Oi Igor, obrigado pelo apoio, em breve pretendo mostrar mais fotos…

CAPITULO VI

Depois daquela transa ficamos ainda por algum tempo deitada em sua cama, então me levanto e vou até seu banheiro para tomar um banho enquanto ela fazia um lanche pra gente, estávamos famintas.

Saio do banho enrolada em uma toalha pois minhas roupas estava no salão, ela ainda estava nua e de pau duro na cozinha, sentamos, tomamos um suco comemos e na saída para o salão ela ainda de pau duro, então pego no pau dela e saio puxando ela ate o salão, demos um delicioso abraço seguido de um beijo, ele manda eu debruçar na cadeira e sem dificuldade me penetra por trás, ela metia com precisão, na pressão certa, num vai e vem delicioso, não demora e começo a gozar e a gemer alto, fiquei de pernas bamba, ela me puxa até o sofá de espera e então posso montar sobre ela, subia e descia daquele pau gostoso, ela apertava horas minha bunda horas meus seios, me fazendo gozar mais uma vez, onde fiquei mole e deitei sobre ela, que me deita no sofá e ergue minhas pernas e vem por cima me comendo com força, sentia cada centímetro de seu membro dentro de mim, ela começa a gemer alto e eu a sentir seu jato de porra me queimando por dentro, ficamos ali engatadas quando me lembro da camisinha que não tinha colocado, dei um pulo que ela caiu no chão, ela perguntou se eu tomava remédio, disse que não era esse o problema, ela então me tranquiliza que tinha feito exame um pouco antes de terminar o namoro e depois disso não tinha saído com ninguém, um pouco mais calma mais ainda com medo me levanto e vou me limpar para ir embora.

Chego em casa exausta me deito por meia hora para repor minhas energias, logo chegaria as crianças e meu marido, aquela rotina diária e como sempre no final da noite era recompensada com mais sexo.

No dia seguinte como de costume fui trabalhar, abri o salão e nada da Jessica, achei estranho mais tudo bem. ela chega por volta das 10 da manha, já tinha uma cliente dela esperando e eu hj estava fazendo umas unhas, trabalhamos e na hora do almoço ela me chama pra ir com ela comprar uma mascara de cabelos que tinha acabado e já almoçava com ela na rua.

Durante o almoço ela perguntou de eu tinha sentido falta dela de manha, e me entrega um envelope, abro e era o exame de HIV + que ela foi fazer pela manha, fiquei emocionada pela preocupação dela, agradeci e ela falou que fez o exame pq não queria que aquela fosse nossa ultima transa, que tinha adorado estar comigo.

Não sabia o que falar, pois eu também tinha gostado, mais não falei nada a respeito, somente perguntei se ela lembrava que eu casada, ela disse que sim e pedi pra ir embora.

Não falei nada o caminho inteiro, chegando no salão, ela entra e eu fico pegando as ultimas caixas do carro, ela foi pra casa e não falou nada tb, mais estava como tinha planejado, estava louca pra sentir aquele pau novamente, sabia que tinha que ser rápido pois teria cliente em poucos minutos, então tiro minha roupa e chamo ela para perguntar onde guardava os produtos, ela vem e quando chega me acha nua, e antes dela começar a falar qualquer coisa, já aviso pra ele vir me comer logo pois já que chegaria a cliente, ela então sobe sobre mim me beijando e chupando meus seios, sentia seu pau endurecendo e querendo sair para fora de sua calça, ela então me ajeita na beira da maca, abre seu zíper e de roupa mesmo começa a me foder com vontade, metia em mim com força, sentia meus seios balançando a cada estocada que eu recebia, tentava me controlar mais não conseguia segurar meus gemidos, eu ali deitada como se estivesse no ginecologista, ela segurando minha pernas no alto e socando aquela delicia de rola em mim, gozava intensamente e parecia não ter fim, foi quando recebo meu presente que chega através de vários jatos de porra quente que sentia bater em meu útero tamanha pressão e quantidade que saia daquele menina.

Ela se afasta e posso sentir sair tudo de dentro de mim, chegando a escorrer em minhas pernas e cair no chão, pego minhas roupas e vou me lavar em sua casa, nesse momento já chega sua cliente e ela vai trabalhar, como ia demorar vou embora com um sorriso no rosto e pensando na próxima foda.

6 Replies to “Oi Igor, obrigado pelo apoio, em breve pretendo mostrar mais fotos…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *