ligado, “Ao menos está tomando banho”, pensou consigo mesma e aproveitando que Rodrigo estava no banho resolveu entrar em seu quarto e dar uma conferida na situação.

Como já era de se esperar, logo viu cama desarrumada, roupas jogadas por todas as partes e o quarto exalava um cheiro forte. Ao aproximar-se da cama Vera logo viu algumas revistas, todas de conteúdo adulto.

Com uma daquelas revistas em sua mão Vera viu-se folheando-a e instintivamente as imagens de sexo que ilustravam um Conto Erótico começaram a excitá-la cada página que virava.

– Gostou Tia Vera?

– Ahhh! – Vera soltou um grito assustando-se ao ouvir aquela voz ao pé de seu ouvido e aquele corpo encaixando-se ao seu. Ao virar-se, deparou-se com Rodrigo completamente nu, com seu membro completamente enrijecido e olhando-a de forma maliciosa.

– Seu louco! Você está…está! Vou chamar meu marido – dizia Vera com seu rosto corado ao encarar Rodrigo que se aproximava lentamente dela, e ao vê-lo junto de seu corpo Vera juntou forças pra gritar.

 – Sér…

Mas antes que conseguisse completar Rodrigo tomou-a em seus braços puxando-a para si com firmeza e beijou-a. Vera resistia tentando empurrá-lo, até que ao sentir aquela língua invadindo sua boca provocando-a de forma safada Vera não resistiu mais e deixou-se levar.

Levando seus braços sob os ombros de Rodrigo ela o beijava na mesma intensidade; sentia as mãos deles segurarem seu vestido puxando-o para cima, em seguida a mão dele invadia sua calcinha, tocava sua boceta e massageava seu grelo fazendo-a gemer em seu ouvido.

Segurando firme o cabelo de Vera ele disse olhando-a nos olhos:

– Sua putinha…. Safada… – e voltava a beijá-la com volúpia.

Rodrigo jogou-a na cama e Vera sem conseguir evitá-lo via-o deslizar as mãos por suas coxas, subir seu vestido e segurando sua calcinha puxou-a até tirá-la completamente.

Não demorou nada para que ajeitando-se entre suas pernas Ricardo a penetrasse firme até o fundo. Vera olhava aquele garoto e não acreditava no que estava acontecendo, aquele cacete entrando e saindo, estocando-a forte fazia a enlouquecer e assim suas mãos arranhavam as costas Rodrigo de tanto tesão que sentia.

Rodrigo acelerava as estocadas e seguia metendo de forma ainda mais intensa. Era possível ouvir sem muito esforço o barulho da cabeceira da cama bater na parede e os gemidos de Vera, que daquela forma não demorou muito para chegar ao nirvana e gozar. Levantando-se Rodrigo puxou-a e segurando-a pela nuca levou seu pau a boca de Vera fazendo-a engoli-lo por inteiro.

– Chupa ele todinho sua putinha… agora você vai tomar minha porra toda…

E Vera chupava e masturbava aquele cacete como uma verdadeira puta, até que Ricardo soltou um forte jato de porra em sua boca e Vera tomava todo aquele leite sentindo muito prazer, depois alisava aquele cacete e olhava para Rodrigo com o rosto corado enquanto o via sorrir com um semblante safado e irônico.

Vera levantou-se, e quando tentou pegar sua calcinha no chão Rodrigo puxou-a novamente e encaixou-se atrás dela, encoxando-a.

– Nana… nina… não…  Sua calcinha vai ficar comigo… será meu presente – disse Rodrigo mordiscando seu ouvindo e ao subir novamente seu vestido massageava lhe o grelinho.

– Rodrigo!!!

Vera assustando-se ao ouvir a voz de Sérgio chamando seu sobrinho imediatamente soltou-se das garras de Rodrigo e saiu com cuidando, espiando e imediatamente entrou em seu quarto. Ofegante, ela continuava não conseguindo acreditar no que havia acontecido, de como deixou que ele a dominasse daquela forma e antes que Sérgio a visse tratou de entrar no banheiro e tomar um banho tirando qualquer vestígio do pecado.

Três dias se passaram e Vera evitava de todas as formas estar sozinha em casa com Rodrigo, ou até mesmo estar com ele no mesmo ambiente ainda mais junto com Sérgio. Estava confusa, seus pensamentos estavam a deixando louca.

Até que numa noite as 2hrs da manhã, Sérgio estava dormindo e Vera ao seu lado não conseguia pregar os olhos. E foi que num impulso repentino Vera levantou-se da cama, saiu de seu quarto e caminhava em direção ao de Rodrigo, parando junto da porta do quarto ela ouviu o som da TV ligada e percebeu que a porta não estava fechada apenas encostada.

Ao abrir aquela porta seus olhos imediatamente se encontraram. Ricardo estava sentado numa cadeira próximo da janela, já estava dá mais bela forma do pecado, completamente nu e seu cacete logo tomava vida ao ver Vera aproximando-se com sua camisola deslizando pelo corpo até deixá-la completamente nua.

Ao chegar junto dele Vera segurou seu rosto e olhando-o firme nos olhos beijou-o com fervor, depois sentou-se no colo de Rodrigo de costas para ele. Ali recebeu carícias eu seu sexo, enquanto ela rebolava e esfregava-se no cacete de Rodrigo e ao ajeita-se nele logo estava cavalgando naquele cacete e quase não fazia questão de controlar seus gemidos demonstrando sua excitação.

Naquele quarto ficaram por horas transando, transaram em diversos pontos do quarto e em muitas posições. Um pouco antes do horário de Sérgio acordar para ir trabalhar Vera voltou para o seu quarto e deitou ao seu lado de seu marido completamente nua, seu corpo exalava sexo e pecado.

Às 6hs da manhã o relógio despertou. Alguns raios de sol adentravam o quarto através das persianas do quarto. Sérgio acordou, levantou da cama e então olhou para sua esposa, a viu ali deitada completamente nua. “Uhmmm estranho ela nunca gosta de dormir assim”. Sérgio aproximou-se dela, estranhou também o fato dela ainda estar dormindo, normalmente naquele horário ela já estava na cozinha preparando seu café.

Ao tocar no corpo dela, sentiu sua pele grudando, “nossa… “, Sérgio tentou acordá-la, mas ela apenas soltou um gemido e abraçou ainda mais seu travesseiro e continuou dormindo.

Neste dia Sérgio saiu pra trabalhar, mas ficou o dia todo pensativo, mas alguma coisa lhe indicava que havia algo errado. Parava pra pensar, e começou a notar que nos últimos dias Vera andava muito distante, quieta e que havia parado até de reclamar de seu sobrinho. Sérgio tentava afastar o caminho que seus pensamentos estavam o levando, mas mesmo assim, naquele dia não conseguiu trabalhar em paz, acabou até saindo mais cedo do trabalho usando uma desculpa qualquer.

Ao chegar em casa, Vera estava na sala assistindo uma novela da tarde e com uma maça em suas mãos. Sérgio perguntou de seu sobrinho e ela respondeu que ele ainda não havia chego. Sérgio olhando-a e notava que ela já não o olhava mais como antes, aliás mal olhava-o.

Sérgio sentou-se ao lado de sua esposa e lhe deu um selinho.

– Amor, você tinha razão. O Rodrigo é muito indisciplinado, não toma jeito, vou ligar para minha irmã ainda hoje e dizer que não dá mais pra ele ficar aqui.

– Ah, mor…  Acho que você está exagerando, não vejo isto, ele é apenas um garoto… tadinho…

HUNSAKER.

À VOCÊS VERDADEIROS LEITORES…

Resultado de imagem para SEXO TRANSCENDENTALO amor é representado de várias formas, a principal é o sexo, sem ele

a vida não existe, preconceitos retrógrados à parte.

Este trabalho é para ilustrar as fantasias mais ousadas

daqueles que não convivem com a coragem destas situações. 

Agora, principalmente voltado para os admiradores,

escritores, poetas e amantes do sexo transcendental… 

Curtam às histórias e amem-se até à morte,

talvez consigam ir além da existência e

descobrir a sabedoria do existir…

Igor Hunsaker. 

COMO QUEBREI MINHA ROTINA… (Paciente 2563)

Não há nada melhor do que quebrar a rotina… Daquele marasmo de todos os dias sair. Eu sei que muitas vezes, a vida é complicada, exercendo sobre as nossas mentes uma pressão que, por mais que tentamos ser, ou demonstrar que somos fortes, há momentos que o fracasso vem nos atormentar. Por isso, que naquele dia resolvi literalmente explodir com todos esses momentos monótonos e demasiadamente sem sentido!

Havia um tempo que não nos encontrávamos para usufruir algumas horas de prazer… Nesta ocasião, levei comigo um ingrediente a mais, um cartão de memória contendo muitas de minhas músicas de metal preferidas. Por que ficar em um quarto de motel ouvindo uma rádio sem graça, isso não estava em meu contexto. Para minha, ou melhor, para a nossa alegria, o que planejara deu certo. O aparelho de som ligado e a televisão ao mesmo tempo em um canal adulto. O que desejava… A fantasia erótica estava ficando cada vez mais interessante… A penumbra que deixara no ambiente condizia com o ritmo musical. A carne tremia de tanto tesão: Vermelha, quente e molhada. O corpo transbordando luxúria almejava pelo toque, o que então se deu: Mãos, dedos e língua fazendo tornando a pele arrepiada. A minha essência correspondia a cada música que tocava… O heavy metal transcendendo na pele com os monstros do metal. O que fazia com que houvesse uma miscelânea de todos os elementos que ali nos eram oferecidos. Era exatamente isso o que desejava: O espírito de Lillith comigo, para que eu pudesse extravasar a lascívia em todos os sentidos ao meu parceiro, para que ele também pudesse comungar comigo daquele momento. E não foi nada difícil, pois o conduzi da maneira que eu queria. A cada introdução musical, era um grito de êxtase que emanava de minha essência… A lascívia de mãos dadas com a minha performance. Os movimentos sensuais acompanhavam a batida da música… E o seu vai e vem me deixava cada vez mais excitada! Toda aquela ambiência era o que eu mais queria… Estar a sós com ele… De me sentir desejada! Um quarto de motel, o lugar perfeito, para misturarmos tudo o que mais adoramos: O sexo e o metal… Que rasga a pele e faz a alma sangrar de êxtase em uma alquimia visceral e sexual.

Dedos foram introduzidos na boceta… Enquanto a sua boca percorria por meus seios… O fascínio que aqueles ingredientes me causavam era perspicaz em minha pele, causando-me reações. O seu corpo entrava em sintonia com o meu através das canções… Este foi o ritual que havia fantasiado enquanto preparava cada detalhe. De repente, a sua boca envolvia os meus lábios vaginais, a língua atingia bem no centro, fazendo-me amolecer e interagir no ritmo frenético a cada toque, contorcendo sobre os lençóis e os fazendo desarrumados. As nossas atitudes se tornavam cada vez mais ensandecidas. E tudo tomava proporções ainda maiores… Em cada um de nossos movimentos… Em cada gemido… Em cada sussurro… Com todos os palavrões pronunciados! Nada melhor do que demonstrar e despertar o tesão alheio. E imitando uma tesoura com os dedos que me invadiam a boceta e o rabo, ele me chupava e, introduzindo o seu pequeno pedaço de carne teso em minhas entranhas, o mordia… O sexo ficando mais e mais sensível notava a chegada do momento do gozo… Mas eu conseguia o retardar para possuir mais o frisson em meu corpo. A música ecoava em meus sentidos como se fora uma droga, fazendo-me entorpecida. E ele captava isso em mim. A luxúria era lancinante em nossos corpos… Como não adorar toda orgia a qual nos propusemos a realizar? Quando me coloquei de quatro e o ofereci a bunda abrindo bem às nádegas para que ele me ofertasse a sua língua e seus dedos em meus dois orifícios… A sua reação em me satisfazer foi imediata… E também intercalava os seus movimentos dando-me tapas. – Fode o meu rabo! – Eu lhe pedia aos gritos, devido à altura do som que transcendia no ambiente. Prontamente ele me puxou para a ponta da cama e rasgando as minhas pregas, invadiu-me de uma só vez. Em minha volúpia havia um misto de ansiedade, dor e prazer… E confesso que amo essa miscelânea de lascívia dentro de meu ser. As suas oscilações eram constantes… A reação vibrante em minha loucura fazendo a alquimia junto ao metal que estrondava em riffles de guitarra… A boceta inchada ao tocar… Sentia-me febril tamanha a volúpia que a música provocava. No instante em que ele estocava o meu rabo, a sua mão procurou a boceta e freneticamente passou a esfregar o dedão em meu clitóris… – Puta que pariu! Caralho! – Eu o xinguei. Ao rebolar mantinha o meu corpo firme para recebê-lo todo ali dentro… Por alguns instantes cessava os seus abalos para que eu pudesse mordê-lo com a minha boca anal… Dessa forma exercia pressão sobre o membro cada vez mais em riste. Podia sentir toda a sua excitação… Podia sentir os seus batimentos cardíacos no compasso da canção que tocava… Podia ouvir a sua respiração ofegante… Toda aquela atmosfera era um êxtase total. Todo este frenesi era o que eu procurava para alimentar a minha fome insaciável de prazer. Não há recíproca melhor do que você se entregar e receber sem reservas. O meu corpo se deixou levar por aquela onda de estímulo… E como um mar revolto se ofereceu ao gozo. Após tecer uma ladainha de gemidos e palavrões enquanto gozava ainda me convulsionando, mantive-me na mesma posição, agarrada pelos quadris, enquanto ele me socava continuamente… Os seus gemidos se misturavam ao compasso da música… Quanto mais ele me estocava… Mais eu lhe pedia… Aos gritos queria tomar leite em meu cu… E o tesão continuava a se aflorar em nossos corpos… – Fode o meu cu com força! – Eu lhe pedia. – Safada! Quer leite de cacete do cu? – Ele me indagava. – Quero! – Eu lhe respondia. – Mas eu quero socar muito neste rabo! – Ele me dizia. Ele passou a puxar os meus cabelos e a desferir tapas em minha pele clara… – Fode com força o meu cu! – Eu continuava enlouquecida. – Então toma! – Ele me respondia, logo em seguida socando-me com raiva. E agora me tocando… Novamente eu gozei soltando um grito gutural de minha garganta. Isso fez com que ele entrasse em transe. E poucos instantes depois, ele encheu o meu copinho com a sua porra que tão logo começou a se derramar por entre as minhas coxas. Mas eu não queria parar por ai… Fiz com que ele se deitasse e me encaixei em sua boca com os meus lábios vaginais… O meu clitóris sensível roçava em sua língua… E em seguida, deslizei o meu corpo e engoli o cacete com a boceta… Eu o cavalgava… O sentia todo aqui dentro de mim… As suas mãos percorriam em meu corpo e apertavam os meus seios, quando começou a sugá-los… Como sou atrevida, direcionei uma de suas mãos para a minha bunda e ele entendeu o que queria lhe dizer e assim o fez, atolou dois dedos em meu rabo… – Ai que delícia! – Eu lhe disse ao sentir um arrepio percorrendo em minha espinha. Ao sorrir, eu continuei com a minha dança tendo os buracos preenchidos… E continuei pedindo para que enfiasse outro dedo… Isso dá uma sensação gostosa de dor que com o tempo faz se transformando em prazer… Meu vício! Em seu membro me esfregava… Podia sentir novamente a sua ereção e a pressão que seus dedos exerciam em minhas bordas anais… Ele continuava com tudo seguindo o meu embalo… – Caralhoooooooooo! Não há como não se deliciar com este momento só nosso ao som do rock n’ roll! – Eu lhe dizia. – Você sabe mesmo como surpreender! – Ele em dizia sem parar o que estava fazendo. – Então, aprecie sem moderação! – Eu lhe falei. As mãos eu apoiei em minhas coxas para me dar maior movimento… E por vezes, eu intercalava brincando com o clitóris. De repente, sem tirar os dedos de meu rabo, ele pegou-me pela cintura com a outra mão socando os seus dedos sem parar… Isso fez com que o tesão alcance um grau inimaginável… Até que ele me fez gozar outra vez. O meu corpo se fazia languido… Os meus movimentos agora eram sinuosos… Outra tapa bem forte desferindo em minha bunda, levantando-me e me jogou sobre a cama, deixando-me na posição de frango assado, com as pernas abertas para ele ver tudo… Uma chupada bem gostosa e melada dando em meu cu… E aos poucos foi entrando em meu rabo guloso… Pouco a pouco… O sentia pulsando enquanto me penetrava… Até que entrou tu-di-nho… – Ai que delícia! – Eu gritei. Deixava-me levar por sua euforia… Os meus pés segurava firme, para que os seus movimentos fossem precisos… O dedão esfregava em meu clitóris… Quanta loucura. Não demorou muito para que novamente me fizesse gozar. E ele já conhecendo a minha maneira de ser, deu continuidade aos seus movimentos… E mais uma vez o senti pulsar dentro de meu rabo… Derramando-se… Dando-me… Enchendo o meu cálice com o seu elixir. Um pouco sem forças, deixamo-nos cair sobre a cama… Entre respirações ofegantes… O desejo por hora saciado. Um banho quente nos aguardava para recompor as forças, já que as energias estavam revigoradas. E com a atmosfera do metal pairando sobre o quarto, não foi difícil para recomeçarmos novamente… Havia algo de diferente no ar. E esta é uma sensação de embriaguez que o metal nos presenteia.

HUNSAKER.

SOU GOSTOSA AOS 40…

AMANDA é referência de beleza e incentivo para quem já chegou aos 40 e quer manter o corpo em dia. Mandou um e-mail com suas curvas perfeitas, a paciente, que está no auge de seus 46 anos, posou nua e caprichou na barriga sequinha.

“Em muitas das minhas consultas sempre dizia que era louca pra chegar aos 46, pois o sexo ficaria mais intenso por tudo que ouvi e aprendi que isso é um fato! Hoje me sinto muito mais gostosa em todos os sentidos. Sou mais calma, mas mais intensa. Aprendi como aproveitar cada minuto a meu favor. O tempo está a meu favor e me fazendo muito bem”.

HUNSAKER. 

AS FOTOS DESTINADAS AO PRIMEIRO DOS CINCO EX…

MARLENE,  já nos mandou fotos nua 16 vezes e entrou para a “Liderança” por causa disso, nos mandou mais um e-mail .

AS FOTOS ESTÃO INDO AO PUBLICO DESTA VEZ. 

De acordo com seu e-mail, a paciente ira mostrar seu atual corpo para o seu ex-primeiro  (dos 05) marido.

“Ele sempre dizia que desde o inicio eu não gostava muito de roupa (risos). Eu me sinto muito à vontade sem roupa, diz. Em um país reconhecido também por sua belas mulheres, eu estou entre as melhores…”

HUNSAKER

NUDEZ E AS RAÇAS EM UMA DISPUTA…

O mundo de hoje se divide numa só discussão: O corpo da loura ou da mulata?

Aí veio a Paciente Sandra para acalorar o debate. O bom do corpo também está com a japa.

Eu não quero aumentar debate algum, mas consigo encerrar de vez esse papo pois a nudez não pertence a uma só raiz.

“Estou cada vez mais à vontade. Tanto que me sinto livre nua. O nervosismo é sempre o mesmo, mas vou ficando experiente com os momentos. Não é chegar e tirar a roupa, é preciso liberdade, participar do momento . E isso eu faço questão de fazer”.

HUNSAKER.

ME SINTO LIVRE SEM ROUPA…

Está aí alguém que está confiante com o próprio corpo. 

Maria Alba nos revelou em seu e-mail que sua família se sente muito confortável com a sua nudez.

“Me sinto mais à vontade nua. Sinto que as roupas me restringem, então quando chego em casa só penso em tirá-las. Eu dou uma boa olhada no espelho e me acostumo com o que vejo por que é o que tenho e preciso aceitar isso. Foi assim que fui criada”

Contou em seu e-mail que ao chegar em sua casa só curti a vida nua mesmo com os filhos e empregados vestidos…

HUNSAKER.

 

Confesso…

Toco-te
(com meu membro sagrado)
Penetro-te
(com meu tesão inteiro)
Murmuro-te
(versos delicados)
Levo-te
(para a cor do pecado)
Beijo-te…
(até que tu grites)
Vou!
Tomo-te por todos os lados!

Vivo do pecado…
Gosto do proibido…
Me entrego ao que anseio…
Se você disser que isso não
te atrai…
… duvido..

Igor Hunsaker.

E-MAIL QUE NÃO ME CANSO DE LER….

Imagem relacionadaVergonha de ti ? Sim !

Confesso que não sou um poço de auto confiança !

Confesso que desvio o olhar quando te olho nú …

Ou quando simplesmente … desejo …. ver-te ….

Confesso que a roupa que dispo, me incomoda …

Mas não quero dar-me a conhecer … por dentro …

Confesso que escondo muita coisa …

E mais ainda por não te querer longe …

mas junto a mim…

Vergonha ? Sim!

Por desejar-te mais do que devia …

Por querer a posse do teu corpo junto ao meu …

E que me sussurres opulento :

” És minha agora e sempre … “

Despes-me ?

Não … Cobre-me com o teu corpo ….

Assim encubro a vergonha …

Cerro os olhos … e deixo de pensar …

Vergonhosamente, preparei-me para ti …

Para te servir …

Vergonha ? Sim!

Quando me dizes : ” Amo-te !”

Não deves … 

( não devemos )

Vergonha ? Sim!

Quando me levas ao extase … e juntos ….

o quase , torna-se inevitável …

Percorre as minhas vestes até já nada restar …

Só eu e a minha vergonha …

Igor Hunsaker.

RESPOSTA AOS OUTROS 04 E-MAILS DO FINAL DE SEMANA…

SE EU PUDESSE

E SE EU FOSSE RESPONDER

COMO GOSTARIA DE RESPONDER,

E SEI QUE SERIA A RESPOSTA

QUE TODAS ESPERAVAM RECEBER.

EU DIRIA:

“Venham assim com essa boca e engulam meu mastro inteiro,

segurem firme em suas mães e sugam a tora

me fazendo delirar

e dar o meu gozo todo

 em seus lábios famintos.

Sintam o sabor que destila pela garganta

e saciem a sede de sorver o meu tesão,

pegem com prazer na tora e

se deliciem insanaente

na loucura gostosa

de extrair todo meu prazer.

Vem minhas Loucas chuparem,

vem alem de me mandar

apenas seus e-mails…”

HUNSAKER.

 

E-MAIL RECEBIDO HOJE…

Fotos minhas…

Gostosa com minha buceta vermelinha,

batendo siririca e gozando gostoso

peladinha fotografando para você.

“Eu me espanto por essas mulheres

que fazem de tudo pra gozar,

seja fodendo seja batendo siririca

elas querem mais é sentir prazer.

Eu sou um amante das coroas,

eu mesmo já me envolvi com muitas coroas nessa vida,

algumas filhas de pacientes,

algumas vizinhas casadas e

muitas que conheci ao acaso.”

HunsakerCoroa loira gostosa do bucetão-15

Coroa loira gostosa do bucetão-12Coroa loira gostosa do bucetão-13

E-MAIL RECEBIDO NO DOMINGO…

Veja minhas fotos…

Sou uma mulher simples, perfeita e gostosa, nua (que nunca me viu) fico ainda mais linda !

E sabe o que é o melhor de tudo isso?

Você sendo meu médico me cobra, assim agora que resolvi ganhar dinheiro com meu próprio corpo de você eu cobraria também!

“Sendo uma mulher muito bem cuidada, linda, gostosa e cheia de amor pra dar eu mesmo recomendo o serviço dessa princesa  que sabe como deixar louco só com fotos imagino pessoalmente! 

A maioria das fotos dela é recheada de tesão via zap.

Faz tempo que não a atendo, mas quando seu e-mail com as fotos me senti na obrigação de divulgar melhor o trabalho dela e quem sabe um dia deixar de ser paciente poderei ter o prazer de desfrutar dos serviços dela e descrever aqui pra vocês!

Algumas das fotos são realmente de tirar o folego !

Queridos leitores, esta não é a unica paciente que passou a fazer Serviços de Sexo diante do desemprego!

Ela como qualquer outra mulher merece respeito e ser muito bem tratada, ainda mais por ser a mulher que vai te dar prazer e te satisfazer como nunca nenhuma outra fez!

Reparem a grossura da coxa dela? 

Já imaginou a pressão da coxa e da vulva dela? 

E já pensou em perder isso por falta de educação?

Portando respeitem !”

HunsakerMulher-Gostosa-Pelada-4Mulher-Gostosa-Pelada-2Mulher-Gostosa-Pelada-6Mulher-Gostosa-Pelada-7Mulher-Gostosa-Pelada-26Mulher-Gostosa-Pelada-21Mulher-Gostosa-Pelada-20

E-MAIL RECEBIDO SÁBADO…

Veja as minhas fotos. O cuzinho gostoso e arrombado de quem é viciada em sexo anal.  Faço fotos de caráter “artístico” com penetração anal com diversos objetos.

Sei que é famosa e já escreveu um belo e safado livro de suas aventuras sexuais bizarras e muitas ostras coisas que aprontou durante sua vida! Mas se tem uma coisa que você assume é que é viciada em sexo anal. Então alem da exibição procure um tratamento pois: vícios e/ou compulsão é doença mental e precisa de tratamento. Dar o cuzinho é o que satisfaz algumas mulheres de verdade e o melhor de tudo é que muitas dela sabem mesmo como dar e sentir prazer com penetração anal. Mas PSICOPATOLOGIA não é excitante…

viciada-em-sexo-anal-9viciada em sexo analviciada-em-sexo-anal-10

Igor Hunsaker

Em meus sonhos tens toda prioridade…

Pra onde fugir, se você está aqui
Não tem lugar que vá, que você lá não está
Pois o problema é o coração, é este sentimento
Que está eternamente em mim presente.

Pra onde fugir, pra não mais te encontrar?
Se nas profundezas do mar, te encontro lá!
Se entre as estrelas, destaca seu brilhar!
Se meu coração está preso, e não consegue se libertar!

Não há lugar pra fugir; em tudo posso te sentir
No silêncio, na música, na poesia
Na noite escura, sem luar, sem alegria.

Em meus sonhos tem toda prioridade.
Mesmo que não queira, de tanto em ti pensar
Meu mundo, meu Ser, precisa do seu ar.

Igor Hunsaker.

 

Sou eu que sei te ler, com boca e língua…

Vem , mas não vou colar você na parede

Retire o vestido e fique com esse salto alto

Vou te pegar no colo, beijar tua boca

Vai sentir toda minha vontade de verdade

Meu desejo vai vibrar no teu pescoço 

Desço, mas ao te levar para a cama

Nua, teu corpo em febre e clama

Meus dedos deslizam e teu peito em chama

Desço a boca, nos mamilos lindos e tesos

Geme mulher no cio, assim que sonha

Vou aguar teu umbigo e já é invasão

Pois mão melada no meio das coxas

Que por ti aberta vou ao teu vão

Minha língua reclama e verte, teu púbis infla

E por minha boca reclama, pedi vadia

Quer me dar gozo atrás de gozo, senti falta

De uma boca devassa, que te faça rameira

Mas ao mesmo tempo mulher tesuda inteira

Sou eu que sei te ler, com boca e língua

Mas agora toda encharcada e você que vem

Faz o que tu conhece tão bem

Não só em teoria mas como convêm

Depois de 4 você vai e vem, deixa esse

Teu Dr. de comer como anseia e grita

Pois agora teu rabo me faz muito bem

E aqui vou deixar fluir meu animal

Aquele que você faz saltar de dentro e aflita

Ajeita as ancas e quadril para ser neste momento

Puta e servil, mas mesmo assim com palavras

Que sabe dizer com rouquidão você ainda me agita 

Vou a loucura pois teu rabo aperta e segura firme

Sem deixar sair o que vai e vem rápido, eu grito

Espasmos e respiração forte sabe que agora

Sou seu para beijar e com certeza morde e ainda gemer…

Igor Hunsaker.

DESLIZEI…

Deslizei minha língua

Desçi no meio da coluna

Deixei saliva escorrer

Neste teu cuzinho

Que iria ter

Passei a ponta da língua

Gemeu, xingou

Fez essa gostosa bunda

Remexer

Segurei forte as ancas

De 4 meti o Maximo

Dentro de ti sinti

Sabor acido

Devassa, me chamou

De puto

Mas queria mais um

Pedaço

empurrou, pedindo

Que eu te fizesse em

Estilhaços

Eu safado forçei o

Maximo

Com tesão meus dedos

Abriram para um abraço

Depois tesuda e fácil

Coloquei meu pau

Neste seu delicioso

Espaço…

Igor Hunsaker

UMA CONFISSÃO MINHA…

Sol e a Lua me instigam são mulheres que nuas desfilam

Soltas feitas mariposas buscam luz e olhares marginais

São mulheres com maravilhosos pelos púbicos  e vaginas

Uma querendo o desafio que a outra sempre obtendo

Beijos sem diálogos, nuas almejam uma prova clitoriana

Provocativas de capas e somente saltos, nuas no caus do tesão

A Lua só pensa em receber carinho mesmo sem sexo

O Sol quer ver onde isso vai dar paixões especiais

Então se solta e pra cama volta, deixo vocês pensarem, sem ser fiscal

Pois a Lua sabe bem como pode ser a mulher da minha cama

Então solicita minha boca na sua buceta 

Peluda cola e tira gozo e gritos

Pois mordisca e se faz tempero de loucas entre coxas

Uma luta de orgasmos e desejos que se renova num beijo

De um lado a Lua que ama e diz tudo

Do outro o Sol que me desperta e fornece energia.

Eu me sinto inteiro e com minha ereção

Enfiado no seu corpo dominante me satisfaço…

Igor Hunsaker.

A MINHA PALAVRA DE HOJE…

Resultado de imagem para MULHER GIF

Mas agora a Palavra de mim, O ESCRITOR, é esta:

Não estás tu, mulher, jurada a um propósito que não é teu;

tu és tu mesma uma estrela, e em

tu mesma um propósito para ti mesma.

Não só mãe de homens tu és, ou puta de homens;

Nunca sirvas à necessidades deles de vida e Amor,

sem partilhar da Luz e Liberdade deles;

Não, tu és mãe e puta para teu próprio prazer;

A palavra que Eu digo A TODOS OS HOMENS,

Eu digo a ti nem mais nem menos:

Faça o que tu queres pois há de ser tudo

conforme a TUA VONTADE…

Esta é NATUREZA HUMANA !

IGOR HUNSAKER.

PRESTEM ATENÇÃO LEITORES…

ESTÃO NOS MANDANDO FOTOS DE MULHERES NUAS LINDAS…

NOS MANDAM FOTOS COMO SE FOSSEMOS

UMA REVISTA MASCULINA…

NÃO SOMOS UM SITE PORNOGRÁFICO.

SOMOS UM SITE QUE ESPOEM O COMPORTAMENTO HUMANO

DIANTE DA SEXUALIDADE ! 

Vejo um numero incontável de fotos amadoras

de bucetas molhadas  (até) muito gostosas.

Mas…

Eu honestamente, gosto muito de olhar uma buceta limpa e Linda…

MAS NOSSO OBJETIVO NÃO É SER UMA “REVISTA PLAYBOY” !!!

E SIM DE MOSTRAR E/OU DEMONSTRAR AO MUNDO

COMO A SEXUALIDADE ESTA SE CORROMPENDO

EM NOSSO MEIO “CIBERNÉTICO”.

Eu por saber QUAL O PROBLEMA de vocês,

posto e comento as várias e várias formas

de experiencias que vivem,

e do “tamanho” do arado a que todos nós

precisamos ter que carregar…

IGOR HUNSAKER.