PACIENTE 18121

Meu marido me agarrou e começou a me chupar me fazendo gozar, depois me pôs de quatro e lambeu meu cuzinho deixando bem babado e meteu seu pau, que também é grande.

Enquanto metia ele dizia que estava preparando-o para o nosso convidado. Gozou dentro do meu cu. Depois fomos jantar. Quando passamos na recepção o maleiro veio nos perguntar se precisamos de algo. Meu marido disse que mais tarde iriamos precisar e que ele podia ir ao nosso apartamento para ajudar.
Por volta da meia noite subimos para o apartamento e começamos a nos arretar. Alguns minutos depois batem à porta. Eu me levantei, nua e fui abrir. Era o nosso amigo. Ele entrou, fechei a porta e agarrei o pau dele, que já estava duro. Fui tirando a calça dele e a agarrando aquele pauzão para chupar. Enquanto chupava ele agarrava meus seios. Levantei-me e puxei ele para a cama. Ele tirou a roupa e antes de deitar disse que se nós quiséssemos, ele tinha um amigo que poderia participar. Perguntei se ele era bem dotado. Ele falou que sim. Concordamos. O maleiro foi até a porta e chamou o amigo. Entrou outro negro, também muito bonito. logo tirou a roupa. Me deu uma coisa quando vi o pau dele. Era um colosso de grande.
Nos deitamos os quatro na cama. Fui chupada pelos três. me fizeram gozar como nunca. Chupavam, enfiávamos dedos em mim. depois de gozar umas três vezes, eu pedi que um dos negros deitasse que eu queria sentar-se em cima. Encaixei a buceta no pau dele e deixei meu corpo descer. Entrou tudo, me senti totalmente preenchida por aquele pauzão. O outro veio na minha frente e deu o pau para que eu chupasse. Ele enfiava o que podia na minha boca. Estava sendo fodida na buceta e na boca pelos dois negros. Meu marido passava creme no meu cuzinho, preparando para meter. Eu me ajeitei e ele foi metendo o pau. No começo foi difícil para entrar, mas com jeito, entrou. Eu me sentia uma puta completa. Fudendo com três machos ao mesmo tempo. Gozei alucinadamente. O que me comia a buceta gozou. eu saí de cima dele e pedi que o outro viesse me comer. Meu marido também gozou. Eu fiquei de quatro, ele veio por trás e perguntou onde eu queria que ele metesse. Eu disse que ele podia escolher. Senti a cabeça daquele pauzão encostar no meu cu. Ele deu uma estocada e entrou a cabeça, gemi de tensão. Ele me segurou pela cintura e foi metendo o restante do pau. Que delícia de metida. Ele passou a mexer, primeiro lentamente e foi aumentando a velocidade. Eu não sabia o que sentia de tanta tensão. Quando ele disse que ia gozar, me segurou forte pelos ombros e cravou tudo dentro de meu cu. Senti o pau inchar ainda mais e depois os jatos de porra dentro do meu cu. Cai na cama e ele por cima com o pau cravado em mim.
Depois de descansarmos iniciamos nova foda. Agora os dois negros iam fazer uma dupla penetração em mim. Achei que não iria aguentar os dois. Deitei-me em cima de um e o outro veio por trás e foi metendo. Entrou mais fácil do que eu imaginava. Me cu já estava bem alargado. Meteram até gozarem dentro. Eu já não aguentava mais de tanta tesão e pau nos meus buracos.
Para terminar a noite eu fiquei deitada e um deles pois o pau no meio dos meus seios e ficou esfregando, o outro meteu na minha boca. Pedi a eles que gozassem nos meus seios. Depois de um tempo o que eu chupava avisou que ia gozar. Tirou o pau da minha boca e gozou na minha cara e nos seios. Logo em seguida o outro gozou no meio dos seios. Tomei um banho de porra. Meu marido que estava observando e se masturbando, trouxe o pau até minha boca. disse para eu pôr a língua para fora e gozou nela. Eu me esfregava com a porra deles.
Eles tomaram banho, RECEBERAM e foram embora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *