AS "SANTAS"

São mulheres vivendo os seus sonhos. Muitas acreditam em fadas, gnomos, príncipes, princesas e amores de outro mundo. Não. Elas não são loucas, nem doidas e nem pirada. Elas simplesmente desejam viver com prazer.

Todos os posts de hunsaker

ACADEMICA DE MEDICINA

PACIENTE 16721.1 Natália jamais sentiu-se bem consigo mesmo. Achava-se gorda e sem graça. Olhava suas amigas adolescentes e o que via era apenas a superfície (que ela achava ser o ideal de todos os garotos); meninas esbeltas, com curvas sutis e delineadas por algum mestre divino que as concebia com o único propósito de tornar as demais infelizes, tristes e desesperançadas. De fato, para Natália, aquele era o arquétipo ideal, a imagem que ela sempre almejara ser, mas que sabia bem, jamais seria. Evitava espelhos a todo o custo! Roupas justas! Nem pensar! Frequentar as lojas de grife mais badaladas…

Ler mais

A ESPOSA DO MEU AMIGO

PACIENTE 14721.2 “Que droga!” - esbravejou Virgínia olhando para a tela de seu laptop que continha uma mensagem de erro no trabalho que ela estava desenvolvendo. Mais um dia que tudo parecia estar dando errado – ela desejou estar em outro lugar bem longe dali, fazendo qualquer coisa que a relaxasse da tensão que estava sentindo. Há meses que não tinha uma transa decente com seu marido Gustavo, e isso era algo que a estava deixando realmente perturbada. “Como é que pode?” - ela pensou; seu marido sempre fora um amante excepcional, que sabia exatamente como satisfazer o desejo incontrolável…

Ler mais

Eu só esperava que fosse o melhor motel da cidade…

PACIENTE 14721.1 Naquela quinta-feira o dia estava agitado, vários imprevistos na empresa, coisas pendentes para resolver, mas eu só conseguia pensar em uma coisa, qual vestido eu usaria para o encontro com o Paulinho à noite? Estávamos completando 1 ano de namoro e iríamos jantar em um restaurante muito especial. Mais tarde, eu iria preparar uma surpresinha pra ele. Decidi sair do trabalho mais cedo. Passei na loja e comprei um vestido novo, queria impressioná-lo. Entre vários modelos ficou difícil de escolher, Meu preferido foi um vermelho, midi, justinho, na altura dos joelhos. Ele marcava minha cinturinha, deixando meu corpo…

Ler mais

JULIA EM SUA GRANDE LOUCURA…

PACIENTE 12721.1 Acordei mais de onze da manhã. Também fui dormir depois das seis, não tinha muito problema, afinal o Thomas estava fora a semana inteira de viagem pela firma, o que facilitava quando eu resolvia sair com as amigas como foi o caso de ontem. Seja como for, levantei, me arrumei e enquanto tomava o café lembrei da mensagem que enviei para o Miguel. Que loucura, meu Deus!! Doideira total. Puxei o celular meio ansiosa, um traço de arrependimento do que havia falado no áudio, acho que falei demais, sei lá se ele e o amigo não ficaram me…

Ler mais

CARLA – CONTINUANDO A CONFIÇÃO…

Acordamos 8 horas no domingo, Carla dormia peladinha do meu lado, deitada de bruços com aquele bundão que já viram nas fotos todo durinho. CARLA Comecei a beijar as curvas daquela bunda, abri as bandas com as mãos e passei a lamber o preguinho dela, espetando a língua no cuzinho, ela começou a acordar e rebolava e esfregava a bunda no meu rosto, falei no ouvido dela que era dia dela acordar gozando bem gostoso, ai virei ela de costas, abri aquelas pernas grossas e comecei a esfregar meu rosto naquela buceta, o grelinho dela começava a inchar, já querendo…

Ler mais

PACIENTE 5721.2

Quando se atinge certa idade, a vida torna-se diferente; ou melhor, nossa visão sobre a existência e a duração de nossa jornada ficam – em certa medida – mais repletas de incertezas, impulsionando as pessoas na direção do desejo de desfrutar ao máximo os prazeres físicos que a vida proporciona, já que, a certa altura, tudo isso terá se perdido. E esse era o pensamento que rondava a alma e a mente de Sílvia, que, aos quase cinquenta anos de idade, temia que nem tudo que a vida permitira ela pudera desfrutar a contento.Casou-se cedo demais, teve filhos cedo demais,…

Ler mais

PACIENTE 5721.1

Lá estava ela, sentada na cama daquele quarto de motel, esperando pelo que estava por vir. Sentia-se uma verdadeira vítima próxima de ser sacrificada no altar dos desejos vis de um homem oportunista, que praticamente a sequestrara e com ela adentrara ao motel com a firme intenção de saciar seus desejos à custa da fraqueza de sua vítima. Enquanto esperava pelo que viria, sentada comportadamente na beira daquela cama enorme e cercada de espelhos por todos os lados, ela pensava como chegara até aquela situação embaraçosa e constrangedora. Sua consciência pesou-lhe mais uma vez: a culpa fora dela mesma; como…

Ler mais

PACIENTE 16121.2

Quem toma remédios psiquiátrico pode beber? Você sabe que eu já vivi muitas experiências, e que sou uma mulher experiente. Mas Hoje quero te contar qual foi a noite mais louca que eu já tive. Isso aconteceu bem antes da pandemia. Seria um final de semana entre amigas, nós tínhamos convites para um dos melhores shows.Iríamos a Gabi, Fernanda e a Bia. Nós somos amigas quase que inseparáveis, contamos tudinho uma pra outra e até dormimos agarradinhas às vezes. Naquele sábado passei na casa de cada uma delas, e fomos colocando as malas no carro até quase faltar espaço para…

Ler mais

PACIENTE 16621.1

Venho aqui hoje Dr. Igor relatar uma fantasia que quero realizar. De uns tempos para cá estou cheia de vontade de fazer sexo a três (EU meu MARIDO e outra MULHER) só de imaginar minha bucetinha fica toda molhadinha, adoraria dividir outra mulher com meu marido.    Adoraria beijar a boca dela ir descendo beijando seu corpo até chegar na buceta e chupar todinha fazer ela goza bem gostoso na minha boca, depois deixar meu marido participar da festinha, beijando-a e chupando a bucetinha até ela gozar. depois nos duas chupar o pau dele bem gostoso, aí ele ia socar o…

Ler mais

CARLA – CONTINUANDO A MINHA AVENTURA….

Desejo proibidoEu estava a um passo do abismoUma aventura que tento esquecer acordadoÀ noite um pensamento constanteUma aventura excitanteQue me fez viver ofeganteEu num perigo constanteNuma noite enluarada... Depois do banho e de gozar bem gostoso no cuzinho de Carla sem deixar de fazer ela gozar com meus dedos no grelinho, saímos do banho e eu fui me deitar para dar uma descansada, pois sabia que as meninas iam demorar para se arrumar.Logo que deitei, me cobri com um lençol pois o ar estava ligado e o quarto bem frio, a porta que dividia os quartos de abre e a…

Ler mais

PACIENTE 9621.2

As curvas do seu corpo é o combustível que os meus desejos precisam para incendiar o meu tesão. Costumo transar e gritar , gosto de sexo selvagem, com berros , tapas, xingamentos e já trouxe alguns machos aqui em casa quando meu marido não está presente, meu apartamento são dois por andar e meus vizinhos são um casal de velhos, tem mais ou menos 70 anos, a mulher me odeia , me acha uma vagabunda e nem me cumprimenta, mas o marido me seca direto, é um velho safado, anda com prostituta na rua , e sempre traiu a mulher,…

Ler mais

PACIENTE 9621

Posso broxar no obvio, na certeza, no planejado... Porque adoro desfrutar do tesão de uma surpresa! Em dezembro meu marido teve um acidente de carro que ficou um pouco maltratado ainda hoje pouco mexe com as pernas, mas está a recuperar bem graças a deus, neste fim de semana nosso vizinho nos pater há porta a pedi ajuda pois a esposa não se estava a sentir bem. fui lá ver o que se passava, pois, meu marido não se podia levantar da cama como tenho alguns conhecimentos em medicina vi que não era nada grave simplesmente algo que ela tinha…

Ler mais

CARLA – A HISTÓRIA CONTINUA…

Fascinação, o que é fascinação? Algo que causa arrepio na pele por este teu jeito de menina num corpo de mulher, que me enche de humildade e vem também acompanhado de uma enorme felicidade e grande frescor. Não sei direito ainda, mas, estou achando que isso é tesão. Eram 11 horas da noite quando parei pega-la na porta da faculdade, como sempre ela estava linda e radiante, veio e colocou a cabeça pela janela e me deu um beijo, quase que ela entra pela janela, depois deu a volta e entrou no carro, ai já foi me contando que contou…

Ler mais

Oi Igor, se lembra de segunda-feira????

Eu não paro de pensar.... A cafeteria estava cheia naquele dia, estava frio, tempo nublado. Haviam pessoas fazendo reuniões online, outras tomando café com os amigos, outras mais introspectivas lendo. E eu, me deliciando com meu cheesecake de frutas vermelhas enquanto contava todas as novidades para Gabi, uma amiga das antigas.  Eu amo café! E aquele sem dúvidas era o lugar perfeito para passar uma tarde chuvosa. Sofás aconchegantes, lareira, cheirinho de bolo e muita gente interessante. Enquanto conversávamos notei alguns olhares curiosos de uma mesa vizinha. Não vi direito, mas parecia ser você. Meia idade, cabelos levemente grisalhos e…

Ler mais

Por que não publico os comentários???

RECEBO MILHARES E MILHARES POR DIA. OBRIGADO. Pois seus comentários são para mim. Me ajudam a manter a forma e os temas do site. Por outro lado os comentários não são para serem comentados e sim para eu entender vocês leitores, que me dão o prazer de escrever. Não me preocupo nem um pouco com eles… O que me preocupa, não são críticas e comentários de leitores e leitoras (pois deles dependo). Mas sim, os escritores e autoras mequetrefes que permeiam a Internet, acreditando piamente que detém algum talento. Porém, o que eles detém, é somente o acesso a rede…

Ler mais

CARLA – CONTINUANDA A HISTORIA….

Depois de conhecer a mãe e a irmã de Carla, ela passou a vir alguns dias da semana para meu consultório depois do almoço, dando a desculpa para a mãe que vinha fazer trabalhos de faculdade, e como no consultório tinha pranchetas de desenho ela sempre fazia seus trabalhos lá mesmo, sempre aproveitávamos para dar uma rapidinha, pois minha secretária saia as 4 horas e eu ficava até as seis. Um dia ela veio de vestido estampado amarelo toda linda, com aqueles peitos que pareciam que iam pular do decote, logo que chegou minha secretária a elogiou e ela disse…

Ler mais

PACIENTE 28421.E

Tinha meus 20 anos, quando isso aconteceu... Posso dizer que minha família é como de qual que um, normal. Tem seus altos e baixos, e não sei se a de vocês tem um tio tarado como a minha rsrs. Pois é, tenho um tio por parte de pai muito taradão, devi ser de família mesmo isso rsrs. Eu não o conheço muito bem, só o vi quando era criança. Mais sempre ouvi falar dele, das suas mulheres e tal. Em fim, ele tirou férias do serviço e veio passa-las aqui no RJ, ele nunca tinha vindo aqui, então meu pai…

Ler mais

PACIENTE 28421.1D

Eu peguei um pouco de cada coisa que me falaram e bolei um plano para da o troco no meu marido. Des do dia que descobri que ele me traio eu não fiz mais sexo com ele, sempre inventava uma desculpa quando ele me procurava. Já estava subindo pelas paredes, por que como sabem eu sou muito tarada! Então no sábado fui colocar meu plano em pratica, fui primeiro na casa de um antigo amigo meu, que eu já sabia que meu marido não o conhecia. Depois de contar para ele toda historia, perguntei se ele toparia, e ele aceitou…

Ler mais

PACIENTE 28421.C

Tinha acabado de fazer 22 anos quando isso ocorreu... Estava solteira, tinha terminado um namoro a um pouco mais de 2 meses. E um mês sem fazer sexo . Já estava subindo pelas paredes de tanta vontade, mais também não queria fazer com qual que um!. Estava deitada na minha cama quando vejo uma movimentação de pessoas no prédio ao lado ao nosso. A janela do meu quarto ficava de frente a janela do outro quanto do prédio vizinho. E a distancia não era grande por que não tinha rua para separa-los, eram de fundo ao outro. Tipo os fundos…

Ler mais

PACIENTE 28421.1B

Dormi na casa da uma minha amiga que mora na Barra, quem mora no RJ sabe como é tenso pra chegar da Barra ao centro, depois de sair do trem peguei o metro superlotado, todo mundo indo para o trabalho. Eu quase não consigo entrar e quando entro, fiquei toda apertada tinha um cara que estava atrás de me, ele estava vestido todo de terno. Quando chegamos na outro estação, entraram mais gente ainda fui empurrada para traz de encontro com ele, ficando de costas para ele, tentei me virar mais não consegui era gente demais. Depois não demorou muito…

Ler mais

PACIENTE 28421.1A

Sempre fui muito tarada, depois da minha primeira vez eu fiquei mais louca hehehe... Mais em fim, eu estava namorando um rapaz de 18 anos, nossa relação não ia bem, soube que ele estava me traindo com uma das minhas amigas, queria da o troco só não sabia com quem.. Depois de algumas semanas ele venho na minha casa anoite me convidando para ir ao aniversario de um amigo novo dele, que seria na casa desse rapaz, aceitei me arrumei toda provocante com um vestidinho colado com uma calcinha bem sex, minha mãe não queria deixar eu sair assim, mais…

Ler mais

AINDA CARLA

MEU PASSADO... Era uma sexta feira a noite, como sempre depois de um banho e de colocar uma roupa legal e passar o meu perfume preferido, segui para um barzinho na minha cidade, local onde todos os finais de semana me reunia com amigas e amigos para tomar uns drinques, conversar e azarar as meninas. Apesar de ser um cara tímido sempre fiz um certo sucesso com as meninas, pois sempre fui educado e atencioso. CARLA Do lado do bar que estava, tinha um outro que tinha música ao vivo, naquela noite, um cara conhecido do local iria tocar violão,…

Ler mais

PACIENTE 26421.2

Enya aos dezoito anos era considerada boazuda e notava o quanto os homens a desejavam: bonitinha; peitinhos médios pontudos e uma bundinha cheia que adorava balançar e ser notada pelos rapazes e homens mais velhos. Com 15 anos já vivia sendo agarrada pelos namoradinhos (que nunca levava a sério), e os deixava passar a mão na xoxota; chupar os peitinhos enquanto ela segurava os caralhos deles e os masturbava até ver saindo aquele monte de porra. Com 16 passou a dar a bundinha e quando perdeu a virgindade não parou mais de transar mas, ela era esperta e além de…

Ler mais

PACIENTE 26421.1

Oi Dr. hoje vou contar o dia que transei com o cunhado do meu irmão. Nós estávamos em um churrasco na casa deste irmão da minha cunhada e diga de passagem eu tinha um tesão grandes nele e não via a hora de dar para ele mas ele nunca deu brecha até este churrasco acontecer. Tentei ficar com ele a sós e quando tive chance não desperdicei. Teve uma hora que ele saiu e foi até o quarto dele eu fui atrás já doida para dar uma "tranzada" pois fazia dias que meu marido não comparecia. Assim que ele entrou…

Ler mais

Homens e mulheres se complementam, mas nunca vão se entender por completo.

Falo isso por vários motivos bastante claros no nosso cotidiano. Homens nunca vão entender a dor de um parto ou de uma depilação na virilha com cera, assim como mulher nunca vai saber a dor de um chute recebido nas partes baixas ou de uma lâmina vencida na hora de fazer a barba. Tem também aquela clássica dor de cabeça de uma mulher na TPM e o famoso efeito da  testosterona no corpo masculino. Diferenças são inúmeras e eu poderia citá-las aqui o dia inteiro! Acredito que seja exatamente por isso que existe essa relação tão questionada, mas necessária, entre…

Ler mais

CARLA

Sempre fui um cara ligado nas coisas do sexo, me lembro que desde pequeno, com pouca idade eu já espiava minha mãe e minhas tias que moravam na mesma junto com minha família pelo buraco da fechadura do banheiro. CARLA Descobri o prazer do jatinho de agua no peru, ficando horas em baixo do chuveiro, em busca do momento gostoso que acontecia, sem ao menos saber que estava gozando. A noite sempre adorava dormir na cama com minha tia, lembro daquelas calcinhas enormes, bem largas nas laterais, feitas de algodão. Eu sempre levava uma pequena lanterna, para poder olhar em…

Ler mais

CONFISSÃO…

Aconteceu. Depois da separação a casa na beira do lago tinha um ar totalmente diferente. Não era mais o ponto de retorno e o resultado de um projeto que eu tinha criado para viver o grande amor. Para, de forma silenciosa, construir um tempo de sol e primavera com a mulher que eu amava tanto. A casa não guardava mais os risos e as histórias do passado. As dores iam se aquietando e o que antes era silêncio virou festa. Os amigos voltavam, era como se de repente a liberdade tivesse retornado e as comemorações não podiam parar. Entravam pela…

Ler mais