PACIENTE 12220.1

Ele nem desconfiou de nada…

Era um sábado e eu fui com meu namorado e sua família para um churrasco na casa de um tio dele. Eu coloquei uma saia preta curta de decido fino com meia calça tbm preta bem transparente, uma blusa laranja bem comportada, enfim estava linda, como disse meu namorado eu estava igual uma princesinha.

Chegamos na casa estava bem animado conversamos, bebemos bastante, eu já estava começando a ficar bem animada e meia tonta por causa da cerveja. De frente pra onde estávamos sentados tia um senhor negro, bem magro, de aproximadamente uns 50 anos que não parava de me olhar, tinha hora que ele ficava com os olhos fixos nas minhas pernas. Eu estava ficando com fome então levantei e fui na mesa de comida pegar algo para comer, peguei um prato eu fui colocando algumas coisas dentro e quando olho pro lado o senhor estava do meu lado pegando comida também, até ai tudo bem, mas quando ele terminou de encher o prato e sair, deu uma sarada atrás de mim de propósito, e tenho quase certeza que ele estava de pau duro porque eu senti, mas nem dei muita importância. Terminei de comer e voltei na mesa pra pegar sobremesa e lá foi o velho de novo, dessa vez tinha mais gente envolta da mesa, eu foi a desculpa certa pra ele ficar atrás de mim como se estivesse esperando liberar espaço pra ele pode pegar algo na mesa, e foi quando eu resolvi provocar e quando fui pegar o pudim que estava no meio da mesa dei uma inclinada e empinei a bunda na frente dele, e ele não perdeu tempo e colou na minha bunda, pude sentir o pau duro dele encostando minha bunda, e dessa vez não foi rápido não, ele ficou encostado em mim até eu terminar de pegar o pudim e isso estava me deixando excitada e quando terminei de pegar o pudim eu coloquei a mão pra trás e dei uma apertada rápida no pau dele estava duro como pedra. Me virei pra ele dei um sorrisinho e voltei pra onde estava meu namorado.

Um tempo depois eu me levantei e fui ao banheiro dentro da casa, o banheiro fica num corredor onde fica também os quarto da casa. Quando saí do banheiro lá estava o velho na porta certamente me esperando sair, na hora eu saí ele me pegou com força pelo braço e me puxou pra dentro de um dos quartos, só deu tempo de eu dizer: “que isso? você ta louco?”. Ele rapidamente encostou a porta e abaixou calça, mostrando um pirocão grande e cheio de veias extremamente duro. Eu fiquei em silencio e com olhar fixo naquele cacete. Ele me olhou e disse que deixei ele assim desde a hora que apertei o pau dele lá na mesa e que agora podia pegar melhor, ele pegou minha mão e colocou no cacete dele, que delícia de cacete, fiquei toda molhada olhando e punhetando ele. então ele disse: “hum, põe a boquinha nele…”. eu balancei a cabeça dizendo não, mas ele implorou: “ah que isso, mas faz isso comigo, só um pouquinho vai, já ta aqui com a mão nele mesmo.”

Eu já tava tão louca que acabei me ajoelhando e comecei a lamber o cacete dele, da cabeça até a base, olhei pra ele e falei: “pirocão gostoso, será que cabe na minha boquinha?”… “coloca pra saber” ele disse. abri bem a boca e comecei a mamar aquele cacete, certamente mais de 20cm de pica preta, mas minha boca é pequena nao entrava nem a metade eu colocava o máximo que conseguia, eu estava com medo dele demorar a gozar e meu namorado estranhar minha demora e começar a me procurar, então me levantei abaixei minha meia calça e minha calcinha e fiquei de 4 na cama e falei: “vem pirocudo, mete esse cacete na minha bucetinha” e olhou falou: “meu Deus que gostosa, que bucetinha maravilhosa, não acredito, devo estar sonhando”… “aproveita e mete logo antes que eu desista ” eu falei..

Ele veio encaixou na portinha da minha bucetinha e foi penetrando aos poucos até colocar tudo, tava uma delícia, ele começou o vai e vem, metendo com força e eu tentando não gemer, mas gemia baixinho, tava com muito tesão minha buceta estava pingando de tesão, ele me fodia gostoso ali de 4 sentia a pica dele no meu útero enquanto ele socava forte segurando minha cintura. Não me aguentava mais de tanto tesão e gozei gostoso no cacete preto dele, ele também não se segurou e encheu minha bucetinha de porra, sentia seu pau extremamente duro pulsando no fundo da minha buceta enquanto dava jatadas de porra. ele tirou p cacete da minha buceta ainda meio duro e eu coloquei a mão embaixo da minha buceta pra nao escorrer porra na minha roupa, depois de aparar com a mão a porra que escorria eu me ajoelhei na frente dele espalhei o leitinho na pica dele que comecei a chupar tudo, ele louco de tesão gemia muito.

E de repente enquanto limpa a porra do cacetão dele com a boca a porta se abre e somos pegos no flagra pelo primo mais novo no meu namorado, um garoto nerd de 16, ficamos os três parados sem saber o que dizer, eu cheia de medo dele contar pro meu namorado, levantei puxei ele pra dentro e falei pra ele: “se eu fizer pra você o mesmo que estou fazer com ele você guarda segredo e não conta pra ninguém oque você viu aqui?”… ele todo assustado disse que sim, botei ele sentado na cama abaixei a bermuda dele ele tinha uma pica linda, uns 16cm de uma linda pica, caí de boca e ele gemeu que nem um bebe, provavelmente ainda era virgem porque em menos de 2 minutos deu jatada de leite na minha boca eu quase engasguei de tanta porra.. falei pra ele, cumpri a minha parte agora cumpra sua mantendo segredo. me arrumei dei um retoque rápido na maquiagem e voltei pro meu namorado, ele perguntou onde estava que demorei tanto disse que fui ao banheiro, retoquei minha maquiagem, e fiquei conversando um pouco com primo mais novo dele, e ele nem desconfiou de nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *