RELATO PESSOAL 047

A VIZINHA

A alguns anos (30 anos) eu morava em uma casa dos fundos de um pequeno condomínio, e a casa da frente era vazia, até que fiquei sabendo que ia passar a ter moradores. No início fiquei preocupado porque sabia que o sossego ia acabar, porém mal sabia que aconteceria uma coisa inesperada.

Para minha surpresa uma morena gata e muito sensual veio morar na casa da frente ela e sua filha pois era separada do marido. Até aí tudo bem, o problema é que na hora de lavar a roupa ela aparecia sem sutiã e blusinhas de alcinhas e um shortinho socado daqueles que você vê a poupinha da bunda.

Aquilo passou a ser uma tortura pra mim, não sou tarado ou coisa do tipo, mas aquela situação atiçou meus instintos. Toda vez que ela ia lavar a roupa estava cada vez mais sensual teve uma vez que ela estava com uma saia tão curta que quando abaixou, eu vi seu corpo delicioso com uma calcinha fio dental socadinha. Aliás as calcinhas dela que ficava no varal eram todas pequenininhas só a tirinha nunca tinha visto calcinhas tão pequenas como aquelas.

O tesão só aumentava, demorei para entender que ela nada mais era do que uma exibicionista que gostava de enlouquecer homens mas não fodia com qualquer um, apenas com tinha carro ou moto muito interesseira e no trabalho e diante da família dava uma de santinha pura e delicada. Como homem não conseguia segurar o tesão mas o fato é que ela nunca me deu uma chance para foder, só se exibia.

O tempo passou e pasmem ela se tornou evangélica isso mesmo evangélica, mas mesmo assim ainda mora na na mesma casa e eu não mais. Talvez não é tão safadinha como a alguns anos atrás mais ainda gosta de usar roupa coladinha decotinho e as vezes vira o corpão bem para o lado da minha frente, como se dissesse Igor olha que delicia. Eu não sei quando e nem como mas eu acredito que se um dia acontecesse com essa morena poderia ser uma das melhores transa da minha vida.

OU NÃO !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *