Sou casada há sete anos e tenho tudo o que uma mulher possa desejar: esposo fiel, carinhoso e advogado trabalhador.

PACIENTE 27320.2

Sou casada há sete anos e tenho tudo o que uma mulher possa desejar: esposo fiel, carinhoso e advogado trabalhador. Talvez a única coisa que ainda não tenha, são filhos, mas que já pensamos em conceber brevemente. Casei virgem, só me tornando mulher na noite de núpcias, motivo pelo qual Meu marido me considera de total confiança! Eu nunca havia ido com outro homem para a cama, fato raro entre as garotas de hoje em dia. Claro que tive alguns namoradinhos, mas com eles era somente aqueles abraços, beijos e carícias por cima da roupa.

Sou secretária executiva de uma empresa multinacional. Um dia, Meu chefe me chamou e disse que eu tinha de fazer um curso de atualização no Rio de Janeiro, com duração de dez dias. Já em casa, falei ao meu marido que teria que viajar a trabalho e ele achou normal. Eu pegaria o avião no domingo, pois segunda feira de manhã começaria o curso e terminaria na outra quarta-feira, havendo aula inclusive no sábado. Quando chegou a data, meu marido me levou ao aeroporto. Cheguei ao RJ e fui de táxi para o hotel, de onde liguei para casa avisando que tudo correu bem.

Quando comecei a trabalhar nessa famosa agência, me senti realizada, era o sonho de qualquer publicitário e eu estava empolgada demais e ia realizar meu trabalho da melhor forma.

Logo de cara fui apresentada ao pessoal da diretoria e conheci além dos meus colegas de trabalho, meu chefe. O nome dele é Tiago, um cara lindo que me deixou toda arrepiada. O homem tem mais ou menos 1,85 de altura, um corpo gostoso todo esculpido na malhação e notei que em nosso primeiro encontro ele não tirava os olhos de mim.

Eu senti tesão logo de cara por esse homem mas ignorei, já que naquele momento achei que era só pelo fato dele ser um cara muito bonito e gostoso.

Passaram-se os meses, eu trabalhando duro e trocando olhares com meu chefe. Teve um dia que eles estava tão gostoso no seu terno, que pude observar o volume enorme do seu pau marcando na calça. Fiquei louca e tive que ir ao banheiro para tocar uma siririca bem gostosa. Entrei em uma das cabines, levantei a saia que eu estava usando, afastei a calcinha minúscula que eu usava e comecei a enfiar o dedinho na minha xaninha. Eu tava super molhada e enquanto brincava com meu clítoris, só conseguia pensar no Tiago chupando minha boceta, enfiando a rola, que aparentemente era enorme, em mim! Não demorei a gozar com essa brincadeira safada, foi uma delícia e o orgasmo veio forte.

Nas semanas que se seguiram a coisa foi piorando, era só aquele macho falar comigo que eu ficava toda arrepiada. Resolvi que ia me segurar, já que eu tinha marido e ele me amava, mas não sei o que meu chefe fazia comigo pra me deixar tão louca daquele jeito.

Conforme o tempo passava ele foi reconhecendo como sou uma boa funcionária, então eu acabava ficando mais tarde fazendo hora extra, mas na verdade eu queria mesmo é estar na companhia do meu chefe.

Em um dia qualquer lotado de trabalho, ficamos até tarde eu e um pessoal, de repente o Tiago pediu para eu ir na sala dele. A empresa já estava bem vazia. Eu fui e ele veio discutir um assunto de uma campanha comigo, mas nessa hora quando vi novamente o volume desse macho eu Não resisti, me aproximei e peguei naquela rola gostosa por cima da calça. Ele se afastou meio assustado mas logo retornou, me pegou pela cintura e me deu o beijo mais gostoso que recebi em toda minha vida. Eu tava muito molhada, já ultrapassando a calcinha e escorrendo pelas pernas. Meu grelo doía de tesão, tava pulsando, querendo sentir aquele macho enfiar aquela pica gostosa.

Ele tirou a calça, praticamente rasgou minhas roupas e meteu seu pau em uma estocada só que me fez dar um grito abafado de dor e de prazer.

Ele ficou ali metendo e falando que sabia que eu era uma putinha, que já notava que eu queria dar pra ele e que já tinha se masturbado pensando em me foder. Quanto mais ele falava, mais doida eu ficava, ele então me encostou na mesa, abriu minhas pernas e enfiou aquela língua macia na minha boceta, chupando meu grelo durinho, sugando, enfiando a língua em toda minha vagina e me deixando louca até me fazer gozar. Eu retribui chupando a rola dele, mamando aquele sacão gostoso e a cabecinha rosada daquela pica gostosa e não demorou muito pra ele gozar e encharcar minha boca com sua porra.
Posso dizer que essa foi A melhor foda da minha vida! Continuo trabalhando na mesma agência e sempre que posso procuro agradar meu chefinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *