AS "SANTAS"

São mulheres vivendo os seus sonhos. Muitas acreditam em fadas, gnomos, príncipes, princesas e amores de outro mundo. Não. Elas não são loucas, nem doidas e nem pirada. Elas simplesmente desejam viver com prazer.

A SANTA QUE GOSTOU DE CONHECER O INFERNO… {PACIENTE 89654}

A SANTA QUE GOSTOU DE CONHECER O INFERNO… {PACIENTE 89654}

image

Fuei estuprada deliciosamente…
Eu e meus amigos resolvemos fazer uma festa, não tinhamos motivo de comemoração nem nada do tipo, queríamos nos divertir, eu, Lucas, Michel e Rafael (sempre andei muito com garotos) resolvemos bem rápido que a festa seria na minha casa, não fazíamos muitas festas e quando faziamos era sempre na casa deles e nunca na minha, minha mãe estava passando uns dias fora com o namorado novo, eu aproveitei e disse ao Lucas:

– Agente já pode fazer ela esses dias,  já que minha mãe está fora.

Pode a durar a noite toda! O Lucas aceitou na hora, e eu e os meninos fomos logo fazendo uma lista de quem iria , tinhamos amigos que moravam perto da gente, amigos do prédio e amigos do colégio, convidamos quem agente quis, o numero de pessoas passava de 80 pois, juntamos meus amigos com os deles. Chegando a noite da festa, pegamos nosso dinheiro e fomos comprar bebidas, peguei o dinheiro que minha mãe havia me dado pra minhas necessidades enquanto ela estava fora, e pra mim a festa era uma necessidade. Compramos muitas bebidas, e colocamos no carro do Rafael , saímos da loja e fomos direto à minha casa, demos uma arrumada, deixamos com mais espaço, era um grande apartamento mas, para caber 80 pessoas (ou mais , duvidava muito que o numero fosse só esse , teriam uns penetras), teria que ter um pouco mais de espaço pra pessoas andarem e etc. Chegando a 00:30 , as pessoas começaram a chegar, comprimentei quem deu pois, chegaram rápido. Aos poucos foram chegando pessoas que eu não conhecia, não me importei e fiquei até alegre de ver pessoas novas lá. Fiquei o tempo todo perto do Lucas e do Rafael , eles estavam um pouco presos queriam beber mais, eu estava bebendo pouco, nunca fui de beber. Enquanto estava lá conversando com eles, olhei pra o lado e percebi um cara me olhando, não parecia ninguém que eu conhecesse , perguntei ao Lucas se ele o conhecia , e o Lucas respondeu dizendo que nunca tinha visto, que podia ser um convidado de qualquer um dos outros garotos. Respondi aos olhares do cara e ele chegou em mim, perguntou meu nome e eu respondi, ele ficou me olhando de cima abaixo, eu perguntei a ele o nome dele e ele respondei dizendo que era Eduardo, perguntei a idade e ele disse que tinha 21 … Nossa adorei! 21?! , já estava interessada nele. Depois de beber um pouco mais , estava meio tonta, me despedi dos meninos e fui pro meu quarto, fechei a porta tirei minha roupa e deitei, não demorou muito pra eu adormecer. De repente acordo e o Eduardo está em cima de mim, metendo o pau dele na minha buceta, eu arregalei meus olhos , meu corpo esfriou de medo, estava assustada, comecei a gritar mas, o Eduardo tapou minha boca e mandou eu ficar caladinha. Eu queria fugir, mas aquilo estava prazeroso demais, eu sentia que ia gozar naquele pau gostoso, ele começou a penetrar mais rápido, mesmo eu gostando eu queria sair de lá correndo, ele saiu de cima de mim e me puxou pelos cabelos, quando eu ia gritar ele tapou minha boca, tentei fugir mas não tinha como, ele colocou minhas mãos na cabiceira da cama e tentou em deixar de 4, eu não queria então ele saiu rapidamente , eu sentia muita dor nas minhas pernas, ele devia ter me fodido muito enquanto eu dormia, eu levantei mas, ele voltou , e ainda voltou com dois amigos, ele mandou os amigos dele me colocarem de 4 e me segurar, eu não queria mais aquilo, eu queria ir embora, o Eduardo começou a lamber meu cuzinho, mesmo que eu estivesse gemendo de prazer eu tentei fugir , ele me deu um tapa forte e mandou eu ficar quieta pois, eu era dele naquele momento. Ele ficou uns minutos lambendo meu cuzinho e quando ele parou eu senti o pau dele na entrada do meu cu, eu fiquei desesperada, tentei gritar de todos os jeitos mas, não tinha como, ele ficou um tempo empurrando e depois socou tudo de vez, soltei um grito de dor abafado e ele continuou socando forte, enquanto ele socava ele dizia que minha buceta e meu cuzinho eram muito gostosos e que ele se pudesse comeria mais vezes. Eu com o tesão que tava acabei dizendo que ele podia me comer quando quisesse, ele não entendeu e parou pois, eu estava com a boca tapada, ele mandou o amigo dele tirar a mao da minha boca e perguntou oque eu tinha dito, eu repeti e isso deu mais tesão a ele. Ele começou a socar mais forte ainda, minha boca já não estava mais tapada, agora eu já não gritava eu gemia de prazer, eu rebolava no pau dele, ele estava louco. Ele gozou no meu cuzinho e me colocou por baixo, me deu tapas na cara e me beijou, ele desceu e foi chupar meu grelinho, eu estava com tanto tesão que mandava ele chupar mais, eu puxei o cabelo dele, encostando a cabeça dele mais na minha bucetinha e eu gozei na cara dele. Ele deitou do meu lado e ficou olhando meu corpo , disse que é muito bonito e perguntou se me veria novamente, eu levantei e coloquei uma blusa que usava pra dormir, pedi pra que ele passasse a noite comigo e ele aceitou.

Depois dessa noite eu e ele começamos a namorar e transamos sempre e as vezes ele até me come enquanto durmo e acorda me chupando.

IGOR HUNSAKER.

image image image

hunsaker

Sou o que sou. Sou incoerente por vezes, sou sonhador sempre, temo o desconhecido sem contudo deixar de arriscar, tenho planos e projetos, construí e ví cair em minha frente castelos. Como um anjo voei aos céus mas longínquos, e como um cometa caí. A queda me machucou, contudo me fez mais forte. Sou falho e impreciso. Simplesmente indefinível, enfim sou apenas um IGOR mas, o IGOR HUNSAKER.