PAREM PARA PENSAR…

Já passou da hora de reconhecer que o machismo existe — e está mais perto e forte do que gostaríamos. A interiorização das garotas é favorecida pelo “gostosa é um elogio”, “mas ela estava bêbada”, “tinha que ser mulher” e “estava pedindo para ser estuprada com essa roupa”.

Pensei que ia morrer ali', diz adolescente vítima de estupro coletivo em  Manaus | Manaus | A Crítica | Amazônia - Amazonas - Manaus

Quem nunca assistiu a um filme em que a mulher é retratada de forma submissa, a um comercial que exibe a mulher como objeto e a um seriado que diminui a posição feminina na sociedade?

Eu já.

E muitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *