PANDEMIA O QUE É ISSO ???

ESTOU EM BRIDGETOWN

Durante muito tempo Barbados foi uma colônia do Reino Unido. Os britânicos fundaram a cidade em 1628. Os incêndios destruíram boa parte dela várias vezes. Em 1854, uma doença chamada cólera matou cerca de 20 mil pessoas em Bridgetown. Em 1966, Barbados tornou-se um país independente e Bridgetown foi estabelecida como sua capital. A população da cidade é de 193.300 habitantes (estimativa de 2019).

PACIENTE 15121

Tudo aconteceu no verão. Eu e o Júnior estamos casados a 8 anos, vivemos muito bem e nossa vida sexual sempre foi muito saudável. Sou uma mulher muito quente e o Júnior procura me satisfazer da melhor forma possível. Estávamos de férias e resolvemos fazer ma pequena viagem, aproveitando nossos últimos dias de folga. Fomos para uma cidade turística. Numa tarde, passeando pelo shopping da cidade, coincidentemente encontrei um antigo admirador de meus tempos de solteira, que não o via a alguns anos. Fiquei tão alegre com aquele reencontro, que deixei transparece. O Júnior muito safado logo notou a minha empolgação diante do cara. Apresentei-o ao Júnior, e por ali permanecemos alguns instantes enquanto curtíamos a saudade e alegria de se reencontrar ,vendo uma grande chance de realizar uma de minhas fantasias comecei a imaginar mil coisas, e acabei por sugerir um vinho mais a noite. Chegando ao hotel contei ao Júnior sobre as investidas de meu amigo Marcos quando era solteira. O Júnior quis saber mais detalhes, e acabei contando alguns lances que aconteceu a muito tempo. Ele ficou tão excitado, que acabamos combinando provocar o Marcos logo mais a noite. Coloquei um vestido bem sexy para mostrar um pouco do meu corpo bronzeado. As 9 horas estávamos novamente juntos. Fomos a um restaurante, onde pedimos um vinho, para descontrair, e a conversa começou a rolar para o lado de sexo e fantasias. Eu já estava toda molhada de imaginar aqueles dois homens e a chance de tê-los ao mesmo tempo. Toda hora surpreendia Marcos olhando para meus seios, dizendo querer provar o sabor de meu batom, quando senti a mão do júnior, alisando minhas pernas por baixo da mesa. O Júnior que já estava bastante alegre por causa do vinho e do clima erótico que tomava conta da ocasião, para minha surpresa, abriu o jogo convidando-nos para terminar a festa em nosso hotel. Já que estávamos entregues ao desejo pedimos a conta e saímos para a grande noite. Ao entrar no apartamento minha vontade era acariciar um pau o mais rápido possível, cai de joelhos, abrindo a braguilha do Júnior e abocanhando aquele cacete rijo como uma pedra. Enquanto chupava com maestria olhava o Marcos já sentado na cama a se masturbar loucamente. Pedi que ele se aproximasse e passei a acariciar aqueles dois paus maravilhosos, colocando ora um ora outro na boca. Gemia, já complemente nua sobre a cama com dois homens a me lamber e chupar, foi quando o Júnior saiu e deixou que meu amigo que tanto me desejava, tomasse conta sozinho de meu corpo enquanto assistia a tudo sem parar de punhetar. Foi quando sentei-me sobre seu pinto deixando minha bocetinha engoli-lo por inteiro. Chamei o Júnior e novamente estava com um pau na boceta e outro na boca chupando loucamente. Assim nós três gozamos ao mesmo tempo. Permanecemos abraçados por algum tempo sentindo as palpitações de nossos corações e felizes por termos realizado algumas de nossas fantasias. Nossa próxima fantasia é sairmos com um casal e realizarmos uma DP e um bi feminino .

NATURISMO E/OU PROMISCUIDADE A BORDO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *