DIFÍCIL DE ACREDITAR, MAS É VERDADE.

PACIENTE 27919

Em casa decidimos tratar o sexo como coisa natural, somos um casal comum, eu sou recepcionista e meu esposo bancário, temos 2 filhos, uma menina e um menino, andamos nus em casa desde o início do casamento, aqui nos masturbamos quando sentimos vontade, seja assistindo tv ou qualquer outro momento, amamentei minhas crias até os 12 anos, adoro a sensação de chupar em meus peitos, até hoje quando tem pesadelo meu garoto vem mamar em mim, o pau dele fica duro, então sei que é prazeroso pra ele também, adoro que suguem meus mamilos, minha xota mela na hora, difícil era amamentar em público e disfarçar o gozo, em casa meu marido metia e me ajudava a gozar.

Aqui o sexo é natural, quando começou a crescer o mamilo da minha garota, era dolorido, então ensinei a massagear de leve, esquecer a dor e ficar em cada piscada na sua xoxinha cada vez que acariciar o mamilo, mostrei seu clitóris, ensinei a esfregar gostoso, e ensinei o orgasmo, lambo seu grelo até ele pulsar gozando com aquele gemidinho q ela dá até hoje, e é desaforada, se o apoio de comida vem fazer entrega, ela vai a porta pegar, peladinha, deixa os meninos loucos, e esperta, sabe q é só começar a bater siririca que o irmão já procura sua xaninha e fode gostoso, sempre tenho que dar bronca, pra não fazer sujeira, tem q engolir a gala toda, porra aqui em casa é na boca, garganta a baixo, a não ser quando meu menino come o cú do meu esposo, só nesse caso, mas tem que limpar qualquer respingo de porra.

Sou hiper sexual desde criança, quando bem pequena não sabia o que fazer, chegava a dar agonia o tesão e eu nem sabia o que era, esfrega a tanto a xota que machucava, até que descobri q meu poodle adorava me lamber, cresci gozando na boca do meu cachorro, na escola chamava os meninos no banheiro,

Chupada o pauzinho e esfrega a no grelinho até gozar, na volta, de ônibus, sempre tinha um coroa pra esfregar a rola em mim, até hoje se não gozo, fico tendo orgasmos espontâneos, difícil segurar o gemido do gozo forte na rua, então sempre fodo e me masturbo, adoro esfregar minha xota numa xotinha e foder num pau, adoro sair de metrô sem calcinha, bem de manhã.

Bem lotado e gozar na mão de algum estudante, meu sexo é tão forte que já pedi pra desconhecidos me foderem, tem vídeos meus em sites, das vezes que não aguentei e dei na rua e acabaram filmando, tem horas que minha xota pulsa tão forte que me falta o ar e é incontrolável minha mão na siriricas frenética, se um dia você tomar um ônibus e sentar ao lado de uma moça esfregando a boceta e os mamilos no banco do fundo, saiba que sou eu, saca o pau e me fode ali mesmo, deixem que filmem, eu vou gozar melado no seu pau, como tô gozando agora contando minha história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *