Moro em uma cidadezinha do interior com meus pais…

PACIENTE 150818-24

Gente preciso contar para alguem o que aconteceu comigo senão fico maluca. Foi por isso que resolvi relatar aqui, não sei se fiz certo mas acabei não resistindo. O tesão foi demais.

Moro em uma cidadezinha do interior com meus pais e namoro o Everton que é super gente boa, um doce de namorado. Ele é aquele tipo que faz qualquer coisa para me ver feliz, só é um pouco gordinho. Nunca transei com ele apesar de ele ter insistido algumas vezes não rolou por causa da virgindade e achava que não era hora. Tinha planejado perder a virgindade com ele no aniversário dele. Seria o meu grande presente.

Tenho apenas uma irmã, dois anos mais velha, que agora está morando em outra cidade porque passou no vestibular. Meus pais arrumaram uma kitnet para ela morar só. E então sempre que posso venho ficar com ela. Sempre fomos muito amigas mesmo, contamos tudo para a outra. Logo que ela mudou conheceu o Caio na faculdade, ele também é de outra cidade e está apenas estudando lá. Ele mora com alguns amigos.

O Caio é bonito, mas nada de excepcional. Um cara normal, simpático, brincalhão…

Logo que começaram a namorar ele tirou o cabacinho dela. E de lá para cá eles transam muito. Ele gosta de levar ela até a casa dele, mas como ela não se sente tão a vontade com os amigos dele, eles acabam namorando mais na kit dela.

Tanto eu quanto ela gostamos de ficar bem a vontade em casa, com pouca roupa. No início ficava timida com a presença dele mas depois fui acostumando e ela sempre dizia que eu deveria esquecer que ele tava lá e ficar como gostava. Usamos sempre calcinha e camisetão. Sei que o Caio ama isso, ver as duas assim… Dormimos no mesmo quarto, eles na cama e eu no colchão do chão. E nisso não tem jeito ele me vê de calcinha e eu também vejo ele de cueca.

Até percebo os olhares dele faminto pro meu lado..rs Minha irmã já tinha falado que eu era virgem pra ele.

Essa semana estava aqui e ele veio aqui de manhã buscar um livro que tinha deixado. Ela já tinha ido trabalhar ele entrou e eu estava de camisetão e calcinha, só que desta vez a camiseta era mais curta. Me deu um abraço como sempre fazia e senti que ele estava de pau duro, na hora veio até meu rosto e tascou-me aquele beijo. Resisti no começo e depois deixei rolar.

Aos poucos ele foi me dominando e levou-me até a cama. Tirou minha camiseta, chupou meus mamilos enquanto alisava minha xaninha por cima da calcinha. Foi tirando minha calcinha e eu falei:

– para que eu ainda sou virgem

Ele respondeu:

– já ta na hora de deixar de ser

Eu disse:

– vou entregar ele de presente de aniversário para meu namorado

Ele deu uma passadinha de lingua e falou:

– Esse é meu, quem mandou ele namorar todo esse tempo e não conseguir.

Acabou de tirar minha calcinha e chupou gostoso. Erguia meu bumbum e chupava gostoso, eu só gemia e em minutos gozei pela primeira vez.

Foi então que senti outra sensação pela primeira vez: um penis na boca.

Logo ele tirou da minha boca e levou até a minha xaninha e aos poucos foi enfiando. Doia mas a sensação de tesão era ainda melhor. Quando enfiou tudo ele parou um pouquinho e me disse;

– Delícia de cabacinho…

E aumentou o ritmo de socada. Logo me virou de quatro me lambeu gostoso e socou com força. Puxava meu cabelo e batia no meu bumbum com força. Me chamava de vadia, putinha gostosa, cunhadinha safada, ….

Logo gozei, ele me virou no papai e mamãe socou novamente em poucos minutos senti pela pimeira vez um jato de esperma dentro de mim, uma sensação única, indescrítivel, muito prazer..

Depois de jorra tudo ele tirou da minha xaninha, agora arrombada, e fez como faz com minha irmã, levou seu pau até minha boca para limpar. Chupei ele meio mole que logo ficou duro de novo. Foi quando ele disse que agora seria a vez do cuzinho.. Nisso minha irmã chama no portão.. Fico atônita. Ele manda eu ir tomar banho que ele abrirá o portão, mas antes da mais um tapa na minha bundinha e me chama de putinha e diz que ainda não terminou que o cabacinho do cuzinho também é dele.

Acho que ela nem percebeu, mas depois de tudo não sei se fiz certo. Será que devo contar a ela que não sou mais virgem?? E meu namorado, um dia terei que transar com ele, o que faço ou falo pra ele?? O Caio quer novamente, será que devo?? Me ajudem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *