SQUIRT.

Resultado de imagem para SQUIRT FEMININO

Você certamente já ouviu falar em Squirt

 O termo em inglês pode ser traduzido como esguichar – usado para quando a mulher solta uma grande quantidade de líquido na hora do orgasmo. Apesar de muitos acreditarem que só acontece em filmes pornográficos, a verdade é que algumas podem alcançar esse clímax. Confira curiosidades sobre o assunto:

Afinal, o que é Squirt?
Produzido pela glândula sneke (que fica muito próxima da vagina e uretra), o fluido não deve ser confundido com lubrificação. O estímulo pode acontecer através da penetração ou estimulação clitoriana – para maiores resultados de esguicho.

Toda mulher pode ter?
Nem todas. Segundo uma pesquisa, apenas 6% já vivenciaram a experiência e aproximadamente 60% tiveram ejaculação vaginal. Algumas podem ter vivenciado a experiência sem saber, sendo apenas uma liberação de fluidos durante a masturbação ou ato sexual.

É a mesma coisa que orgasmo?
Após diversas análises científicas ficou comprovado que não! É possível acontecer um, sem necessariamente ocorrer o outro. Podemos diferenciar através da quantidade de fluido – um mais líquido liberado pela uretra, e outro mais viscoso que passa pela vagina.

Então é urina?
Apesar de ser composto pelas mesmas substâncias, o líquido é transparente e não tem cheiro. Acontece que ele é produzido por uma glândula muito próxima, por isso possui os mesmos componentes. Ou seja, pode ficar tranquilo!

É possível controlar?
Não! O Squirt é um ato involuntário, sendo impossível evitar que ele ocorra. Ele é um fenômeno natural do corpo feminino, podendo acontecer em situações de extremo relaxamento e prazer.

Gostou? Para quem quiser ter essa experiência, é necessário estimular simultaneamente a bexiga, vagina e clitóris.

Já presenciei alguma vez !!

IGOR 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *