Queria fazer algo diferente…

PACIENTE 24620-2

Então gente essa semana Luan (meu namorado) disse que queria fazer algo diferente, inventar algo novo, qualquer coisa pra sair da rotina. Então a noite fomos dar uma volta na praia e depois fomos pra um motel, já tinha muito tempo que não íamos em um motel, e meu namorado caprichou no motel, escolheu um maravilhoso com uma suíte incrível, tinha tudo, piscina, hidro, sauna…. Eu estava só de vestido e uma lingerie sensual preta rendada com cinta.

Notei que envolta da cama tinha uns ganchos de ferro, perguntei pro meu namorado se ele sabia pra que servia, e ele disse que deveria ser pra amarrar alguém na cama… gostei da ideia e mandei ele usar os lençóis pra me amarrar na cama. Tirei meu vestido e fiquei só com a lingerie, meu namorado adora quando uso lingerie assim com cinta na perna, e assim ele amarrou meus braços na cama.

E assim ele abusou de mim, me fez engolir seu cacete e depois meteu com força na minha buceta, enquanto eu estava ali com os braços presos e as pernas abertas gemendo como uma puta enquanto ele socava na minha buceta me fazendo gozar muito, depois ele me soltou e me comeu de quatro e finalizou com uma gozada bem gostosa na minha boca.

Depois deitamos e meu namorado pedi algo pra comermos, foi aí que tive uma ideia pra fazer algo diferente. Convenci meu namorado de deixar eu amarrar ele na cama, mas eu amarrei os braços e as pernas dele na cama, aí começei a chupar o pau dele. Logo a campainha da suíte tocou, meu namorado pediu pra soltar ele pra ele ir buscar as coisas na porta mas eu não soltei ele, e disse que eu mesma iria lá, só de lingerie.

Meu namorado cheio de tesão disse: sua cachorra safada… Tá doida pra se exibir né…

Eu não disse nada, só fui até a salinha onde o garçom vem deixar a comida, quando o cara me viu só de lingerie ficou paralisado, ele era um homem alto, por volta de 40 anos, corpo normal, pele parda, cabelo bem ralo e grisalho, não era bonito mas também não era de se jogar fora. Olhei pra ele e disse: que foi? Nunca viu uma mulher de lingerie?

Ele: desculpa, é que normalmente isso não acontece por aqui…

Eu: pois então hoje é seu dia de sorte…como se chama?

Ele: meu nome é adilson

Peguei a mão dele e coloquei em meus seios por cima do sutiã e disse: então Adilson, oque acha que poder tocar em todo meu corpo só que por baixo da lingerie?

Ele: mas como assim? Claro que quero, mas você não está acompanhada?

Eu: sim, mas meu marido não vai ligar, vem…

E fui puxando ele pra dentro da suite, meu namorado olhou pra mim, fazendo cara de confuso.

Luan: oque você vai fazer?

Eu: você vai ver… só fica calado, você só pode assistir.. você não queria algo diferente, então vamos fazer algo diferente…

Adilson deu um sorriso meio sem graça pro meu namorado, que apenas fez cara de corno manso.

Abaixei a calça do Adilson e pude ver seu paulzão gostoso o pau dele era mais ou menos o mesmo tamanho do pau do meu namorado, uns cm, mas era mais grosso que o do meu namorado, Adilson tinha pele parda mas seu pau era mais escuro um pouco. Me ajoelhei e comecei a mamar o pau dele na frente do meu namorado, mamava e masturbava ele com a mão.

Luan: Amor você é uma vadia mesmo hein… caralho, chupa ele bem gostoso vai… Tá gostando do pau dele?

Eu: tô amor, esse pauzão dele é uma delícia.. e você tá gostando de ver sua putinha mamando a pica do garçom?

Luan: nossa amor, tô gostando muito, olha como tá meu pau

Meu namorado estava com o pau muito duro enquanto assistia eu mamando a pica do Adilson. Eu também estava adorando, comecei a força o cacete de Adilson pra dentro da minha boca fazendo garganta profunda nele e Adilson começou a gemer de tesão.. depois levantei e beijei ele, e ele ficava apertando minha bunda

Eu: você quer comer minha bucetinha?

Adilson: com certeza, tô louco pra isso.

Eu olhei pro meu namorado e disse: Amor ele pode comer minha bucetinha?

Luan: pode sim amor, mas coloca uma camisinha nele.

Peguei uma camisinha coloquei no pau do Adilson e fiquei de quatro do lado do meu namorado.

Eu: vem Adilson, mete gostoso na minha bucetinha pro meu corninho ver…

Adilson veio por trás e foi penetrando devagar seu paulzão grosso na minha bucetinha

Eu: ai amor, o pau dele é muito grosso, tá arrombando tua putinha toda… Tá abrindo toda minha bucetinha…

Depois que entrou tudo Adilson começou a socar com força, eu gemia alto de prazer, meu namorado tava adorando, tava desesperado pra se masturbar me vendo fuder com o Adilson.

Eu: mete fode vai, come com força pazudo gostoso….

Pra não judiar tanto do meu corninho eu comecei a mamar o pau dele enquanto Adilson me comia de quatro. Rapidinho meu corninho não se aguentou e encheu minha boca de porra, eu engoli tudo.

Mandei Adilson deitar do lado do meu namorado pra eu poder cavalgar na pica dele, sentei de costas pra eles e cavalguei com a bandinha bem empinada pro Adilson e meu corninho ver minha buceta engolindo aquele cacete grosso.

Eu: tá gostando de ver minha bucetinha engolindo esse pauzão grosso amor?

Luan: tô amor, e você tá gostando o pau dele amor?

Eu:tô adorando amor, vou gozar no pau dele, ele é muito gostoso…

Gozei gemendo gostoso e cavalgando na pica do Adilson..

Cavalguei mais um pouco e me levantei e sentei com a buceta na cara do Adilson pra ele sentir o gostinho da minha bucetinha. Enquanto isso falei baixinho no ouvido do meu corninho: Amor posso tirar a camisinha dele?

Luan: não, isso não amor.

Mas eu queria muito sentar nele sem camisinha e sentir a leitada quente dele no fundo da minha bucetinha. Me posicionei novamente encima do Adilson, beijei sua boca enquanto esfregava minha buceta em seu pau, aí coloquei a mão no pau dele e fui puxando a camisinha até ela sair, e joguei ela em cima do meu namorado.

Luan: oque você tá fazendo Jay, merda, eu disse que não.

Encaixei o pau do Adilson na portinha da minha buceta e sentei até entrar tudo, eu e Adilson gemiamos de prazer.

Eu: pronto amor, é assim que eu gosto… e isso é pra você aprender a mão dizer não pra mim…

Luan: vadia… você é uma puta mesmo…

Eu sentava e rebolava bem gostoso no pau do Adilson.

Adilson: puta que pariu, vai devagar menina, assim eu não aguento…

Eu: aguenta não é?… Já quer gozar? Aguenta mais um pouco…

Parei um pouco e beijei sua boca.

Depois voltei a sentar e rebolar e olhei pro meu namorado e disse: viu corninho, ele tá adorando comer tua putinha no pêlo, já tá doido pra gozar….

Luan: não provoca… você vai acabar fazendo ele gozar em você..

Eu: será amor? Acho que ele aguenta..

Adilson: ele tem razão menina, melhor você parar um pouco.

Comecei a cavalgar mais rápido, Adilson gemia alto junto comigo

Eu: não tá aguentando mais não seu safado? Então goza pra mim, goza na minha buceta..

Luan: você tá louca Jay, você nem conhece esse cara…

Adilson gemeu alto e gozou muito, encheu minha buceta de porra, e eu sentia sua porra quente jorrando no meu útero e fazia cara de safada pro meu namorado..

Levantei e mostrei pro corninho a porra escorrendo da minha buceta. Adilson rapidamente começou a se vestir e disse que tinha que voltar pro trabalho. Soltei meu namorado da cama e fomos pro banho, no banho chupei o pau dele e depois ele me colocou encostada na parede e socou na minha buceta..

Luan: nossa, aquele filho da puta arrombou mesmo sua buceta, da pra sentir ela mais larga…

Eu: arrombou mesmo, ele tinha um pauzão gostoso.

Gozamos muito naquela noite, foi a primeira vez que meu namorado me viu fudendo com outro que não fosse ele .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *