Sua família sabia de tudo mas fingia não saber…

Sua família sabia de tudo mas fingia não saber…

PACIENTE 181219.2

Uma mulher que trai corre o sério risco de não conseguir parar mais de trair, Cristina tinha um marido mas ficava de olho nos garotões principalmente se estivessem sem camisa, seu marido percebia muitas vezes chegava bravo em casa e quebrava o pau com ela porque ela ficava secando os rapazes na rua.

Seu relacionamento conjugal estava em crise foi aí que tudo começou, nascia naquele momento uma das maiores e mais inteligentes traidora. Cristina vasculhava o celular atrás de homens bonitos sarados e safados aos quais ela convidava para sair, sem seu marido saber, as vezes os caras vinham pegar ela em casa para levar para o motel, e quando alguém via ela inventava que era amigo da família ou vendedor.

Acostumou a trair e vivia com celular na mão em busca de homens e sexo sem compromisso. Como nem tudo é só alegria um dia seu marido descobriu e os dois se separaram. Cristina não podia conter tanta alegria dentro de si, porque agora estava livre para transar ainda mais.

Como estava sem marido e não precisaria esconder mais nada, o caminho estava aberto para vários homens vim transar com ela na sua casa, era um entra e sai de machos todos encontrados pelo celular. Cristina era feliz com suas transas porém nunca conseguia um marido ou namorado fixo, porque a fama de safada correu e ninguém queria morar em uma casa que mais parecia um puteiro do que um lar.

Tudo na vida tem um preço as nossas escolhas nos trazem alegrias e tristezas ela se transformou em uma viciada em trair, sendo assim nunca queria um homem só porque seu desejo era ter todos os homens do mundo. Cristina a traidora nos ensina uma coisa não dá para ter tudo alguma coisa você vai ter que abrir mão se quiser gozar e transar só por diversão. Mas não pense que ela se constrangida com nada era fria, calculista, trapaceira, e manipuladora, perfil de uma caçadora de homens a procura de sexo, diversão e prazer.

Sua família sabia de tudo mas fingia não saber afinal ter uma traidora e safada na família para os conservadores não é nada legal. Quem somos nós para julgar Cristina? Porque penso que como homem ela cruzasse o meu caminho eu comia também então ser adulto é assim sexo, prazer, e as vezes tristezas, faz parte da vida nós só somos felizes na inocência de criança quando se cresce o mundo é obscuro cheio de traições, mentiras, e vazio, o que sobra é uma boa chance de comer uma gostosa e esquecer todas as merdas que a gente passa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *