Moramos na casa dos meus sogros…

PACIENTE 310718-51

Sempre fui apaixonada pelo meu marido, desde a época da adolescência ele nunca quis nem fica comigo, mas depois de um tempo nos reencontramos e começamos a namorar. Passamos dois anos namorando, casamos, e tempo uma baby de seis meses. 
Eu nunca amei outro homem a não ser meu marido ele foi uma paixão platônica que se tornou realidade. Ele sempre demonstrou gostar muito de mim, não é atoa que ele quis se casar. 
Moramos na casa dos meus sogros, a casa e grande e ela não quis o deixar sair de casa. 
Mas vamos direto ao assunto, há duas semanas atrás eu sair pra trabalhar, minha sogra levou minha bebe pra sair e meu marido ficou em casa só, como eu só ia chegar em casa depois das 7hrs ele falou que ia sair um pouco com os amigos eu nunca o proibir disso. Só que acabei saindo mais cedo do serviço e fui para casa, quando chego lá vou pro meu quarto e flagro meu marido na minha cama com uma mulher, na hora parece que meu mundo havia desabado perdi completamente meu chão, fiquei cega de raiva e comecei a arma o maior escândalo e a piranha foi embora. Eu fiquei tão descompensada que peguei o carro e fui para casa da minha mãe que mora em outra cidade, na hora nem lembrei da minha filha. Minha mãe me deu forças e falou que deveria me separar que não tem como viver uma situação dessas. Depois de dois dias voltei pra casa dele e comecei a arrumar minhas coisas, ele começou a chorar dizendo que me amava e que não sabia ficar sem mim, e que errou e nem sabia como me perdi perdão, e que nunca amou alguém como ele me ama. Fiquei completamente mexida com as coisas que ele falou, eu nunca tinha visto ele tão desesperado, ele sempre foi tão calmo. Ele falando essas coisas na frente dos pais e irmão dele, todo mundo ficou arrasado pedindo pra mim não ir, pois a cena foi digamos que desesperadora. Eu continuei na casa dele,pois pra minha mudar de cidade agora é meio complicado, mas estou dormindo junto com a minha filha, pois só de entrar no quarto eu lembro da cena, depois do ocorrido, toda vez que ele me toca me dá um nojo tão grande. Eu não sei porque isso acontece, eu amo tanto ele a ponto de deixar passar essa traição, pois perdoar eu nunca vou conseguir. Eu nem consigo falar com ele direito, mas os dois dias que passei longe dele foi tão difícil pra mim. 

Será que ele realmente me ama e essa traição foi só um impulso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *