À VOCÊS SANTAS !

Resultado de imagem para MULHERES SENSUAIS GIF

Hoje não estamos falando de meninas ou garotas, hoje estamos falando sobre mulheres. Isso mesmo. Mulher feita, vivida, surrada de experiências e histórias. Sobre mulheres de verdade. Daquele tipo que tem uma bagagem enorme nas costas. Do tipo que sorri usando um blazer no escritório ou segura um estetoscópio na faculdade ainda lutando por uma carreira de sucesso. Buscando reconhecimento, estabilidade seja ela profissional ou emocional. Mulheres que são alicerces da própria vida. Apenas mulheres.

Chega uma fase da vida que quase tudo cansa. Papo vago cansa, noitadas de balada cansa, aquele vestido no armário cansa, as pessoas do trabalho cansam e até a família algumas vezes cansa. Principalmente quando você chega aos trinta anos ou um pouco mais. Se for solteira então… Antes, a visão de uma mulher nessa idade já era estar com o emprego dos sonhos, carreira feita, formada, casada e de brinde já com um filho ou dois. Estereotipadamente falando, porque é claro que nem sempre é assim a menos que você seja uma personagem de filme americano. A realidade é um pouco diferente em algumas vezes.

Mas independente de que carreira ou cargo uma mulher de trinta anos ocupe, ela já é mulher. Independente das experiências de vida, ela já é mulher. Independente de quantos caras ela já foi para cama, ela já é mulher. Mulher que demora um tempo a mais no chuveiro cuidando da pele, pensando na vida. Mulher que briga mais vezes com o espelho e que reclama das roupas que tem. Mulher que se chateia com a balança e começa a se preocupar com coisas como a idade, cremes rejuvenescedores e sapatos com salto mais baixo. No histórico de pesquisas começaram a entrar comidas mais saudáveis, sucos milagrosos e decoração para a sala de estar.

Ela pensa em viajar, casar e ter filhos. Arranjar alguém decente que queira dividir as cobertas e Netflix mas ao mesmo tempo pensa em ser independente e não ter ninguém para dar satisfação dai fica nesse meio fio nem lá, nem cá. Pensa em evitar gorduras e calorias para prevenir estrias ou celulites ou sei la mais o que, ao mesmo tempo pensa que queria uma taça de sorvete bem agora. Ouve músicas olhando pela janela do vagão ou começa a ler mais livros, inclusive lembra que tem que trocar as lentes do óculos. Pensa em repaginar a vida, começar algo novo mas no final de semana se encontra no sofá e com a parceira almofada. Andar de meias e calcinha pela casa acaba sendo um roupa natural do cotidiano. Fazer o que?!

Se sentir sozinha já não é mais tão ruim e crises existências sem motivo algum é uma coisa normal. Combinar roupas com o sapato é essencial e colares que quebram essas duas combinações é um detalhe e tanto. Cabeleireiro entra na lista de despesas com prioridade assim como fazer as unhas em casa porque não quer sair para ir na manicure. Isso faz alguma lógica? Para ela sim, assim como as músicas do Djavan. 

As coisas pequenas acabam tendo uma importância maior que tudo e as que eram importantes antes, hoje já não são tão mais assim. Dores de cabeça e dores nas pernas começam a ser mais frequentes. Mas, com seus trinta anos a mulher já conheceu seu corpo e isso traz uma certa segurança e insegurança também. Elas sabem qual a melhor cor de cabelo combina, por exemplo, e qual estilo as favorece, qual maquiagem ressalta o que tem de melhor e isso acaba as deixando mais seguras. Aprendem a se valorizar mais e saber seus reais detalhes.

Por fim, uma mulher de trinta anos tem que se lembrar que ela tem uma vida apenas e esta não é um ensaio geral. Tem que entender que é preciso aceitar as mudanças em seu corpo e na mente enquanto você amadurece. Esquecer os estereótipos que a sociedade impõe sobre a idade, sobre o tempo e principalmente sobre ser mulher aos trinta. Não se preocupem com o envelhecimento, preocupem-se com o tédio. Inspire-se pelo menos uma vez ao dia. Use sapatos confortáveis mais do que sapatos que chamam atenção e machucam seus pés, ninguém esta olhando para as bolhas dentro deles. Não encha sua vida com coisas e pessoas inúteis. Tenha filhos quando quiser tê-los, não existe um tempo certo para isso acontecer. Nunca, jamais vá para cama com raiva de si mesma ou de outra pessoa (Isso sim da rugas). Aos 30 anos você se torna mulher, saiba apreciar sua beleza. Não perca tempo se preocupando com coisas que não pode mudar; mude as que puder. Seja gentil com você mesma. Você não deve considerar o que não está sob seu controle. Se alguma coisa faz você se sentir mal, tire-a de sua vida. Seja feliz, enfim. Sorria e as pessoas em volta vão sorrir com você. A energia dos 30 é contagiante e sua luz vai ser sempre sua luz. Jamais apague essa vela que há dentro de você.

Ah, e você é linda!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *